quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Títulos conquistados pelo Botafogo em 2009 e 2010

compilado por Claudio Falcão

Estão aqui relacionados os títulos conquistados pelo Botafogo em 2009 e 2010, bem como as medalhas de ouro e os recordes internacionais obtidos por atletas do Clube.

O leitor poderá observar que as conquistas no corrente ano foram bem mais numerosas do que em 2009. Vamos esperar que em 2011 elas venham a ser em quantidade ainda maior.

2009

1 - Campeão da Taça Guanabara de Futebol Profissional (correspondendo ao primeiro turno do Campeonato Estadual)
Final: 01/03 - Maracanã - Botafogo 3 x 0 Resende F.C.

2 - Campeão Estadual de Polo Aquático Sub-21 Masculino
Final: 01/07 - Piscina do Fluminense F.C. - Botafogo 10 x 7 Fluminense F.C.

3 - Bicampeão Estadual de Inverno de Natação Infantil
05/07 - Parque aquático do Tijuca T.C. - 3.781 pontos

4 - Recorde Sul-Americano nos 800 m nado livre, em piscina curta
18/07 - Parque aquático do Botafogo F.R. - Armando Negreiros, com o tempo de 7'43"52

5 - Campeão Estadual de Inverno de Natação Juvenil
19/07 - Parque aquático do Botafogo F.R. - 4.305,5 pontos

6 - Bicampeão Estadual de Inverno de Natação Sênior
19/07 - Parque aquático do Botafogo F.R. - 2.090 pontos

7 - Bicampeão do Encontro Sul-Americano de Basquetebol Infanto-Juvenil Feminino
25/07 - Novo Hamburgo (RS) - Botafogo 68 x 50 São José (SP)

8 - Campeão da Copa Doetinchem de Futebol Júnior
Final: 16/08 - Doetinchem (Holanda) - Botafogo 1 x 0 AZ Alkmaar (Holanda)

9 - Medalha de Ouro na categoria Ap Tchagui de Taekwondo
Brasil Open
Setembro - Ginásio do S.C. Corinthians Paulista - Murilo Stockinger, com chute de 2,15 m

10 - Campeão Brasileiro de Polo Aquático Júnior Feminino (2ª disputa do ano) (invicto)
20/09 - Piscina do E.C. Pinheiros (SP) - Botafogo 9 x 7 C.R. Flamengo

11 - Campeão do Torneio Open Mirim de Voleibol Feminino (invicto)
Setembro - Botafogo 3 x 0 Barra Mansa

12 - Campeão do Torneio Open Infantil de Voleibol Feminino (invicto)
27/09 - Botafogo 3 x 1 Macaé

13 - Campeão do Torneio Estadual de Basquetebol Sub-14 Masculino (invicto)
12/10 - Ginásio do Botafogo F.R. - Botafogo 45 x 32 C.R. Flamengo

14 - Campeão Estadual de Remo Júnior B (16 anos)
Última regata: 15/11 - Campeão com 72 pontos

15 - Campeão Estadual de Futebol Infantil (Sub-15)
Finais:
14/11 - Botafogo 2 x 2 Nova Iguaçu F.C.
21/11 - Nova Iguaçu F.C. 1 x 2 Botafogo

16 - Tricampeão Estadual de Verão de Natação Infantil
29/11 - Parque aquático do C.R. Vasco da Gama - 3.926 pontos

17 - Campeão Estadual de Basquetebol Infanto-Juvenil Feminino (invicto)
Final: 05/12 - Ginásio do GRESEP Mangueira - Botafogo 75 x 74 Mangueira

18 - Campeão Estadual de Verão de Natação Juvenil
06/12 - Parque aquático do C.R. Vasco da Gama - 3.982,5 pontos

19 - Campeão Estadual de Voleibol Juvenil Masculino
Finais:
15/12 - Botafogo 3 x 1 Tijuca T.C.
19/12 - Tijuca T.C. 2 x 3 Botafogo

20 - Campeão Municipal de Futebol Society Adulto da 3ª Divisão (invicto)
Final: 19/12 - Iate Clube Jardim Guanabara - Botafogo 8 x 1 Mulambos F.S.

2010

1 - Bicampeão da Taça Guanabara de Futebol Profissional (correspondendo ao primeiro turno do Campeonato Estadual)
Final: 21/02 - Maracanã - Botafogo 2 x 0 C.R. Vasco da Gama

2 - Campeão do Torneio Abertura de Natação Mirim I
20/03 - Canto do Rio F.C. (Niterói) - 677 pontos

3 - Campeão do Torneio Abertura de Natação Petiz
21/03 - Canto do Rio F.C. (Niterói) - 1.317,5 pontos

4 - Medalha de Ouro no Remo na categoria Single Skiff Peso Leve 2.000 m
Jogos Sul-Americanos
21/03 - Medellín (Colômbia) - Aílson Eráclito da Silva, 7'17"79

5 - Campeão da 27ª Regata do Futuro de Remo
28/03 - Lagoa Rodrigo de Freitas - 12 primeiros lugares, em 23 provas

6 - Campeão da I Copa Interligas de Futebol Society (*)
(*) - garantindo vaga na Copa do Brasil, em Minas Gerais
Final: 04/04 - Niterói - Botafogo 4 x 0 C.R. Vasco da Gama

7 e 8 - Campeão da Taça Rio de Futebol Profissional (correspondendo ao segundo turno do Campeonato Estadual) e Campeão Estadual
Final: 18/04 - Maracanã - Botafogo 2 x 1 C.R. Flamengo

9 - Campeão da Copa Educação Esportiva de Futebol de Praia Sub-13 (invicto)
Final: 02/05 - Aterro do Flamengo - Botafogo 2 x 2 América (campeão devido à melhor campanha na 1ª fase)

10 - Campeão do Torneio Terborg de Futebol Júnior
Final: 16/05 - Holanda - Botafogo 2 x 1 Twente (Holanda)

11 - Campeão do Torneio Regional Assis Chateaubriand de Natação de Infantis e Juvenis
16/05 - Vitória (ES) - 1.832,5 pontos

12 - Campeão Estadual de Polo Aquático Adulto
Final: 30/05 - Parque Aquático Júlio Delamare - Botafogo 10 x 8 Fluminense F.C.

13 - Bicampeão Estadual de Inverno de Natação Juvenil
27/06 - Parque aquático do Fluminense F.C. - 3.572 pontos

14 - Campeão Estadual de Futsal Sub-15
Final: 17/07 - Vila Olímpica de Duque de Caxias - Botafogo/Casa de España 8 x 2 C.R. Vasco da Gama

15 - Campeão da Copa Juventude de Futebol Mirim (invicto)
Final: 18/07 - Venda Nova do Imigrante (ES) - Botafogo 3 x 1 USIPA (MG)

16 - Campeão Estadual de Inverno de Natação Petiz
18/07 - Parque aquático do Botafogo F.R. - 2.516 pontos

17 - Campeão do Encontro Sul-Americano de Basquetebol Mirim Feminino
Final: 24/07 - Novo Hamburgo (RS) - Botafogo 67 x 17 Concórdia (Argentina)

18 - Campeão Municipal de Futebol Society Adulto da 2ª Divisão (invicto)
Final: 25/07 - Cabana da Serra (Rio de Janeiro) - Botafogo 10 x 2 JPA

19 - Campeão do XI Torneio Internacional de Futebol Sub-19 de Oostduinkerke (Bélgica)
Final: 01/08 - Botafogo 2 x 0 Tottenham Hotspur (Inglaterra)

20 - Campeão da II Copa Del Agatha de Futebol Júnior
Final: 08/08 - Holanda - Botafogo 1 x 0 Schalke 04 (Alemanha)

21 - Campeão da II Copa Aquática de Polo Aquático Sub-17 Masculino (invicto)
Final: 22/08 - Lima (Peru) - Botafogo 18 x 2 Club Aquatica Sports Center (Peru)

22 - Campeão Carioca de Futebol Society de Veteranos
Final: 08/09 - Colégio Salesianos (Niterói) - Botafogo 1 x 0 Ouro Negro, de Jacarepaguá

23 - Medalha de Ouro nos 50 m nado de costas, em piscina curta
Troféu José Finkel (Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação)
24/09 - Parque Aquático Maria Lenk - Randall Marden Bal, com o tempo de 23"53

24 - Campeão Brasileiro Aberto de Remo
Finais: 25 e 26/09 - Lagoa Rodrigo de Freitas (Rio de Janeiro)

25 - Campeão da Copa Mercosul de Polo Aquático Adulto Masculino (invicto)
Final: 10/10 - Buenos Aires (Argentina) - Botafogo 17 x 13 C. Indepediente (Argentina)

26 - Campeão da IX Copa Minas/Espírito Santo de Futsal Feminino (invicto)
Final: 12/10 - São Mateus (ES) - Botafogo/Casa de España 2 x 1 Pinheiros

27 - Campeão do Torneio Início do Campeonato Carioca de Beach Society Feminino
Decisão: 17/10 - Praia de Copacabana - Botafogo 3 x 0 Geração

28 - Campeão do Festival Sudeste de Natação Mirim - Troféu Ivo Lourenço
17/10 - Parque Aquático Júlio Delamare - 593,5 pontos

29 - Bicampeão Estadual de Verão de Natação Juvenil
23/10 - Parque Aquático Maria Lenk - 3.281 pontos

30 - Campeão do Circuito Estadual de Natação Infantil
30/10 - Piscina do Olaria A.C. - 1.539 pontos

31 - Campeão do Circuito Estadual de Natação Juvenil
6ª e última rodada: 06 e 07/11 - Piscina do Olaria A.C. - 13.302 pontos (total)

32 - Campeão da Copa Claudio Reginato Bozzo de Polo Aquático (para atletas nascidos a partir de 1994) (invicto)
Final: 14/11 - Santiago (Chile) - Botafogo 11 x 6 Aquapolo Antofagasta (Chile)

33 - Campeão do Circuito Estadual de Natação Petiz I/II
2ª e última rodada: 13 e 14/11 - Piscina do Botafogo F.R. - 4.031,5 pontos (total)

34 - Campeão do Circuito Estadual de Basquetebol Pré-Mirim Feminino
Última etapa: 21/11

35 - Medalha de Ouro no Remo na categoria Single Skiff Sub-23
Campeonato Sul-Americano de Remo
27/11 - Concepción (Chile) - Aílson Eráclito da Silva

36 - Campeão da Super Liga Futsal Rio Adulto (invicto)
Finais:
04/12 - Ginásio do Olaria A.C. - Botafogo/Casa de España 2 x 2 USS/Vassouras
11/12 - Ginásio do Olaria A.C. - Botafogo/Casa de España 3 x 2 USS/Vassouras

37 - Bicampeão Estadual de Futsal Sub-15 (2ª disputa do ano) (invicto)
Finais:
16/12 - Ginásio do Grajaú C.C. - Botafogo/Casa de España 4 x 4 C.R. Vasco da Gama
18/12 - Ginásio do Grajaú C.C. - Botafogo/Casa de España 2 x 2 C.R. Vasco da Gama (na prorrogação: Botafogo 4 x 1)

38 - Campeão Estadual de Verão de Natação Petiz
19/12 - Parque Aquático Maria Lenk - 2.248 pontos

39 - Vencedor da Taça Eficiência da Federação Aquática do Rio de Janeiro (FARJ) - 2010
70.633 pontos

40 - Campeão Estadual de Basquetebol Infanto-Juvenil Masculino
Finais:
21/12 - Ginásio do Botafogo F.R - Botafogo 60 x 70 C. Central
22/12 - Ginásio do C. Central (Niterói) - Botafogo 80 x 61 C. Central
23/12 - Ginásio do Botafogo F.R. - Botafogo 70 x 58 C. Central

[Fontes: site oficial do Botafogo F.R.; blog Mundo Botafogo.]

domingo, 26 de dezembro de 2010

Retrospecto do Botafogo em Campeonatos Brasileiros de Futebol

pesquisa de Pedro Varanda

Bicampeão Brasileiro (1968*-1995).
(*) - Título reconhecido como campeão brasileiro pela CBF (ex-CBD) em 22/12/2010.

