segunda-feira, 31 de maio de 2010

Botafogo Campeão Estadual de Polo Aquático Adulto de 2010

pesquisa de Claudio Falcão

Neste domingo o Botafogo sagrou-se mais uma vez campeão estadual de polo aquático adulto, ao derrotar na finalíssima o Fluminense F.C., no Parque Aquático Júlio Delamare, por 10x8. A conquista deu-se de forma invicta, tendo o Alvinegro somado nove vitórias e um empate.

Campanha:
Fase de classificação:
Turno
13/04 - Botafogo 13x11 Flamengo, na Gávea
14/04 - Botafogo 11x7 Tijuca, no Mourisco
15/04 - Botafogo 38x4 América, no Mourisco
16/04 - Botafogo 10x8 Fluminense, no Mourisco

Returno
12/05 - Botafogo 13x8 Flamengo, no Mourisco
14/05 - Botafogo 10x10 Fluminense, nas Laranjeiras
25/05 - Botafogo 17x7 Tijuca, no Mourisco
27/05 - Botafogo 22x7 América; local ?

Semifinal:
29/05 - Botafogo 17x5 Tijuca, no Parque Aquático Júlio Delamare

Final:
30/05 - Botafogo 10x8 Fluminense, no Parque Aquático Júlio Delamare
Gols do Botafogo: Bruno Nolasco (3), Spencer Warden (2), Rafael Lima (2), Henrique Muniz, Francisco Fernandez e 'Mamão'.

Também participaram da conquista os seguintes atletas: Matheus Lima (goleiro), Fabiano, Felipe Franco (o 'Mega'), Diego, 'Ique', João e 'Tuta'.

Técnico: Ângelo Coelho.

[Fontes: site oficial do Botafogo F.R., site oficial da Federação Aquática do Rio de Janeiro e blog Mundo Botafogo.]

sábado, 29 de maio de 2010

Relação dos Títulos Conquistados pelo Botafogo no Voleibol Adulto Masculino

compilado por Claudio Falcão

I) TÍTULOS OFICIAIS
  • CAMPEONATO SUL-AMERICANO [3] - 1971-1972 (bi), 1977 (posse definitiva do troféu)

  • CAMPEONATO BRASILEIRO [1] - 1976 (I Campeonato Brasileiro)

  • TROFÉU BRASIL [3] - 1971-1972 (bi), 1975

  • CAMPEONATO CARIOCA/ESTADUAL [23] - 1938-1939-1940-1941-1942 (penta), 1945-1946 (bi), 1950, 1962, 1965-1966-1967-1968-1969-1970-1971-1972-1973-1974-1975 (undeca), 1978-1979 (bi), 2007

  • TORNEIO ABERTO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO [2] - 1940, 1942

  • CAMPEONATO MUNICIPAL [3] - 1978-1979-1980 (tri)

  • TAÇA GUANABARA [2] - 1973-1974 (bi)

  • TORNEIO DE APRESENTAÇÃO DO CAMPEONATO CARIOCA (TORNEIO INÍCIO) [8] - 1939-1940-1941 (tri), 1945, 1947, 1954, 1965, 1974
II) OUTROS TORNEIOS
  • JOGOS ABERTOS DE CAMBUQUIRA [3] - 1951, 1958, 1963

  • TORNEIO WILLIAM C. MORGAN [1] - 1959

  • TORNEIO COPALEME [1] - 1968

  • JOGOS SUL-BRASILEIROS [1] - 1969

  • I OCTOGONAL BRASILEIRO [1] - 1971

  • JOGOS COMEMORATIVOS DAS OLIMPÍADAS DO EXÉRCITO [2] - 1971-1972 (bi)
[Fontes: Revista Botafogo, boletim interno/informativo do Botafogo; Revista Grandes Clubes Brasileiros - Botafogo (1972); Jornal dos Sports; O Globo.]

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Botafogo Bicampeão Carioca de Voleibol Adulto Masculino em 1945-1946

pesquisa de Claudio Falcão

Quando concluí a relação dos títulos oficiais conquistados pelo Botafogo no voleibol adulto masculino, publicada no final do artigo http://datafogo.blogspot.com/2010/02/voleibol-decacampeao-o-primeiro-titulo.html, citava que a dúvida existente nas listagens de conquistas que eu havia consultado (campeão de 1944? e/ou bicampeão em 1945-1946?), só seria dirimida com uma pesquisa nas publicações de época.

Pois foi justamente o que procurei fazer, mostrando a seguir o resultado dessa busca.

O site da Federação de Voleibol do Rio de Janeiro mais uma vez engana-se, ao atribuir o campeonato de 1944 ao Botafogo, quando este na realidade foi vice-campeão carioca em 1943 e 1944 (após o pentacampeonato de 1938-1942) e ao omitir o bicampeonato conquistado pelo Alvinegro em 1945-1946.

Campeonato Carioca de 1945
Campanha invicta do campeão, o Botafogo:
Turno
05/04 - Botafogo 2x0 C.R. Flamengo
12/04 - Botafogo 2x0 Grajaú T.C.
19/04 - Botafogo 2x0 América F.C.
26/04 - Botafogo 2x0 Grêmio Tabajara
03/05 - Botafogo 2x0 S.C. Mackenzie
10/05 - Botafogo 2x0 C.R. Vasco da Gama
17/05 - Botafogo 2x0 São Cristóvão F.R.
24/05 - Botafogo 2x0 Tijuca T.C.
31/05 - Botafogo 2x0 A.A. Carioca
07/06 - Botafogo 2x0 Madureira A.C.
14/06 - Botafogo 2x1 Fluminense F.C.

Returno
01/10 - Botafogo 2x0 América F.C.
08/10 - Botafogo 2x1 Grêmio Tabajara
11/10 - Botafogo 2x0 C.R. Flamengo
15/10 - Botafogo 2x0 S.C. Mackenzie
22/10 - Botafogo 2x0 C.R. Vasco da Gama
29/10 - Botafogo 2x0 São Cristóvão F.R.
08/11 - Botafogo 2x0 Tijuca T.C.
19/11 - Botafogo 2x0 A.A. Carioca
22/11 - Botafogo venceu o Madureira A.C. por W.O.
29/11 - Botafogo 2x0 Grajaú T.C.
03/12 - Botafogo 2x1 Fluminense F.C., na quadra do Tricolor.

Participaram da campanha os seguintes atletas: Mário Borges de Araújo, Paulo Borges de Araújo, Sylvio Proença Nunes, Alberto Damázio Sá, Virgílio Damázio Sá, Ary Miranda da Cunha, Ruy Marcondes, Ayryfredo Bicudo de Castro e Nélson Sanctos.

[Fontes: Jornal dos Sports, de 05/12/1945 e Revista Botafogo, nº 54, de janeiro/1946.]

Campeonato Carioca de 1946
Adversários do Botafogo na campanha do bicampeonato: C.R. Vasco da Gama, Fluminense F.C., América F.C., Tijuca T.C., Grêmio Tabajara, S.C. Mackenzie, Grajaú T.C., C.R. Flamengo e Madureira A.C. O Botafogo sofreu apenas uma derrota durante a competição, para o Fluminense F.C.

Final: Botafogo 2x0 Fluminense F.C. (parciais: 17x15 e 15x13).

Atletas que participaram da campanha: Mário Borges de Araújo, Paulo Borges de Araújo, Sylvio Proença Nunes, Ary da Cunha, Ruy Marcondes, José Antônio, Nélson Sanctos, Gabriel Paes de Carvalho, Paulo Valente Soledade e Glader Caldas da Costa.

[Fonte: Revista Botafogo, nº 59, de março-abril/1947.]

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Botafogo Campeão Estadual de Voleibol Adulto Masculino de 2007

pesquisa de Claudio Falcão

Após longos vinte e oito anos, o Botafogo recuperava em 2007 a hegemonia do esporte da rede no Rio de Janeiro, na categoria adulto masculino.