Jogos - 1.044
Vitórias - 379
Empates - 318
Derrotas - 347
Gols Pró - 1.356
Gols Contra - 1.279

Obs.: Estão incluídos todos os certames da CBD (atual CBF) recentemente reconhecidos pela entidade como Campeonato Brasileiro.

Nota - Foram consideradas as vitórias e derrota no Tribunal de Justiça Desportiva:
02/04/1969 - 1 x 1 Metropol-SC (General Severiano). Jogo interrompido no 2º tempo devido à tempestade. Posteriormente o Metropol desistiu da continuação da partida. Considera-se Botafogo 1 x 0.

26/11/1972 - 1 x 2 ABC-RN (Natal). O Botafogo ganhou os pontos (Botafogo 1 x 0).

01/05/1991 - 0 x 0 Fluminense-RJ (Laranjeiras). O Botafogo perdeu os pontos (Fluminense 1 x 0).

04/08/1999 - 1 x 6 São Paulo-SP (Morumbi). O Botafogo ganhou os pontos (Botafogo 1 x 0).

Primeiro jogo, de acordo com a CBF:
BOTAFOGO 2 X 2 INTERNACIONAL
Data: 21/11/1962
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: Cr$920.630,00
Público: 5.903
Árbitro: Ricardo Alberto Silva
Competição: Taça Brasil (reconhecida como Brasileiro)
Gols: Amarildo (2), aos 10 segundos e 37' (1º tempo); Alfeu, aos 30' e Sapiranga, aos 35' (2º tempo)
Botafogo: Manga, Joel, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Ayrton (Édison) e Arlindo; Garrincha, Quarentinha, Amarildo e Zagallo. Técnico: Marinho Rodrigues
Internacional: Gainete, Zangão, Ary Ercílio, Cláudio Danni e Ezequiel; Kim e Oswaldinho; Sapiranga, Alfeu, Flávio e Gilberto Andrade. Técnico: Pedro Ario Figueiró (Pedrinho)
Obs.: 1) O primeiro gol foi aos 10 segundos, de acordo com o Jornal dos Sports e O Globo; 2) O árbitro foi o argentino Ricardo Alberto Silva, radicado no futebol gaúcho.
Fontes: Jornal dos Sports e O Globo

Primeira vitória, de acordo com a CBF:
BOTAFOGO 2 X 0 INTERNACIONAL
Data: 30/11/1962
Local: Olímpico, Porto Alegre
Renda: Cr$4.577.185,00
Público: 18.037
Árbitro: Armando Marques
Competição: Taça Brasil (reconhecida como Brasileiro)
Gols: Quarentinha (2), aos 4' (1º tempo) e aos 9' (2º tempo)
Botafogo: Manga, Paulistinha, Jadir, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Édison (Arlindo); Garrincha, Quarentinha, Amarildo e Zagallo. Técnico: Marinho Rodrigues
Internacional: Gainete, Zangão, Ary Ercílio, Cláudio Danni e Ezequiel; Kim e Oswaldinho; Sapiranga (Mauro), Alfeu, Flávio e Bedeuzinho. Técnico: Pedro Ario Figueiró (Pedrinho)
Obs.: Com essa sensacional vitória passamos à fase seguinte da competição.
Fontes: Jornal dos Sports e O Globo

Maiores goleadas a favor:
BOTAFOGO 6 X 1 METROPOL
Data: 05/12/1968
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: NCr$12.405,75
Público: 6.495
Árbitro: Iolando Rodrigues
Competição: Taça Brasil (reconhecida como Brasileiro)
Gols: Humberto, aos 7' e Paulo Cézar, aos 34' (1º tempo); Rogério, aos 2', Afonsinho, aos 27', Ferretti (2), aos 31' e 37' e Nilzo, aos 42' (2º tempo)
Botafogo: Cao, Moreira, Zé Carlos, Dimas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson (Afonsinho); Rogério, Roberto (Ferretti), Humberto e Paulo Cézar. Técnico: Zagallo
Metropol: Rubens, Ortunho, César (Toninho), Di e Édson; Joel, Adaílton e Carbone; Leocádio, Nilzo e Zezinho (Márcio). Técnico: João Carlos de Castro
Fonte: O Globo

BOTAFOGO 6 X 0 FLAMENGO
Data: 15/11/1972
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: Cr$289.772,00 / Público: 46.279
Árbitro: José de Assis Aragão
Competição: Campeonato Brasileiro
Gols: Jairzinho, aos 15' e Fischer, aos 35' e 41' (1º tempo); Jairzinho, aos 23' e 38' (de letra) e Ferretti, aos 42' (2º tempo)
Botafogo: Cao, Mauro Cruz, Waltencir, Osmar e Marinho Chagas; Carlos Roberto, Nei Conceição e Ademir Vicente (Marcos Aurélio); Zequinha, Fischer (Ferretti) e Jairzinho. Técnico: Sebastião Leônidas
Flamengo: Renato, Moreira, Chiquinho Pastor, Tinho e Rodrigues Neto; Liminha, Zanata (Mineiro) e Paulo Cézar Caju; Rogério (Caio), Humberto e Fio Maravilha. Técnico: Zagallo
Obs.: 1) O C.R. Flamengo, em seu aniversário, ganhou um presente de grego; 2) Sensacional vitória!
Fontes: Jornal do Brasil e Revista Placar

BOTAFOGO 6 X 0 GOIÁS
Data: 19/04/1992
Local: Caio Martins, Niterói
Árbitro: José Aparecido de Oliveira
Competição: Campeonato Brasileiro
Gols: Carlos Alberto Dias (2), Chicão (2), Valdeir e Bujica
Botafogo: Ricardo Cruz, Odemílson, Renê Playboy, Márcio Santos e Válber; Carlos Alberto Santos (Pino), Jefferson Douglas e Valdeir; Vivinho, Chicão (Bujica) e Carlos Alberto Dias. Técnico: Gil
Goiás: Martorelli, Wilson Goiano, Rubens Carlos, Jorge Batata (Vladimir) e Jorge Luiz; Marçal, Wallace e Augusto (Cacau); Niltinho, Túlio Maravilha e Paulo César. Técnico: Sebastião Lapola
Obs.: O atleta Pingo (Luís Roberto Magalhães) estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Quem substituiu Carlos Alberto Santos foi Pino (Adir Machado Xavier).
Fontes: Jornal do Brasil e O Dia

Maior série invicta:
42 jogos, de 16/10/1977 a 16/07/1978, com 25 vitórias e 17 empates (recorde).

Campeonato Brasileiro de 1977
0 x 0 Vila Nova (GO), 1 x 0 Brasília (DF), 3 x 1 Goiás (GO), 1 x 1 Goytacaz (RJ), 3 x 1 Atlético (PR), 3 x 0 Americano (RJ), 0 x 0 Vasco da Gama (RJ), 3 x 0 Londrina (PR), 1 x 0 Goiânia (GO), 2 x 2 Botafogo (SP), 1 x 1 Operário-CG (MS), 1 x 0 Fluminense (RJ), 3 x 1 CSA (AL), 0 x 0 Bahia (BA), 2 x 0 América (RN), 0 x 0 Atlético (MG), 3 x0 Cruzeiro (MG) e 3 x 1 Fast Club (AM).

Campeonato Brasileiro de 1978
2 x 0 Itabuna (BA), 1 x 1 Bahia (BA), 5 x 1 Sergipe (SE), 1 x 0 Volta Redonda (RJ), 1 x 0 Ponte Preta (SP), 0 x 0 Vasco da Gama (RJ), 3 x 0 Vitória (BA), 1 x 0 Confiança (SE), 0 x 0 CSA (AL), 1 x0 CRB (AL), 1 x 1 Guarani (SP), 2 x 0 América (RJ), 1 x 1 Flamengo (RJ), 2 x 2 Botafogo (SP), 2 x 1 Corinthians (SP), 0 x 0 Operário-CG (MS), 2 x 1 Sport Recife (PE), 3 x 0 Comercial (SP), 3 x 0 Juventude (RS), 1 x 1 Flamengo (RJ), 3 x 1 América (RJ), 0 x 0 Coritiba (PR), 1 x 1 Noroeste (SP) e 2 x 1 Palmeiras (SP).

Maiores artilheiros:
1º) Túlio Maravilha - 69 gols em 109 jogos (1994 a 1996, 1998 e 2000).
2º) Mendonça - 47 gols em 100 jogos (1975 a 1982).
3º) Nílson Dias - 39 gols em 99 jogos (1971 a 1978).

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Botafogo, Duas Vezes Campeão Brasileiro de Futebol

texto de Claudio Falcão

Nesta quarta-feira, em cerimônia realizada no Rio de Janeiro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na pessoa de seu presidente Ricardo Teixeira, unificou os títulos nacionais conquistados no período de 1959 a 1970. Com isso o Botafogo pode orgulhosamente proclamar-se duas vezes campeão brasileiro, ou como preferem atualmente, bicampeão (1968 e 1995).


Finalmente foi feita justiça àquela maravilhosa geração de jogadores que também nos deram os títulos de bicampeão carioca e bicampeão da Taça Guanabara (1967-1968).