A decisão ocorreu a 2 de dezembro de 2007 no ginásio da Universidade Plínio Leite, em Niterói, quando o Alvinegro triunfou sobre a equipe da UNIPLI por três sets a zero.

Detalhes da última partida da decisão:

Botafogo 3x0 UNIPLI (parciais: 25x18, 25x20 e 25x23)
Data: 02/12/2007
Local: Ginásio da Universidade Plínio Leite (UNIPLI), em Niterói
Botafogo: Leonardo, Eduardo, Wallace, Ramon, Alexandre e Francisco (líbero); entraram no decorrer do jogo: Pedro, Vítor, Erick e Paulo. Técnico: Carlos Henrique.
UNIPLI: Breno, Paulo, Gabriel, João, Ramon e Paulo Marion (líbero); entraram durante a partida: Bernardo e Lindon. Técnico: Carlos Gonçalves.


[Fonte (incluindo foto): http://jsports.uol.com.br/, em 03/12/2007.]

sexta-feira, 21 de maio de 2010

'El Lobo' Fischer

Dados estatísticos e súmulas: pesquisa de Pedro Varanda; texto: Claudio Falcão

Na atualidade temos o atacante uruguaio 'El Loco' Abreu, convocado a disputar a próxima copa do mundo pelo seu país de origem, mas na década de 70 a torcida botafoguense tinha entre os seus maiores ídolos o goleador do selecionado argentino 'El Lobo' Fischer, numa época em que contávamos no nosso elenco simplesmente com o 'Furacão da Copa' de 1970, Jairzinho.

Rodolfo José Fischer nasceu em 1944 na cidade de Oberá (província de Misiones - Argentina), tendo sido revelado pelo tradicional C.A. San Lorenzo de Almagro, chegando ao Botafogo em 1972. No mesmo ano foi vice-campeão brasileiro e disputou a Taça Libertadores da América em 1973.

Fischer e Jairzinho, na capa da revista
'Grandes Clubes Brasileiros' - Botafogo (1972)

Seguem os dados estatísticos e súmulas, nesta minuciosa pesquisa de Pedro Varanda:

Fischer atuou pelo Botafogo entre 1972 e 1976, marcando 68 gols em 180 jogos e conquistando pelo Glorioso os seguintes títulos:

= Campeão do Torneio Independência do Brasil (Brasília - 1974) e
= Campeão da Taça Augusto Pereira da Motta (2º Turno do Campeonato Estadual) (1975).

Estreia de Fischer pelo Botafogo, em 30/07/1972 e alguns jogos:

BOTAFOGO 1 x 0 FLUMINENSE (RJ)
Data: 30/07/1972
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Renda: Cr$249.250,00
Público: 35.713
Árbitro: Romualdo Arppi Filho
Assistentes: José Leite Santos e José Soares
Competição: Campeonato Carioca
Gol: Ferretti, de voleio, aos 40' do 2º tempo
Botafogo: Wendell, Luiz Cláudio, Brito, Scala e Waltencir; Nei Conceição, Carlos Roberto e Dorinho; Zequinha, Fischer e Jairzinho (Ferretti). Técnico: Elba de Pádua Lima "Tim"
Fluminense: Jorge Vitório, Oliveira, Ary Ercílio, Assis e Marco Antônio; Denílson e Silveira (Didi); Cafuringa, Jair, Artime (Ivair) e Lula. Técnico: Paulo Lima Amaral
Obs.: Jairzinho desperdiçou um pênalti aos 14' do 2º tempo (Jorge Vitório defendeu).
Fontes: Jornal do Brasil, Jornal dos Sports e O Globo

BOTAFOGO 6 x 0 FLAMENGO
Data: 15/11/1972
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Renda: Cr$289.772,00 / Público: 46.279
Árbitro: José de Assis Aragão
Competição: Campeonato Brasileiro
Gols: Jairzinho, aos 15', Fischer, aos 35' e 41' do 1º tempo; Jairzinho, aos 23' e 38' (de letra) e Ferretti, aos 42' do 2º tempo
Botafogo: Cao, Mauro Cruz, Waltencir, Osmar e Marinho Chagas; Carlos Roberto, Nei Conceição e Ademir Vicente (Marcos Aurélio); Zequinha, Fischer (Ferretti) e Jairzinho. Técnico: Sebastião Leônidas
Flamengo: Renato, Moreira, Chiquinho Pastor, Tinho e Rodrigues Neto; Liminha, Zanata (Mineiro) e Paulo Cézar Caju; Rogério (Caio), Humberto e Fio Maravilha. Técnico: Zagallo
Obs.: 1) O C.R. Flamengo, em seu aniversário, recebeu um presente de grego; 2) Sensacional vitória!
Fontes: Jornal do Brasil e Revista Placar

BOTAFOGO 1 x 0 CORINTHIANS
Data: 06/09/1974
Local: Hélio Prates da Silveira (Brasília)
Árbitro: Adélio Nogueira
Competição: Torneio Independência do Brasil
Gol: Nílson Dias, aos 43' do 2º tempo
Botafogo: Wendell, Waltencir, Mauro Cruz, Osmar e Marinho Chagas; Nei Conceição, Marcos Aurélio e Dirceu; Puruca, Fischer (Jorge Luís) e Nílson Dias. Técnico: Zagallo
Corinthians: Ado, Zé Maria, Brito, Pescuma e Vanderlei; Tião e Rivellino (Adão); Vaguinho (Ivan), Lance, Zé Roberto e Pita (Pery). Técnico: Sylvio Pirillo
Obs.: O Botafogo se classificou para a final do torneio.
Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports

BOTAFOGO 1 x 0 VITÓRIA (BA)
Data: 08/09/1974
Local: Hélio Prates da Silveira (Brasília)
Árbitro: Édson Rezende
Assistentes: Cid Fonseca e Adélio Nogueira
Competição: Torneio Independência do Brasil
Gol: Nílson Dias, aos 8' do 1º tempo
Botafogo: Wendell, Waltencir, Mauro Cruz, Osmar e Marinho Chagas; Nei Conceição, Marcos Aurélio e Dirceu; Nilson Dias, Puruca e Fischer (Jorge Luís). Técnico: Zagallo
Vitória: Agnaldo, Roberto Oliveira, Válter, Vavá (Róbson) e Valença; Roberto Meneses, Gibira e Mário Sérgio; Osni, André e Davi. Técnico: Bengalinha
Obs.: Botafogo, campeão do Torneio Independência do Brasil.
Fonte: Jornal dos Sports

Último jogo de Fischer pelo Botafogo, em 31/01/1976:

BOTAFOGO 4 x 0 SELEÇÃO DE JUIZ DE FORA (MG)
Data: 31/01/1976
Local: José Procópio Teixeira (Juiz de Fora)
Árbitro: Juan de La Pasion Artez
Competição: Amistoso
Gols: Antônio Carlos (2), Fischer e Artur
Botafogo: Wendell (Ubirajara Alcântara), Miranda (Waltencir), Chiquinho Pastor (Osmar), Nílson Andrade e Marinho Chagas; Carlos Roberto (Carbone), Ademir Vicente e Manfrini (Artur); Antônio Carlos, Fischer e Nivaldo. Técnico: Telê Santana
Seleção de Juiz de Fora: Fernando Borelli, Zezinho (Nílton), Betinho I, João Batista e Márcio; Luís Carlos, Betinho II e Samarone; Edinho, Lima e Fernando Dutra (Foca). Técnico: Fonseca
Obs.: 1) Artur "Pai D'Égua" atuou no meio-campo, posição em que jogava no Ceará S.C.; 2) Jogo encerrado aos 38' do 2º tempo, por falta de luz.
Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Botafogo Campeão Carioca de Remo de 1962

pesquisa de Claudio Falcão

Em 1962, após o título obtido em 1960, o Botafogo voltava a conquistar o campeonato carioca de remo (geral), completando a tríade que lhe proporcionou o invejável título de CAMPEÃO DE TERRA, MAR E AR - campeão, na mesma temporada, de futebol, de remo e de aeromodelismo.