Mais detalhes da campanha alvinegra na Taça Brasil de 1968, agora reconhecida como título brasileiro, podem ser vistos em http://datafogo.blogspot.com/2010/05/taca-brasil-de-1968.html.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Conquistas do Botafogo no Futebol em 1996 (V)

pesquisa de Pedro Varanda

Depois da conquista da President of Alaniya Cup, a comitiva do Botafogo rumou para La Coruña, Espanha, para a disputa do tradicional e muito prestigiado Troféu Teresa Herrera, na qual nos saímos vitoriosos numa final emocionante contra o poderoso Juventus, de Turim, o que veio coroar de êxitos nossa temporada futebolística de 1996.


TROFÉU TERESA HERRERA - 1996
08/08 - Deportivo La Coruña (ESP) 1 x 2 Botafogo (BRA)
09/08 - Juventus (ITA) 6 x 0 Ajax (HOL)
10/08 - Ajax (HOL) 0 x 2 Deportivo La Coruña (ESP)
10/08 - Botafogo (BRA) 4 x 4 Juventus (ITA)
Obs.: Decisão por pênaltis, Botafogo 3 x 0.

COLOCAÇÃO:
Botafogo (campeão)
2º Juventus (vice)
3º Deportivo La Coruña
4º Ajax

BOTAFOGO 2 X 1 R.C. DEPORTIVO LA CORUÑA (ESP)
Data: 08/08/1996
Local: Estádio Municipal Riazor, La Coruña
Árbitro: Juan Brito Arceo
Competição: Troféu Teresa Herrera
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Grotto e Jefferson; Souza, Otacílio, Marcelo Alves (Alemão) e Bentinho (França); Sorato (Mauricinho) e Túlio (Zé Carlos). Técnico: Ricardo Barreto
Deportivo La Coruña: Kouba, Armando (Alfredo), Bonnissel (Nando) e Naybet; Djukic (Maikel), Mauro Silva, Paco, Manjarin (Viqueira) e Madar; Martins e Beguiristain. Técnico: John Toshack
Gols: Beguiristain, de pênalti, aos 7', Bentinho, aos 38' e Túlio, aos 42' (todos no 1º tempo)
Obs.: Alemão foi expulso no 2º tempo.
Fontes: Botafogo F.R. e Jornal do Brasil

BOTAFOGO 4 X 4 JUVENTUS F.C. (ITA)
Data: 10/08/1996
Local: Riazor, La Coruña
Árbitro: Antonio Jesús López Nieto
Assistentes: Giráldez Carrasco e Chirino Rivera
Quarto árbitro: Manuel Rábade Prieto
Competição: Troféu Teresa Herrera (Botafogo campeão)
Cartões amarelos: Botafogo - Souza, Wilson Gottardo, Marcelo Alves, Otacílio e Mauricinho; Juventus - Dechamps, Vieri, Ametrano, Jugovic e Montero
Cartões vermelhos: Torricelli (Juventus) e Otacílio (Botafogo), aos 80'; Montero (Juventus), aos 101'
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Grotto e Jefferson; Souza, Otacílio, Marcelo Alves (Marcos Aurélio, aos 90') e França (Zé Carlos, aos 87'); Sorato (Mauricinho, aos 56') e Túlio. Técnico: Ricardo Barreto
Juventus: Peruzzi, Ferrara, Torricelli, Porrini e Montero; Jugovic, Di Livio e Dechamps; Vieri (Boksic, no 2º tempo), Del Piero (Amoruso, aos 45') e Padovano (Ametrano, aos 45'). Técnico: Marcello Lippi
Gols: Vieri, aos 23' (1º tempo); Túlio, aos 49', Amoruso, aos 73', França, aos 75' (2º tempo); Amoruso, aos 93', Túlio, aos 110', Amoruso, aos 117' e Túlio, aos 120' (prorrogação)
Pênaltis: Botafogo, 3 (três) - Jefferson para Peruzzi, Wilson Goiano, gol, Wilson Gottardo, gol e Souza, gol; Juventus, 0 (zero) - Amoruso para Wagner, Di Livio para Wagner e Jugovic para fora.
Obs.: O Botafogo atuou com a camisa do Deportivo La Coruña - listras verticais azuis e brancas.
Fonte: El Ideal Gallego, da Espanha

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Conquistas do Botafogo no Futebol em 1996 (IV)

pesquisa de Pedro Varanda

Após a vitória sobre o Cerezo Osaka e a consequente conquista da Copa Nippon Ham, a delegação botafoguense seguiu para a Rússia, onde ocorreu a disputa da President of Alaniya Cup, divulgada pela nossa imprensa como o Torneio Presidente da Rússia, na qual também saímos vitoriosos.


PRESIDENT OF ALANIYA CUP - 1996
03/08 - Auxerre (FRA) 1 x 3 Botafogo (BRA)
03/08 - Valencia (ESP) 3 x 2 Alaniya Vladikavkaz (RUS)
04/08 - Alaniya Vladikavkaz (RUS) 1 x 1 Auxerre (FRA)
Nos pênaltis: Auxerre 5 x 4
04/08 - Botafogo (BRA) 1 x 1 Valencia (ESP)
Obs.: Decisão por pênaltis, Botafogo 5 x 4.

COLOCAÇÃO:
Botafogo (campeão)
2º Valencia (vice)
3º Auxerre
4º Alaniya Vladikavkaz

BOTAFOGO 3 X 1 AUXERRE (FRA)
Data: 03/08/1996
Local: Estádio do Spartak Alaniya (Vladikavkaz)
Árbitro: Filippov
Competição: President of Alaniya Cup
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Grotto e Jefferson; Souza, Otacílio (França), Marcelo Alves (Alemão) e Bentinho; Sorato (Zé Carlos) e Túlio. Técnico: Ricardo Barreto
Auxerre: Charbonnier, Danjou, Goma, Silvestre, Zelic, Henna, Tasfaout (Laslandes), Lamouchi, Deniaud (Marle), Sibierski (Lachuer) e Diomede. Técnico: ?
Gols: Marcelo Alves, aos 11' e Túlio, aos 25'; Marle, aos 71' e Túlio, aos 80'
Fonte: Botafogo F.R.

BOTAFOGO 1 X 1 VALENCIA (ESP)
Data: 04/08/1996
Local: Estádio do Alaniya (Vladikavkaz)
Árbitro: Krasnodar Chebotaryov
Competição: President of Alaniya Cup (Botafogo campeão)
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano (Alemão), Wilson Gottardo, Grotto e Jefferson; Souza, Otacílio, Marcelo Alves (Marcos Aurélio) e Bentinho; Sorato (França) e Túlio. Técnico: Ricardo Barreto
Valencia: Bartual, Navarro, Engonga, Campo e Mendieta; Saens, Suarez (Romero), Hurtado e Poyatos; Angulo (Fernando) e Viola (Karpin). Técnico: ?
Gols: Túlio (Botafogo) e Mendieta (Valencia)
Obs.: 1) Otacílio foi expulso; 2) Nos pênaltis, Botafogo 5 x 4. Marcaram: Jefferson, Bentinho, Souza, Wilson Gottardo e Túlio (Botafogo); Mendieta, Karpin, Hurtado e Fernando (Valencia).
Fonte: Botafogo F.R.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Botafogo/Casa de España Campeão Adulto da Super Liga Futsal Rio

pesquisa de Claudio Falcão

Neste sábado à tarde a equipe adulta de futsal do Botafogo/Casa de España conquistou de forma invicta o título da Super Liga Futsal Rio. Trata-se de uma conquista inédita para o Alvinegro.

Vejam abaixo alguns detalhes da campanha:

Semifinais:
15/11 - Botafogo/Casa de España 3 x 2 São Cristóvão F.R.
Local: Olaria A.C.
Gols do Botafogo: Dudu, Marquinhos e Rafael Pazos.
17/11 - Botafogo/Casa de España 3 x 1 São Cristóvão F.R.
Local: Olaria A.C.
Gols do Botafogo: Vítor Magrão, Gabriel e Marquinhos.

Finais:
04/12 - Botafogo/Casa de España 2 x 2 Universidade Severino Sombra/Vassouras
Local: Olaria A.C.
Gols do Botafogo: Marcelinho e Vítor Magrão.
11/12 - Botafogo/Casa de España 3 x 2 Universidade Severino Sombra/Vassouras
Local: Olaria A.C.
Gols do Botafogo: Vítor Magrão e Dudu (2).
Equipe do Botafogo que iniciou a partida decisiva: Rafael Pazos, Vítor Magrão (capitão), Marquinhos, Marcelinho e Gabriel. Banco: Piu, Leco, Saulo, André Béier, Antony, Dudu e Hélcio.
Técnico: Maurício Souza.

Foram premiados os atletas alvinegros Saulo (artilheiro da competição) e Rafael Pazos (melhor goleiro).

[Fontes: site oficial do Botafogo F.R. e http://www.superligafutsalrio.com.br/.]

sábado, 11 de dezembro de 2010

Conquistas do Botafogo no Futebol em 1996 (III)

pesquisa de Pedro Varanda

Passamos agora à fase internacional dos troféus conquistados pelo Botafogo no futebol em 1996, iniciando pela Copa Nippon Ham, disputada em partida única em Osaka (Japão).


COPA NIPPON HAM
BOTAFOGO 3 X 1 CEREZO OSAKA
Data: 27/07/1996
Local: Nagai Stadium, Osaka
Público: 25.078
Árbitro: K. Kakihana
Assistentes: N. Ishiyama e T. Kunori
Competição: Copa Nippon Ham
Gols: Yokoyama, aos 17', Túlio, aos 25' e Souza, aos 32' (1º tempo); Zé Carlos, aos 45' (2º tempo)
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Grotto e Jefferson; Souza, Otacílio, Marcelo Alves (França) e Bentinho; Sorato (Zé Carlos) e Túlio. Técnico: Ricardo Barreto
Cerezo Osaka: Gilmar, Minamoto (Kizawa), Kawamae, Murata e Kanda; Kajino, Morishima (Koga), Nishizawa e Yokoyama (Misaki); Yonekura e Narcízio. Técnico: ?
Obs.: 1) Inauguração do Nagai Stadium; 2) Estreia de José Carlos Santos da Silva (Zé Carlos); 3) O Botafogo conquistou a Nippon Ham Cup.

[Fonte: Departamento de Futebol do Botafogo F.R. (Rodrigo Henriques e José Henriques).]

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Feliz Aniversário!

por Claudio Falcão

A data de hoje nos traz à lembrança a fusão do Club de Regatas Botafogo com o Botafogo Football Club, ocorrida há 68 anos, dando origem à nossa paixão maior, o Botafogo de Futebol e Regatas.

No corrente ano tivemos a alegria da reconquista do Campeonato Estadual de Futebol, que nos fugira nas três últimas temporadas, e coincidentemente cem anos após o glorioso título de 1910; da melhor colocação obtida no Campeonato Brasileiro depois do título máximo em 1995, o sexto lugar, muito embora insuficiente para nos levar à disputa da Copa Libertadores da América, e da convocação de um jogador para o selecionado nacional, o goleiro Jefferson, depois de vários anos 'passando em branco'.

Outro grande motivo de satisfação foi o de vermos o soerguimento do nosso Remo, que obteve a pontuação máxima no Campeonato Brasileiro Aberto, e a brilhante participação de sete atletas alvinegros na seleção brasileira, todos medalhistas, na disputa do Sul-Americano do esporte.

E que venha o próximo ano para cobrir de novas glórias o nosso Clube!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Conquistas do Botafogo no Futebol em 1996 (II)

pesquisa de Pedro Varanda

Continuando com as postagens a respeito dos troféus conquistados pelo Botafogo no futebol profissional em 1996, hoje chegou a vez da Copa Rio-Brasília.

COPA RIO-BRASÍLIA
12/07 - Sobradinho (DF) 1 x 1 Botafogo
14/07 - Botafogo 2 x 0 Vasco da Gama (RJ)
Obs.: Vasco da Gama x Sobradinho não foi realizado.

SOBRADINHO 1 X 1 BOTAFOGO
Data: 12/07/1996
Local: Augustinho Lima, Sobradinho (DF)
Árbitro: Sérgio Carvalho
Assistentes: Jamir Garcez e Denzimar Conceição
Competição: Copa Rio-Brasília
Gols: Bentinho, aos 38' (1º tempo) e Oliveira, aos 38' (2º tempo)
Botafogo: Alex Guimarães, Wilson Goiano, Alemão, Jefferson e André Silva; Souza, Otacílio, Marcelo Alves (Julinho) e Bentinho; Mauricinho e Túlio (Marcos Aurélio). Técnico: Ricardo Barreto
Sobradinho: Arílson, Alexandre (Sílio), Fabiano, Alessandro e Edílson; Arcelino, Oliveira (Júnior Goiano), Dedé (Pardal) (Túlio) e Dejair; Dimba e Antônio Júnior. Técnico: Dé
Obs.: Túlio atuou no 2º tempo pelo Sobradinho F.C.
Fonte: Botafogo F.R.

BOTAFOGO 2 X 0 VASCO DA GAMA
Data: 14/07/1996
Local: Mané Garrincha, Brasília
Árbitro: Luciano Augusto de Almeida
Competição: Copa Rio-Brasília (decisão)
Gols: Túlio, aos 27' (1º tempo) e Bentinho, de cabeça, aos 13' (2º tempo)
Botafogo: Carlão, Wilson Goiano, Alemão, Jefferson e André Silva; Souza, Otacílio, Marcelo Alves (Niki) e Bentinho; Mauricinho e Túlio. Técnico: Ricardo Barreto
Vasco da Gama: Carlos Germano, Bruno Carvalho, Sídnei (Sandro), Alex e Cássio; Leandro, Luisinho, Juninho Pernambucano e Válber (Vítor); Alessandro (Brener) e Gian (Pedro Renato). Técnico: Carlos Alberto Silva
Obs.: 1) Juninho Pernambucano, do Vasco, cobrou um pênalti no travessão; 2) Botafogo, campeão da Copa Rio-Brasília.
Fontes: Botafogo F.R. e Rede Bandeirantes

sábado, 4 de dezembro de 2010

Conquistas do Botafogo no Futebol em 1996 (I)

Após o título do Campeonato Brasileiro em 1995, o Botafogo conquistou diversos troféus em torneios disputados no ano seguinte, muito embora o objetivo maior, que era o título da Taça Libertadores da América, não tivesse sido alcançado.

Iniciamos hoje uma abordagem a respeito dos troféus conquistados pelo Glorioso em 1996.

pesquisa de Pedro Varanda

CAMPEONATO (TORNEIO) MUNICIPAL (TAÇA CIDADE MARAVILHOSA)

Gonçalves e Wilson Gottardo erguem os troféus conquistados
na disputa do Campeonato Municipal de 1996, estando a
Taça Cidade Maravilhosa nas mãos de Gonçalves

28/01 - Botafogo 3 x 1 América
04/02 - Botafogo 2 x 0 Fluminense
06/02 - Botafogo 2 x 0 Olaria
17/02 - Botafogo 5 x 3 Vasco da Gama
25/02 - Botafogo 4 x 0 Bangu
29/02 - Botafogo 3 x 0 Madureira
03/03 - Botafogo 2 x 2 Flamengo

JOGO DO TÍTULO:
BOTAFOGO 3 X 0 MADUREIRA
Data: 29/02/1996
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Público: 22.962 pagantes
Árbitro: Ubiraci Damásio de Oliveira
Competição: Taça Cidade Maravilhosa (Torneio Municipal)
Gols: Josecler (contra) e Dauri, no 1º tempo e Jamir, no 2º tempo
Botafogo: Wagner (Carlão), Perivaldo (Silas), Wilson Gottardo, Gonçalves e Jefferson; Jamir, Uidemar, Moisés e Dauri; Bentinho (Paulo Roberto Prestes) e Túlio Maravilha. Técnico: Marinho Peres
Madureira: Acácio (Artur), Germano, Marçal, Dedé e Josecler (Clei); Pedro Paulo, Bonamigo, Eduardo e Robinho (Wellington); Gílson e Magno. Técnico: Nelsinho
Obs.: 1) Jefferson e Dedé foram expulsos; 2) Além da Taça Cidade Maravilhosa (Torneio Municipal), o Alvinegro conquistou também a Taça Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

Artilheiro da Competição: Túlio Maravilha (Botafogo), 10 gols.

CLASSIFICAÇÃO:
Botafogo (campeão invicto), 19 PG
2º Madureira (vice), 14 PG
3º Flamengo, 13 PG
4º Vasco da Gama , 11 PG
5º Fluminense, 8 PG
6º Bangu, 7 PG
7º América, 2 PG
8º Olaria, 2 PG

ATUARAM PELO BOTAFOGO:
Sebastião Wagner de Souza e Silva, 7 jogos.
Marcelo Gonçalves Costa Lopes, 7.
Moisés do Nascimento Monteiro, 7.
Dauri de Amorim, 7.
Túlio Humberto Pereira Costa, 7.
Wilson Roberto Gottardo, 6.
Jamir Adriano Paz Gomes, 6.
Uidemar Pessoa de Oliveira, 6.
Silas Maciel Pereira, 6.
Antônio Bento dos Santos (Bentinho), 5.
Cristiano Grotto, 5.
Jefferson Vieira da Silva, 5.
Maurício Poggi Villela (Mauricinho), 5.
Paulo Roberto de Araújo Prestes, 4.
Luiz Carlos Ribeiro Vargas (Perivaldo), 3.
Márcio Paraíso Theodoro, 3.
Valtemir Teles de Souza, 3.
Marcelo Alves Damasceno, 2.
Joubert Araújo Martins (Beto), 2.
Carlos Gibowski (Carlão), 1.
Júlio César Gouveia Vieira (Julinho), 1.
Total: 21 jogadores.
Técnico: Mário Peres Ulibarri (Marinho Peres).

ARTILHEIROS:
Túlio, 10 gols.
Dauri, 3.
Bentinho, 2.
Mauricinho, 1.
Beto, 1.
Wilson Gottardo, 1.
Jamir, 1.
Jefferson, 1.
Josecler (contra), 1.
Total: 21 gols.

[Fontes: Botafogo F.R., FERJ, Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, O Dia e O Globo.]

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Desempenho de Atletas Botafoguenses no Campeonato Sul-Americano de Remo 2010

pesquisa de Claudio Falcão

Excelentes resultados obtiveram atletas botafoguenses, integrantes da equipe brasileira, no campeonato sul-americano de remo disputado nos últimos sábado e domingo, 27 e 28 de novembro, na cidade de Concepción (Chile).

Medalhas de ouro em duas provas:
= Single skiff Sub-23, com Aílson Eráclito e
= Oito com Sênior A, sendo integrantes da guarnição os botafoguenses Cláudio Geovani (timoneiro), Aílson Eráclito, Anderson Nocetti, Armando Max e Célio Dias Amorim.

Medalhas de prata em quatro provas:
= Double skiff Júnior, com Marciel Souza e Victor Tavola;
= Quatro sem Sênior A, com a participação dos remadores alvinegros Aílson Eráclito e Anderson Nocetti;
= Dois sem Sênior A, com Aílson Eráclito e Anderson Nocetti e
= Quatro sem Júnior, contando com o remador botafoguense Victor Tavola.

E o treinador do Botafogo, Alexandre Monteiro, o "Xoxô", integrou a comissão técnica do Brasil.

Ressalte-se ainda que uma remadora alvinegra, a paraguaia Gabriela Benitez, conquistou duas medalhas para o seu país (ouro no double skiff sub-23 e prata no single skiff sub-23).

[Fonte: site oficial do Botafogo F.R.]

sábado, 27 de novembro de 2010

Botafogo Campeão do Torneio de Futebol Eduardo Paes - 1994

pesquisa de Pedro Varanda

Em 1994 o Botafogo conquistou o Torneio Triangular Eduardo Paes, disputado no campo do Barra da Tijuca F.C., no Rio de Janeiro.