Na 1ª regata, disputada em 29 de abril, esta foi a classificação: 1º lugar, Icaraí - 77 pontos; 2º, BOTAFOGO - 66; 3º, Flamengo - 45; 4º, Vasco da Gama - 29.

Na 2ª regata, em 3 de junho: 1º, BOTAFOGO - 74 pontos; 2º, Flamengo - 53; 3º, Vasco da Gama - 51; 4º, Icaraí - 28.

Na 3ª regata, em 8 de julho: 1º, BOTAFOGO - 88 pontos; 2º, Vasco da Gama - 86; 3º, Flamengo - 40.

Na 4ª regata, em 12 de agosto: 1º, Vasco da Gama - 64 pontos; 2º, BOTAFOGO - 63; 3º, Flamengo - 49; 4º, Icaraí - 10.

Na 5ª regata, em 16 de novembro: 1º, Vasco da Gama - 89 pontos; 2º, BOTAFOGO - 71; 3º, Flamengo - 30.

Na 6ª regata, em 16 de dezembro: 1º, BOTAFOGO - 84 pontos; 2º, Vasco da Gama - 83; 3º, Flamengo - 27; 4º, Icaraí - 3.

E na 7ª regata, em 27 de janeiro de 1963, o Botafogo consolidou o título de campeão carioca de seniores: 1º lugar (campeão), BOTAFOGO - 5 primeiros lugares, 1 segundo e 1 terceiro; 2º (vice-campeão), Vasco da Gama - 1 primeiro lugar, 4 segundos e 1 terceiro; 3º, Flamengo - 1 primeiro lugar e 1 terceiro. E o título maior, o de campeão carioca de remo, no geral: 1º lugar (campeão), BOTAFOGO - 512 pontos; 2º (vice-campeão), Vasco da Gama - 449; 3 º, Flamengo - 260; 4º, Icaraí - 123.

Na derradeira regata, em 27 de janeiro, as seguintes guarnições também ficaram com o título carioca:

= Outriggers a dois, sem timoneiro, seniores - 2.000 metros - barco 'Zaniah', com Villy Ramos Teixeira e Luiz Carlos de Lima (na foto), com o tempo de 7'12"0. RECORDE SUL-AMERICANO.


= Single-skiffs, seniores - 2.000 metros - barco 'Castor', com Ivon Pital Miguel, com o tempo de 7'52"0.

= Outriggers a dois, com timoneiro, seniores - 2.000 metros - barco 'Naos', com Jorge Rodrigues Marin (patrão), Audifax Barbosa e Antemídio Anselmo Julião, com o tempo de 8'09'0.

= Double-skiffs, seniores - 2.000 metros - barco 'Altair', com Ivon Pital Miguel e Antônio Ferigotti, com o tempo de 7'33"0.

= Outriggers a oito, seniores - 2.000 metros - barco 'Bellatrix', com Manoel Therezo Novo (patrão), Villy Ramos Teixeira, Luiz Carlos de Lima, Audifax Barbosa, Antemídio Anselmo Julião, Alderico da Silva Theodoro, Jorge Luiz Herculano, Carlos Alfredo Guimarães da Vinha e José Carlos Mastello, com o tempo de 6'17"0.

Técnicos campeões: Orlando Basso e Manoel Agonia Balthazar do Couto.

[Fonte: Revista Botafogo, nº 195, de fevereiro/1963.]

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Botafogo Campeão do Torneio Terborg de Futebol Júnior

Campeões de Novo na Holanda!

texto de Claudio Falcão

Após conquistarem em 2009 o título da Copa Doetinchem, os juniores do Botafogo retornaram à Holanda e venceram neste domingo o Torneio Terborg, invictos, derrotando na partida final a equipe do Twente (Holanda), por 2x1. Nosso ataque foi o melhor, assinalando 12 gols e a nossa defesa a menos vazada, sofrendo 2 tentos. Os artilheiros do torneio foram, dentre outros, os botafoguenses Renan Leite (este, eleito também o craque da competição) e Élvis, empatados, com 3 gols cada.