O 'capitão' Wilson Gottardo ergue o troféu de campeão
do Torneio Eduardo Paes (foto: Jornal dos Sports)

TRIANGULAR INTERNACIONAL EDUARDO PAES - 1994
23/07 - Barra da Tijuca (BRA) 3 X 0 União da Ilha da Madeira (POR)
31/07 - Botafogo (BRA) 1 x 0 Barra da Tijuca (BRA)
02/08 - União da Ilha da Madeira (POR) 0 x 1 Botafogo (BRA)

COLOCAÇÃO:
Botafogo (campeão) - 4 PG
2º Barra da Tijuca - 2 PG
3º União da Ilha da Madeira - 0 PG

BOTAFOGO 1 X 0 BARRA DA TIJUCA F.C.
Data: 31/07/1994
Local: Campo do Barra da Tijuca, Rio de Janeiro
Árbitro: Marcos Vinícius Sá Freire
Assistentes: Fernando Alberto e Augusto Torres
Competição: Triangular Internacional Eduardo Paes
Botafogo: Wagner, Germano, Wilson Gottardo, Márcio Theodoro e Clei; Moisés, Pardal, Beto e Sérgio Manoel; Róbson e Marcos Paulo. Técnico: Renato Trindade
Barra da Tijuca: Vágner, Xande, Luís Cláudio, Tostão e Serginho; Mauro, Maciel, Júnior (Tuca) e Gustavo; James (Cristiano) e Dílson. Técnico: Danilo Alves
Gol: Clei, aos 19' (2º tempo)
Obs.: Tuca, irmão de Bebeto (José Roberto Gama de Oliveira).
Fontes: Botafogo F.R. e Jornal dos Sports

BOTAFOGO 1 X 0 UNIÃO DA ILHA DA MADEIRA (POR)
Data; 02/08/1994
Local: Campo do Barra da Tijuca, Rio de Janeiro
Árbitro: José Maurício Santos
Competição: Triangular Internacional Eduardo Paes (Botafogo campeão)
Botafogo: Wagner, Robinho, Wilson Gottardo, Márcio Theodoro e Clei (Jânderson "Pardal"); Moisés, Nélson, Beto e Sérgio Manoel; Róbson e Marcos Paulo (Batata). Técnico: Renato Trindade
União de Funchal (Ilha da Madeira): Zivanovie, Nelinho, Dragan, Germano e Leonardo; Joílton, Rodrigo (Márcio Luiz), Jokanovi e Robert (Pedro Paulo); Simic e Lepi (Tico). Técnico: Ernesto Paulo
Gol: Batata, aos 26' (2º tempo)
Obs.: Nelinho e Sérgio Manoel foram expulsos.
Fontes: Botafogo F.R. e Jornal dos Sports

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Silvina das Graças Pereira, Grande Vulto do Atletismo Botafoguense

pesquisa de Claudio Falcão

Silvina das Graças Pereira

Nascida na cidade fluminense de Vassouras a 31 de outubro de 1948, Silvina chegou ao Botafogo no ano de 1965, trazida pelo então diretor de atletismo Brigadeiro Lessa, que a vira competindo nos Jogos Infantis. Na ocasião residia com a família na Mangueira e cursava o 2º ano do antigo curso ginasial no Colégio John Kennedy. Posteriormente transferiu-se para o Colégio Arte e Instrução, em Cascadura, onde conseguira uma bolsa de estudos. Seu técnico no Botafogo era Aílton da Conceição.

Tricampeã carioca de atletismo pelo Botafogo (1965-1966-1967), foi como atleta do Glorioso que competiu pelo Brasil no Campeonato Sul-Americano de Atletismo em Quito, Equador (1969), quando conquistou quatro medalhas de ouro, além do título de campeã, tendo se consagrado como a melhor atleta do campeonato. Também esteve em ação nos Jogos Pan-Americanos de Cáli (1971), onde obteve a medalha de prata no salto em distância, com a marca de 6,35m e no Pan-Americano da Cidade do México (1975), onde conquistou a medalha de bronze nos 200m rasos, com o tempo de 23"17 (recorde sul-americano). Atleta olímpica, participou dos Jogos de Montreal (1976), onde competiu nas provas dos 200m rasos e do salto em distância, não logrando, no entanto, a conquista de medalha.

Silvina, em 1975 (foto: O Globo)

Laureada com o título de emérita do Botafogo de Futebol e Regatas em dezembro de 1967, é detentora da Medalha de Mérito da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

Ex-professora de Língua Portuguesa do CEFET/RJ.

Fontes:
Jornal do Brasil, de 13/09/1967;
Jornal do Brasil, de 16/10/1969;
Jornal do Brasil, de 17/10/1975;
Botafogo o Glorioso - Uma História em Preto e Branco, de Braz Pepe, Luiz Felipe de Miranda e Ney Oscar de Carvalho; Rio de Janeiro - 1996, pág. 118;

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Em 1985 o Botafogo conquistou a Philips Cup no Futebol Profissional

pesquisa de Claudio Falcão e Pedro Varanda

A delegação de futebol profissional do Botafogo viajou em 1985 para a Suíça, onde o Alvinegro conquistou a Philips Cup, que também ficou conhecida entre nós como o Torneio de Berna.


Assim se desenrolou a competição:

31/07 - Young Boys (SUÍ) 1 x 2 Botafogo (BRA)
31/07 - Borussia Mönchengladbach (ALE) 0 x 0 Servette (SUÍ)
Nos pênaltis: Borussia Mönchengladbach 3x2
02/08 - Servette (SUÍ) 2 x 3 Young Boys (SUÍ)
02/08 - Botafogo (BRA) 5 x 0 Borussia Mönchengladbach (ALE)

Colocação:
Botafogo (campeão) - 4 PG
2º Borussia Mönchengladbach (vice) - 2 PG
3º Young Boys - 2 PG
4º Servette - 1 PG

31/07 - Botafogo 2 x 1 B.S.C. Young Boys (Suíça)
Gols: Baltazar (2), aos 15' e 25' e Lunde, aos 44' (todos no 2º tempo)
Equipe: Luiz Carlos, Josimar, Marinho, Oswaldo e Wagner Pepeta; Alemão, Elói e Renato (Ademir Fonseca); Baltazar, Petróleo (Berg) e Antônio Carlos

02/08 - Botafogo 5 x 0 Borussia Mönchengladbach (Alemanha)
Gols: Baltazar (2), Petróleo, Elói e Alemão
Botafogo: Luiz Carlos, Josimar, Marinho, Oswaldo (Leiz) e Wagner Pepeta; Alemão, Elói e Renato; Baltazar, Petróleo e Antônio Carlos (Helinho)
Borussia Mönchengladbach: Sude, Bruns, Borowka, Drehsen e Frontzeck; Rahn, Lienen (Krauss) e Hochstaetter; Hannes, Mill e Criens (Pinkall)

Técnico: Abel Braga

[Fontes: Botafogo F.R., O Globo, Jornal do Brasil e Jornal dos Sports.]

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Botafogo Campeão Carioca (Tri) de Basquetebol Adulto Masculino de 1968

pesquisa de Claudio Falcão

Mesmo com a perda de dois importantes jogadores titulares da campanha de 1967, Barone e Edinho, que se transferiram para o Vasco da Gama, bem como do técnico Tude Sobrinho, que foi para o Fluminense, o Botafogo conquistou o tricampeonato carioca de basquetebol adulto masculino em 1968.

Elenco de 1968: em pé - Rogério, Aurélio, Peixotinho, Luís Amaro,
Válter, João e Cianela; agachados - Marcelo, César, Ilha, Vágner e Érico

Esta foi a campanha:

Turno:
Botafogo 65 x 47 América F.C.
Botafogo 64 x 50 Tijuca T.C.
Botafogo 54 x 34 C. Municipal
Botafogo 61 x 64 Fluminense F.C.
Botafogo 77 x 71 C.R. Flamengo
25/11 - Botafogo 66 x 68 C.R. Vasco da Gama (no América F.C.)

Returno:
Botafogo 80 x 46 América F.C.
Botafogo 66 x 49 Tijuca T.C.
09/12 - Botafogo 78 x 61 C.R. Flamengo (no Tijuca T.C.)
Botafogo 80 x 77 Fluminense F.C.
20/12 - Botafogo 72 x 62 C.R. Vasco da Gama (no C. Municipal)
Botafogo 84 x 57 C. Municipal

Melhor de Três:
17/01/1969 - Botafogo 49 x 47 C.R. Vasco da Gama (no Maracanãzinho)
Jogaram e marcaram para o Botafogo: Ilha (19), Aurélio (14), Válter (6), Peixotinho (4), Luís Amaro (4), César (2) e Cianela.

21/01/1969 - Botafogo 53 x 57 C.R. Vasco da Gama (na prorrogação, após 48 x 48 no tempo regulamentar) (no Maracanãzinho)
Jogaram e marcaram para o Botafogo: Ilha (17), César (12), Aurélio (8), Peixotinho (6), Cianela (4), Válter (4), Luís Amaro (2), Érico e Rogério.

24/01/1969 - Botafogo 59 x 55 C.R. Vasco da Gama (no Maracanãzinho)
Jogaram e marcaram para o Botafogo: César (23), Ilha (11), Peixotinho (11), Aurélio (8), Válter (4), Érico (2), Luís Amaro e Rogério.

Elenco (com a numeração da camiseta):
4 - Ilha
5 - João (Vágner)
6 - Érico
7 - Luís Amaro
8 - Rogério
9 - Português
10 - Aurélio
11 - Marcelo
12 - César
13 - Válter
14 - Cianela
15 - Peixotinho

Time base: Ilha, Aurélio, César, Válter e Peixotinho.

Técnico: Epaminondas José Leal Filho.

[Fontes: Jornal do Brasil, de 17/01, 18/01, 22/01, 25/01 e 26/01/1969 e O Globo, de 21/01, 22/01 e 25/01/1969.]

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Botafogo Campeão Carioca (Bi) de Basquetebol Adulto Masculino de 1967

pesquisa de Claudio Falcão

No ano de 1967 o Botafogo sagrou-se campeão carioca de basquetebol adulto masculino, título que já conquistara no ano anterior e que se repetiria em 1968, constituindo-se em um glorioso tricampeonato.

Vamos à campanha de 1967:

Turno:
11/09 - Botafogo 65 x 38 A.A. Vila Isabel (c)
13/09 - Botafogo 82 x 28 Riachuelo T.C.
15/09 - Botafogo 85 x 45 Grajaú T.C. (c)
18/09 - Botafogo 89 x 51 C. Municipal (f)
20/09 - Botafogo 93 x 54 América F.C. (c)
22/09 - Botafogo 87 x 49 S.C. Mackenzie (c)
25/09 - Botafogo 71 x 63 Fluminense F.C., na prorrogação (no Tijuca T.C.)
Atuaram e marcaram pelo Botafogo: Barone (15), Ilha (20), César (13), Peixotinho (9), Cianela (8), Edinho (6), Luís e Renato.
29/09 - Botafogo 74 x 43 Tijuca T.C. (f)
02/10 - Botafogo 62 x 57 C.R. Flamengo (no Tijuca T.C.)
Atuaram e marcaram pelo Botafogo: Aurélio (22), César (16), Barone (10), Ilha (8), Cianela (4) e Peixotinho (2).
06/10 - Botafogo 73 x 67 C.R. Vasco da Gama (no Tijuca T.C.)
Atuaram e marcaram pelo Botafogo: Ilha (32), Barone (12), Edinho (11), Aurélio (6), César (6), Peixotinho (3), Franklin (2), Claudius (1), Cianela, Luís Amaro, Zé Antônio e Raimundo.

Returno:
20/10 - Botafogo 79 x 49 Riachuelo T.C. (f)
23/10 - Botafogo 65 x 36 A.A. Vila Isabel (f)
27/10 - Botafogo 95 x 61 América F.C. (no Tijuca T.C.)
30/10 - Botafogo 84 x 50 C. Municipal (no Tijuca T.C.)
03/11 - Botafogo 59 x 38 Tijuca T.C. (no C. Municipal)
06/11 - Botafogo 69 x 31 S.C. Mackenzie (f)
10/11 - Botafogo 60 x 35 Grajaú T.C. (no Maracanãzinho)
13/11 - Botafogo derrotou o Fluminense F.C. (no Maracanãzinho)
17/11 - Botafogo 71 x 52 C.R. Flamengo (no Maracanãzinho) - JOGO DO TÍTULO
Atuaram e marcaram pelo Botafogo: Ilha (2), Aurélio (6), Barone (16), Cianela (8), César (18), Edinho (12), Peixotinho (4), Luís Amaro (5), Franklin, Conde, Renato e Claudius.
20/11 - Botafogo 71 x 82 C.R. Vasco da Gama (no Tijuca T.C.) - única derrota
Atuaram e marcaram pelo Botafogo: Edinho (24), Barone (15), Peixotinho (14), Aurélio (10), Luís Amaro (5), Franklin (2), Ilha (1), Conde e Renato.

Classificação final:
1º Botafogo (bicampeão) - 41 PG
2º Vasco da Gama (vice) - 40 PG
3º Flamengo - 37 PG
4º Fluminense - 34 PG
Obs.: para todos os clubes foram computados pontos relativos a confrontos com o Olaria A.C., que desistiu de disputar a competição.

Elenco (com a numeração da camiseta):
4 - Ilha
5 - Raimundo (Conde)
6 - Claudius
7 - Luís Amaro
8 - Franklin
9 - Peixotinho
10 - Aurélio
11 - Barone
12 - Zé Antônio (Renato)
13 - Edinho
14 - Cianela
15 - César
Técnico: Tude Sobrinho

[Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports.]

Atletas e número de participações:
Luís Carlos Peixoto (Peixotinho) - 20 jogos
José Luís Ilha Alves Pereira - 19
César Augusto Sebba - 19
José Carlos Cianela - 19
Édson de Almeida Ramos (Edinho) - 19
Carlos Barone Neto - capitão - 18
Luís Amaro Calazans Veiga - 18
Aurélio Tomassini - 14
Raimundo Grossi - 13
Claudius Devoto - 13
José Antônio Oliveira Ribeiro Gonçalves (Zé Antônio) - 12
Renato Serra Alves Pereira - 11
Ricardo Vieira Meireles - 11
Franklin Pimentel - 10
Ricardo Conde - 4
Técnico: José (Fernandes) Tude Sobrinho.

[Fonte: Jornal dos Sports, de 26/11/1967 - coluna Botafogo Dia a Dia.]

domingo, 7 de novembro de 2010

O Botafogo no(s) Sul-Americano(s) de Basquetebol Masculino de 1967

pesquisa e texto de Claudio Falcão

Há muito tempo ouve-se que "há coisas que só acontecem ao Botafogo". Já me perguntaram sobre a origem do 'dito popular', porém não soube e ainda não sei responder. Porém creio que o que passo a narrar a seguir poderia se enquadrar perfeitamente na conhecida citação.

Ao conquistar em 1º de abril de 1967 o título da Taça Brasil de Clubes Campeões de Basquetebol Masculino, o Botafogo credenciou-se a disputar em Antofagasta (Chile) o Campeonato Sul-Americano extra daquele mesmo ano. Já li em algumas publicações (1 - O Glorioso, nº 2, agosto/1975; 2 - Catálogo da 1ª Mostra dos Troféus do Botafogo de Futebol e Regatas, 19 de junho de 1977; 3 - MERCKado Médico, nº 65, maio/1991 - entrevista com o ex-jogador dr. Raimundo Grossi) que o Clube Alvinegro conquistara o Sul-Americano de Basquete de 1967.

Elenco do Botafogo em 1967 (foto: O Globo)

No entanto, em pesquisas que fiz na coleção do Jornal dos Sports encontrei o que se segue, em transcrição literal (os destaques em negrito no texto são meus).

Jornal dos Sports - 3ª feira, 05/09/1967, pág. 2

BOTAFOGO DIA A DIA

Nosso Basquete em Antofagasta

Pela Varig, voo 862, chega hoje, às 21 horas, a Rio, sob a chefia do dirigente Mauro Palmeiro, a última parte da delegação que representou o BOTAFOGO no recente Torneio dos Clubes Campeões Sul-americanos de Basquete, em Antofagasta, no Chile.
Domingo, à noite, retornaram alguns atletas e o técnico Tude Sobrinho, entregando imediatamente ao Presidente Nei Palmeiro, que os aguardava no Galeão, um bonito bronze, simbolizando o Caçador Chileno, a que fez jus nossa representação por se haver colocado em terceiro lugar no certame.
O feito da equipe botafoguense ganha especial realce quando se considera que três de seus mais destacados integrantes, César, Edinho e Peixotinho, não puderam ir a Antofagasta, requisitados que se acham para a seleção universitária brasileira que atua em Tóquio, e ainda que outro titular da equipe, Aurélio, teve que retornar ao Brasil antes de cumpridos os três últimos compromissos, sendo que na partida final, por força de suspensão imposta a Oto e Marcelo, o BOTAFOGO ficou reduzido a oito jogadores: Barone, Ilha, Cianela, Franklin, Luís Amaro, Raimundo, José Antônio e Claudius.
Note-se também que as demais equipes eram verdadeiras seleções e que as arbitragens nos foram desfavoráveis.
Mesmo assim obteve o BOTAFOGO três expressivas vitórias: contra o clube Cidade Nova, do Paraguai, por 66 a 47, contra o Ingavi, da Bolívia, por 62 a 58 e contra o Selecionado de Antofagasta, por 62 a 58, sendo derrotado no segundo jogo, pelo João Batista Alberdi, da Argentina, por 75 a 74, e nos dois últimos compromissos, contra o Tomás Bata, de Santiago, campeão do Torneio, por 61 a 58, e contra o Welcome, do Uruguai, por 77 a 66.
Ainda no Galeão, o técnico Tude Sobrinho assegurou ao Presidente do BOTAFOGO que a equipe encontra-se em condições de defender com galhardia seu título de campeã no campeonato carioca de basquete, já em sua fase inicial.

Foi a primeira 'ducha de água fria', porém não a única. Vejam este noticiário do Jornal do Brasil (mais uma vez destaquei alguns detalhes em negrito).

Jornal do Brasil - 4ª feira, 13/09/1967, pág. 18

Tude acredita que título possa ficar com Botafogo

- Acredito que temos plenas possibilidades de conquistar o Campeonato Sul-Americano oficial, em outubro, caso nosso elenco não sofra desfalques até lá e conte com Peixotinho, César e Edinho, que não puderam ir ao Chile - declarou o técnico Tude Sobrinho, responsável pela equipe de basquetebol masculino do Botafogo, colocada em 3º lugar no recente Sul-Americano Extra, em Antofagasta.

E mais adiante:

- Mesmo desfalcados de Peixotinho, Edinho, César e Aurélio, este nos três encontros finais, conseguimos chegar em 3º lugar, ...

Confirmou-se assim que o Botafogo colocou-se em terceiro lugar no Sul-Americano extra do Chile, mas 'enxergou-se uma luz no fim do túnel', com a declaração de Tude Sobrinho de que haveria em outubro um Sul-Americano "oficial". De fato, ao retornar do Chile, os dirigentes alvinegros passaram a pleitear o patrocínio do Campeonato Sul-Americano de Clubes Campeões, que seria realizado no Rio de Janeiro, pois daqui saíra o último campeão da Taça Brasil. Os dias foram passando, com a equipe do Glorioso disputando o Campeonato Carioca, do qual viria a ser campeã, mais precisamente bicampeã, quando, também no Jornal do Brasil, publicou-se uma nota 'pra lá' de esclarecedora (novamente destaquei em negrito alguns detalhes do texto).

Jornal do Brasil - 4ª feira, 25/10/1967, pág. 18

BOTAFOGO CAMPEÃO

Em ofício recebido da Comissão de Zona da FIBA, a Confederação Brasileira de Basquetebol teve comunicação oficial de que o Botafogo foi designado campeão sul-americano de clubes campeões, por falta de outros concorrentes ao certame, que seria efetivado no Rio, sob o patrocínio do próprio Botafogo.
Em consequência, o atual campeão carioca e brasileiro não precisou jogar para habilitar-se a representar a América do Sul no III Campeonato Mundial de Clubes, previsto para janeiro próximo, nos Estados Unidos.

Creio que mais uma vez pode-se concluir que "há coisas que só acontecem ao Botafogo", pois fomos proclamados campeões sul-americanos de basquetebol masculino de 1967 'por decreto', ou seja, sem disputar uma só partida.

E em janeiro de 1968, reforçado do 'gigante' pivô do basquetebol paulista Emil Rached, com seus 2,23m, porém já sem o excelente jogador Oto, que havia disputado o sul-americano do Chile e que se transferira para a S.E. Palmeiras, o Glorioso partiu para os Estados Unidos, onde, na cidade de Philadelphia, seria realizado o Mundial. O certame contava com a participação da equipe do Goodyear, de Akron (USA), campeão da competição em 1967; do Real Madrid, campeão europeu; do Simmenthal, de Milão (Itália), vice-campeão europeu; além do nosso Botafogo.

Estreamos contra o poderoso Goodyear, no dia 04 de janeiro, sendo derrotados por 84 x 52, saindo da disputa do título, e disputamos em 06 de janeiro o terceiro lugar contra o Simmenthal, que perdera para o Real Madrid, sendo o Alvinegro derrotado por 82 x 54, classificando-se em quarto lugar.

Jogaram e marcaram para o Botafogo:
04/01 - Goodyear 84 x 52 Botafogo
Emil (10), Cianela (8), César (8), Conde (7), Peixotinho (5), Barone (4), Ilha (4), Edinho (4), Luís Amaro (2) e Aurélio.
06/01 - Simmenthal 82 x 54 Botafogo
Emil (13), Conde (11), Barone (10), César (8), Edinho (6), Peixotinho (2), Ilha (2) e Cianela (2).

Foi esta a classificação final do III Campeonato Mundial de Clubes Campeões de Basquetebol Masculino (USA - 1968):

1º Goodyear (bicampeão) - 2 vitórias
2º Real Madrid (vice) - 1 vitória e 1 derrota
3º Simmenthal - 1 vitória e 1 derrota
4º Botafogo F.R. - 2 derrotas

[Fontes: Jornal do Brasil, de 03/01, 05/01, 06/01 e 13/01/1968 e O Globo, de 06/01 e 08/01/1968.]