Campanha:

14/05 - Botafogo 2x0 De Graafschap (HOL)
Gols: Lucas Zen e Wesley.
15/05 - Botafogo 2x1 Ajax (HOL)
Gols do Botafogo: Renan Leite (2).
15/05 - Botafogo 3x0 Chivas (MEX)
Gols: William, Renan Lemos e Élvis.
16/05 - Botafogo 3x0 Kaiser Chiefs (AFS) - semifinal
Gols: William, Renan Leite e Júnior.
16/05 - Botafogo 2x1 Twente (HOL) - final
Gols do Botafogo: Élvis (2).

[Fonte: site oficial do Botafogo F.R.]

domingo, 16 de maio de 2010

O Botafogo em Rótulos de Bebidas

por Claudio Falcão

Pela década de 1990 e início dos anos 2000 tornou-se comum algumas indústrias de bebidas mandarem imprimir rótulos para os seus produtos com escudos de clubes de futebol, em alguns deles constando a expressão 'produto oficial'.

Isto também ocorreu com o Botafogo, e adiante o leitor poderá apreciar estas peças de minha coleção, cujas imagens já haviam sido mostradas em 2008, no blog Mundo Botafogo, de Rui Moura.






sexta-feira, 14 de maio de 2010

Remo, juntamente com o Futebol, os Esportes mais Tradicionais do Botafogo

pesquisa de Claudio Falcão

O Botafogo de Futebol e Regatas, tendo sua origem na fusão, ocorrida a 8 de dezembro de 1942, do Club de Regatas Botafogo, o 'vovô' dos esportes náuticos, fundado a 1º de julho de 1894, com o Botafogo Football Club, fundado a 12 de agosto de 1904, tem nesses dois esportes o verdadeiro alicerce de sua existência. Sendo o 'Regatas' mais antigo, foi com o remo que obtivemos o nosso primeiro título de campeão da cidade, ainda no século XIX, o que nos torna de fato o 'clube campeão em três séculos'.

O campeonato carioca de remo foi conquistado a 4 de junho de 1899, com a vitória na prova de canoa a quatro remos, na qual a guarnição da Estrela Solitária, formada pelos atletas Paulo Azevedo (patrão), Armando Leite Bastos (voga), Francisco do Rego Macedo (sota-voga), Antônio Mendes de Oliveira Castro Filho (sota-proa) e Carlos Freire (proa) triunfou, a bordo da invencível 'Diva', a embarcação "que contava por triunfos os páreos em que se inscrevia".

Mais adiante, a 12 de outubro de 1902, conquistava o Botafogo outro título bastante significativo, que foi o do Campeonato Brasileiro de Remo (ou do Remador), o mais antigo título de campeão brasileiro em qualquer esporte, com a vitória de Antônio Mendes de Oliveira Castro Filho (na foto), sempre ele, a bordo do canoé a um remo, também denominado 'Diva', derrotando dois valorosos competidores, o alemão Hans Binder (campeão europeu), que competiu pelo 'Natação' e o inglês Eduardo May, defendendo o 'Icaraí'. Seu tempo, para a distância de mil metros, foi de 3'57''3/10. Também cognominado 'Almirante', Oliveira Castro, brasileiro, filho e também neto de brasileiros, recebeu a 15 de abril de 1948 a láurea de Grande Benemérito do Botafogo.


O Botafogo, já agora o Botafogo de Futebol e Regatas, só voltaria a conquistar o campeonato carioca de remo em mais três ocasiões, 1960, 1962 e 1964, encontrando-se, portanto, afastado a quarenta e cinco anos do título máximo desse esporte em nosso estado.

No corrente ano, após a realização de duas regatas, estamos colocados em terceiro lugar na tábua de classificação do campeonato estadual de remo do Rio de Janeiro.