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Em 1963 o Botafogo conquistou no Futebol o Torneio de Paris

pesquisa de Claudio Falcão e Pedro Varanda


Em junho de 1963 o Botafogo conquistava o seu primeiro título de futebol em terras europeias, o Torneio de Paris, como veremos a seguir:

11/06 - Racing de Paris (FRA) 2 x 1 Ujpest Dozsa (HUN)
11/06 - Anderlecht (BÉL) 0 x 1 Botafogo (BRA)
13/06 - Ujpest Dozsa (HUN) 0 x 2 Anderlecht (BÉL)
13/06 - Botafogo (BRA) 3 x 2 Racing de Paris (FRA)

Classificação:
Botafogo (campeão) - 4 PG
2º Racing de Paris (vice) - 2 PG
3º Anderlecht - 2 PG
4º Ujpest Dozsa - 0 PG

BOTAFOGO 1 x 0 R.S.C. ANDERLECHT (Bélgica)
Data: 11/06/1963
Local: Parc des Princes, Paris
Público: 15.000
Gol: Amarildo, de cabeça, aos 15' (2º tempo)
Botafogo: Manga, Paulistinha, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Zagallo; Garrincha, Jair Bala, Amarildo e Quarentinha
Anderlecht: Trappaniers, Heylens e Verbiest; Lippens, Cornelis e Jurion; Hanon, Janssen, Van Himst, Stockmann e Puis

BOTAFOGO 3 x 2 RACING DE PARIS (França)
Data: 13/06/1963
Local: Parc des Princes, Paris
Público: 20.000
Gols: Quarentinha, aos 16', Jair Bala, aos 18' (1º tempo); Milutinovic, aos 16', Heutte, aos 33' e Amarildo, aos 40' (2º tempo)
Botafogo: Manga, Paulistinha, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Zagallo; Garrincha, Jair Bala, Amarildo e Quarentinha. Técnico: Danilo Alvim
Racing: Taillandier, Lelong, Bidin e Polrot; Bollini e Mahjub; Heutte, Senac, Milutinovic, Van Sam e Charpentier. Técnico: ?

[Fontes: Jornal do Brasil, de 14/06/1963; O Globo e Revista Botafogo, nº 202, de setembro/1963.]

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Aída dos Santos, Grande Destaque do Atletismo Botafoguense e Brasileiro

pesquisa de Claudio Falcão


Aída dos Santos certamente foi a maior expressão do atletismo botafoguense em todos os tempos. Seu nome completo é Aída dos Santos Menezes, tendo nascido em Niterói (RJ) a 1º de março de 1937.

Sagrou-se em novembro de 1971 decacampeã carioca no pentatlo, sendo nos dois primeiros anos competindo pelo C.R. Vasco da Gama e nos oito anos seguintes defendendo as cores do Botafogo F.R. [O Globo - Edição Esportiva, 15/11/1971 - pág. 10.]

Como atleta botafoguense competiu nos Jogos Olímpicos de Tóquio (1964), classificando-se em quarto lugar na prova do salto em altura, com a marca de 1,74m, sendo a única mulher (atleta) na delegação brasileira. Participou também das Olimpíadas do México (1968), alcançando o 20º lugar no pentatlo (4.578 pontos) - recorde sul-americano.

Esteve presente nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg - Canadá (1967) e de Cáli - Colômbia (1971), em ambas as ocasiões obtendo a medalha de bronze no pentatlo (4.531 e 3.887 pontos, respectivamente), representando de forma admirável o Alvinegro carioca.

Graduada em Educação Física e em Pedagogia, foi professora da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal Fluminense, cuja pista de atletismo leva o seu nome. A Profª Aída é mãe da atleta de voleibol Valeska dos Santos Menezes (Valeskinha). Foi laureada com o título de emérita do Botafogo de Futebol e Regatas (1966) e de benemérita em 1995, mantendo desde 2006 na região de Niterói-São Gonçalo o Instituto Aída dos Santos, voltado para a prática de atletismo e voleibol para crianças. Também em 2006 foi homenageada com o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, por sua importância como atleta.

Fontes:

domingo, 24 de outubro de 2010

No Futebol o Botafogo foi Campeão do Torneio da Amizade (Veracruz/México) - 1990

pesquisa de Claudio Falcão e Pedro Varanda


Disputado em 1990 na cidade mexicana de Veracruz e contando com a participação do tradicional Real Madrid, que surpreendentemente terminou a competição em quarto e último lugar, o Botafogo conquistou o Torneio da Amizade, cujos detalhes seguem adiante:

27/05 - Veracruz (MÉX) 0 x 2 Botafogo (BRA)
31/05 - UNAM (MÉX) 3 x 2 Real Madrid (ESP)
02/06 - Botafogo (BRA) 2 x 0 UNAM (MÉX)
02/06 - Real Madrid (ESP) 2 x 4 Veracruz (MÉX)

COLOCAÇÃO:
Botafogo (campeão) - 4 PG
2º UNAM (vice) - 2 PG
3º Veracruz - 2 PG
4º Real Madrid - 0 PG

BOTAFOGO 2 x 0 VERACRUZ (MÉX)
Data: 27/05/1990
Local: Luiz P. Fuente, Veracruz
Árbitro: León Padró Borja
Competição: Torneio da Amizade
Botafogo: Ricardo Cruz, Paulo Roberto, Wilson Gottardo, Gonçalves e Renato Martins; Carlos Alberto Santos, Luisinho (Paulinho Criciúma) e Djair; Carlos Alberto Dias (Jocimar), Valdeir (Cosme) e Gustavo (Donizete). Técnico: Eduardo Antunes Coimbra "Edu". Banco de reservas: Gabriel, Wanderley, Jocimar, Paulinho Criciúma, Donizete, Washington e Cosme.
Veracruz: López Vega, Castañon, Rergis, Osorio e Ruiz (Santana); Barra, Palma e Rocha; Moses (Gambier), Comas e Ledezma. Técnico: ?
Gols: Paulo Roberto, aos 53' e Djair, aos 88'
Obs.: Segundo El Informador, do México, Wanderley substituiu Valdeir.
Fontes: Botafogo F.R. e El Informador

BOTAFOGO 2 x 0 UNAM PUMAS (MÉX)
Data: 02/06/1990
Local: Luiz P. Fuente, Veracruz
Árbitro: Marco Antonio Miranda
Competição: Torneio da Amizade (Botafogo campeão)
Botafogo: Ricardo Cruz, Paulo Roberto, Wilson Gottardo, Gonçalves e Renato Martins; Carlos Alberto Santos (Jocimar), Luisinho e Djair; Carlos Alberto Dias, Valdeir e Gustavo (Donizete). Técnico: Eduardo Antunes Coimbra "Edu"
Universidad Nacional Autonôma do México (UNAM): Rios (Bernal), Ramirez Perales, Nava (Medina), Salgado e Suarez (Castillo); Vasquez, Miguel España e Negrete; Vera (Patino), Campos (Aisdrahi) e Garcia. Técnico: ?
Gols: Carlos Alberto Dias, aos 21' (1º tempo) e Valdeir, aos 26' (2º tempo)
Obs.: Donizete, Luisinho e Miguel España foram expulsos.
Fonte: Jornal do Brasil

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Passagem de Leônidas da Silva, o "Diamante Negro", pelo Botafogo

dados estatísticos e súmulas: Pedro Varanda; texto: Claudio Falcão

Leônidas da Silva - nascimento: 06/09/1913; falecimento: 24/01/2004.

Leônidas foi contratado pelo Botafogo em junho/1935. Naquela ocasião ele encontrava-se "à disposição da CBD" (Alceu Mendes de Oliveira Castro, em 'O Futebol no Botafogo - 1904-1950').

Leônidas da Silva atuou em 38 jogos pelo Glorioso, marcando 22 gols, entre 1935 e 1936, sendo campeão carioca em 1935 (ano do tetracampeonato do Botafogo).

O mesmo foi negociado com o C.R. Flamengo em julho/1936 "por cinco contos de réis" (Alceu Mendes de Oliveira Castro, na obra acima citada).

Grupo do Botafogo na excursão à América do Norte, em 1936,
vendo-se Leônidas da Silva (1º jogador em pé, à esquerda)

Seguem as súmulas das estreias (em amistoso e no campeonato), de uma vitória sensacional sobre o Santos F.C. e de sua última partida pelo Botafogo:

BOTAFOGO 6 x 3 BANGU
Data: 02/06/1935
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Árbitro: Virgílio Fedrighi
Competição: Amistoso
Botafogo: Alberto, Albino e Nariz; Affonso, Martim e Canalli; Álvaro, Caldeira (Leônidas da Silva), Carvalho Leite, Nilo e Patesko
Bangu: Euro, Mário e Né (Sá Pinto); Brilhante, Manoelzinho (Paulista) e Médio; Luizinho, Buza, Plácido, Julinho e Dininho
Gols: Nilo, Julinho, Plácido, Nilo e Carvalho Leite (1º tempo); Carvalho Leite, de cabeça, Carvalho Leite, Carvalho Leite e Julinho (2º tempo) 
Obs.: 1) Estreia de Leônidas da Silva; 2) Faltando 5' para o fim do cotejo, Álvaro e Sá Pinto brigam, a equipe do Bangu retira-se de campo e acaba a partida; 3) Né = Ernesto Moreira Arantes.
Fontes: A Noite e Jornal do Brasil

BOTAFOGO 4 x 1 CARIOCA
Data: 07/07/1935
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Árbitro: Lóris Valdetaro Cordovil
Competição: Campeonato Carioca
Botafogo: Alberto, Octacílio e Nariz; Affonso, Martim e Canalli; Álvaro, Leônidas da Silva, Carvalho Leite, Russinho e Patesko
Carioca: Jaguaré, Lino e Vianna; Jayme (Bené), Otto e Alcides; Roberto, Deco, Moacyr, Gentil e Popó
Gols: Vianna, Carvalho Leite e Patesko (1º tempo); Álvaro e Carvalho Leite (2º tempo)
Obs.: 1) Estreia em jogos oficiais de Leônidas da Silva e Moacyr de Siqueira Queiroz (Russinho); 2) Álvaro cobrou um pênalti na trave.
Fontes: Jornal dos Sports e O Jornal

BOTAFOGO 9 x 2 SANTOS
Data: 03/08/1935
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Árbitro: Thomaz Cicarelli
Competição: Amistoso
Botafogo: Alberto, Albino e Nariz; Affonso, Martim e Canalli; Álvaro, Leônidas da Silva (Arthur), Carvalho Leite, Russinho e Patesko
Santos: Cyro (Lovecchi), Neves e Badu; Marteletti (Sandro), Ferreira e Jango; Victor, Mário, Delso, Araken e Junqueirinha
Gols: Russinho, Junqueirinha, Carvalho Leite, de cabeça, Leônidas da Silva e Patesko (1º tempo); Leônidas da Silva, Álvaro, Russinho, Carvalho Leite, Junqueirinha e Carvalho Leite, de cabeça (2º tempo)
Fontes: A Noite, Diário da Noite, Jornal dos Sports e O Jornal

Último jogo de Leônidas da Silva pelo Botafogo:
BOTAFOGO 2 x 5 ANDARAHY
Data: 05/07/1936
Local: Barão de São Francisco, Rio de Janeiro
Competição: Campeonato Carioca
Botafogo: Alberto, Octacílio e Nariz; Affonso, Martim (Pirica) e Luciano (Zezé Moreira); Álvaro, Leônidas da Silva, Carvalho Leite, Russinho e Patesko
Gols do Botafogo: Carvalho Leite e Russinho
Obs.: Martim e Carvalho Leite foram expulsos.
Nota: Entre 1925 e 1940, pelos regulamentos da AMEA, FMD e LFRJ, jogador expulso era substituído.

TODOS OS GOLS DE LEÔNIDAS DA SILVA PELO BOTAFOGO:

03/08/1935 - Botafogo 9 x 2 Santos-SP (Amistoso). 2
25/08/1935 - Botafogo 1 x 2 Santos-SP (Amistoso). 1
Fonte: Jornal do Brasil
27/08/1935 - Botafogo 2 x 2 Santos-SP (Amistoso). 1
Fonte: O Jornal
01/09/1935 - Botafogo 2 x 2 São Cristóvão (Campeonato Carioca). 1
08/09/1935 - Botafogo 5 x 2 Tupi-MG (Amistoso). 1
Fontes: Correio da Manhã e Jornal dos Sports
22/09/1935 - Botafogo 6 x 4 Carioca (Campeonato Carioca). 2
29/09/1935 - Botafogo 3 x 3 Andarahy (Campeonato Carioca). 1
20/10/1935 - Botafogo 4 x 4 Botafogo-BA (Amistoso). 1
10/11/1935 - Botafogo 2 x 2 Madureira (Campeonato Carioca). 1
17/11/1935 - Botafogo 4 x 1 Olaria (Campeonato Carioca). 1
08/12/1935 - Botafogo 4 x 3 Olaria (Campeonato Carioca). 1
29/12/1935 - Botafogo 6 x 4 São Cristóvão (Campeonato Carioca). 1
19/01/1936 - Botafogo 3 x 1 Bangu (Campeonato Carioca). 1
08/03/1936 - Botafogo 1 x 0 Atlante-MÉX (Amistoso). 1
22/03/1936 - Botafogo 4 x 2 España-MÉX (Amistoso). 1
25/03/1936 - Botafogo 5 x 1 Obreros-MÉX (Amistoso). 4
16/04/1936 - Botafogo 3 x 3 Seleção dos EUA (Amistoso). 1
Fonte: A Noite, 17/04/1936

[Fontes: A Noite, A Tarde (Salvador), Correio da Manhã, Diário da Noite, Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, O Jornal e O Futebol no Botafogo - 1904-1950 (de Alceu Mendes de Oliveira Castro, editado em 1951).]

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Botafogo, Campeão do Torneio Pentagonal de Futebol da Costa Rica - 1986

pesquisa de Pedro Varanda


Com uma equipe composta por jogadores suplentes e juniores, o Botafogo conquistou em abril de 1986 o Torneio Pentagonal da Costa Rica. Na ocasião, a imprensa local e os organizadores da competição fizeram restrições ao fato de que o Alvinegro carioca não enviara àquele país os seus principais atletas, os quais estavam envolvidos na disputa do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.

Resultados:
20/04 - Saprissa (C. RICA) 1 x 0 Seleção de Cuba
20/04 - Botafogo (BRA) 0 x 0 Puntarenas (C. RICA)
23/04 - Puntarenas (C. RICA) 2 x 1 Saprissa (C. RICA)
23/04 - Atlante (MÉX) 0 x 1 Seleção de Cuba
25/04 - Atlante (MÉX) 0 x 2 Botafogo (BRA)
25/04 - Seleção de Cuba 0 x 0 Puntarenas (C. RICA)
27/04 - Saprissa (C. RICA) 2 x 0 Atlante (MÉX)
27/04 - Seleção de Cuba 0 x 1 Botafogo (BRA)
29/04 - Puntarenas (C. RICA) 4 x 2 Atlante (MÉX)
29/04 - Botafogo (BRA) 2 x 0 Saprissa (C. RICA)

Nota - Colaborou com informações sobre os resultados: Gerardo Coto, da Costa Rica.
Fonte: La Nación, da Costa Rica

COLOCAÇÃO:
1º) Botafogo (campeão): PG - 7; J - 4; V - 3; E - 1; D - 0; GP - 5; GC - 0; SG - 5
2º) Puntarenas (vice): PG - 6; J - 4; V - 2; E - 2; D - 0; GP - 6; GC - 3; SG - 3
3º) Saprissa: PG - 4; J - 4; V - 2; E - 0; D - 2; GP - 4; GC - 4; SG - 0
4º) Seleção de Cuba: PG - 3; J - 4; V - 1; E - 1; D - 2; GP - 1; GC - 2; SG - -1
5º) Atlante: PG - 0; J - 4; V - 0; E - 0; D - 4; GP - 2; GC - 9; SG - -7

BOTAFOGO 0 x 0 PUNTARENAS (C. RICA)
Data: 20/04/1986
Local: Ricardo Saprissa, San José (Costa Rica)
Árbitro: José Luis Vargas
Assistentes: Guillermo Hernández e Carlos Luis Astúa
Competição: Pentagonal da Costa Rica
Botafogo: Laguzza, Rogério, Christiano, Zé Luiz Azevedo e Mânica; Demétrio, Isaac e Luiz Cláudio (Fabiano); Idevaldo (Alcides Silva), Rivelino e Cláudio (Lepe). Técnico: Kléber Camerino
Puntarenas: B. Duarte, R. Agüero, S. Angulo, R. Garcia, J. Aguirre, J. Badilla (R. Stepanovich), C. Toppings (D. Anderson), R. Ramirez (L. Galagarza), F. Arias, L. Flores e G. Rhoden (D. Morales). Técnico: Marvin Rodríguez
Fonte: Botafogo F.R.

BOTAFOGO 2 x 0 ATLANTE (MÉX)
Data: 25/04/1986
Local: Ricardo Saprissa, San José (Costa Rica)
Árbitro: Berny Ulloa
Assistentes: ?
Competição: Pentagonal da Costa Rica
Botafogo: Laguzza, Rogério, Christiano, Zé Luiz Azevedo e Mânica; Demétrio, Rivelino e Luiz Cláudio (Fabiano, aos 88'); Isaac (Zé Roberto, aos 61'), Idevaldo (Lepe, aos 75') e Alcides Silva. Técnico: Kléber Camerino
Atlante: Soto, Castañón, Vargas, Cisneros, Espinoza, Rico, Chocolate Garcia, Huertas (Gomez, depois Ramirez), Quintero, Manhrón e Casanovas. Técnico: J. Roca
Gols: Idevaldo, aos 68' e Zé Roberto, de pênalti
Fonte: La Nación

BOTAFOGO 1 x 0 SELEÇÃO DE CUBA
Data: 27/04/1986
Local: Ricardo Saprissa, San José (Costa Rica)
Árbitro: Guillermo Hernández
Assistentes: Guillermo Moya e Luis A. Cubero
Competição: Pentagonal da Costa Rica
Botafogo: Laguzza, Rogério, Christiano, Zé Luiz Azevedo e Mânica; Demétrio, Luiz Cláudio (Zé Roberto, aos 70') e Isaac; Idevaldo (Almeida, aos 83'), Rivelino (Fabiano, aos 32') e Alcides Silva (Lepe, aos 62'). Técnico: Kléber Camerino
Seleção de Cuba: M. Inaga, A. Poveda, R. Rodríguez, F. Caro, C. Loredo, R. Delgado, J. Cabrera, C. González, J. Mazzo (C. Roldón), D. Lora (J. Maya) e R. Arredondo (G. Rivero). Técnico: Roberto Hernández
Gol: Lepe, aos 69'

BOTAFOGO 2 x 0 SAPRISSA (C. RICA)
Data: 29/04/1986
Local: Ricardo Saprissa, San José (Costa Rica)
Árbitro: Berny Ulloa
Assistentes: Carlos Luis Alfaro e Didier Carmona
Competição: Pentagonal da Costa Rica
Botafogo: Laguzza, Rogério, Christiano, Zé Luiz Azevedo e Mânica; Demétrio, Rivelino e Luiz Cláudio; Isaac, Idevaldo (Coutinho, aos 76') e Alcides Silva (Lepe, aos 79'). Técnico: Kléber Camerino
Saprissa: D. Rojas, R. Salazar, C. Hines, B. Mayorga (G. Guardia), A. Sáenz, M. A. Peñaranda, V. Quesada, A. Guimarães, A. Zenobio, E. Coronado e J. Morales. Técnico: Guillermo "Coco" Hernández
Gols: Alcides Silva, aos 64' e Lepe, de pênalti, aos 85'
Obs.: Luiz Cláudio foi expulso aos 65'.
NOTA: BOTAFOGO, CAMPEÃO DO TORNEIO PENTAGONAL DA COSTA RICA.

Delegação que foi à Costa Rica para a disputa do Pentagonal:
Aurito Ferreira (vice de futebol).
Kléber Caldas Camerino (supervisor e técnico).
Jorge Resende (médico).
José Augusto "Toucinho" (massagista).
Jair (roupeiro).
E os atletas:
Alexandre Jorge Laguzza Cavalcante
Gabriel da Conceição Vieira
Christiano Linhares de Lima
José Luiz (Zé Luiz) da Silva Azevedo
Rogério Vieira da Silva
Roberto Maia Mânica
José Roberto (Zé Roberto) Corrêa Rocha
Luís Almeida
Demétrio Coelho Filho
Fabiano Soares Pessoa
Rivelino da Silva Pinho
Isaac Custódio de Oliveira
Moacyr Barcelos de Souza
Idevaldo Messias Ferreira
Cláudio Mathias da Silva
Alcides de Oliveira e Silva Neto
Luiz Cláudio Simão
Adonis Hilario Vieira (Lepe)
Coutinho

[Fontes: Gerardo Coto e La Nación (da Costa Rica), Jornal dos Sports, O Globo e Botafogo F.R.]