[Fontes: 'História do Sport Náutico no Brazil (1566 a 1908)'; 'O Futebol no Botafogo (1904-1950)', de Alceu Mendes de Oliveira Castro (1951); Revista 'Botafogo', boletim interno do Botafogo de Futebol e Regatas, nº 97, de outubro/1952; Revista 'Grandes Clubes Brasileiros' - Botafogo (1972) e 'Botafogo o Glorioso - Uma História em Preto e Branco', de Braz Pepe, Luiz Felipe Miranda e Ney Oscar Carvalho (1996).]

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Retrospecto dos Títulos do Botafogo no Polo Aquático Adulto

pesquisa de Claudio Falcão

No polo aquático o Botafogo conquistou importantes títulos, tanto no âmbito regional, quanto no nacional. Por muitas vezes torna-se bastante difícil classificar essas conquistas, pois são muitas taças, torneios e troféus, que em diversas ocasiões se confundem. Para elaborar a relação que é publicada a seguir, procurei agrupá-las, de modo geral, da maneira como a imprensa informou na época das respectivas conquistas, notadamente no que se refere aos títulos obtidos nas décadas de 70, 80 e 90.

A) Nacionais
Campeonato Brasileiro [5] - 1982, 1995, 1996 (Troféu Brasil), 2005, 2006 (Taça Brasil)
Troféu João Havelange (*) [2] - 1995-1996 (bi)
Torneio Brasileiro de Adultos [1] - 1978

(*) - O Troféu João Havelange por vezes é considerado como o próprio Campeonato Brasileiro. No entanto, em determinados anos, como por exemplo 1996, foram disputados separadamente, tendo o Botafogo conquistado, no referido ano, ambos os títulos.

B) Interestaduais
Torneio Rio-São Paulo [2] - 1980, 1982

C) Estaduais
Campeonato Carioca/Estadual [13] - 1942, 1946-1947 (bi), 1949, 1963, 1965-1966 (bi), 1980, 1982-1983 (bi), 1995-1996 (bi), 2005
Torneio Aberto do Rio de Janeiro [12] - 1937, 1941-1942 (bi), 1944-1945-1946-1947 (tetra), 1949, 1961-1962-1963 (tri), 1980
Torneio Início [3] - 1938-1939 (bi), 1965
Torneio Carioca de Seniores [1] - 1976
Taça Carioca de Seniores [3] - 1976, 1981-1982 (bi)
Torneio Municipal [1] - 1995

[Fontes: Revista Botafogo, Revista Grandes Clubes Brasileiros - Botafogo (1972), O Globo, Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, site oficial do Botafogo F.R. (2005) e blog Mundo Botafogo (2008).]

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Conquistas do Botafogo no Polo Aquático Adulto em 2005

pesquisa de Claudio Falcão

Em 2005 o Botafogo conquistou dois importantes títulos no polo aquático adulto: os campeonatos estadual e brasileiro.

O título de campeão estadual ocorreu nove anos após a última conquista na categoria. Foi conseguido em uma decisão extra contra o Fluminense, da seguinte maneira:
1º jogo: Botafogo 9x9 Fluminense (c)
2º jogo: Botafogo 11x6 Fluminense (f)
3º jogo: Botafogo 7x7 Fluminense
Data: 23/11/2005
Local: Laranjeiras
Gols do Botafogo: Gabriel (4), Bosko, Nandinho e Mega.

Sagraram-se campeões os atletas: Gustavo Crivella (goleiro), Bosko, Ettore, Gabriel Reis, Bernardo Reis, João Felipe, Índio, Estevão, Ique, Alexandre, Yansel, Thiago Espositi, Ricardo Perrone, André, Fabiano Franco e Felipe Franco (o 'Mega').

Já o título nacional ocorreu de forma invicta, numa campanha 100%: dez jogos e dez vitórias.
Final: Botafogo 5x4 E.C. Pinheiros (SP)
Data: 04/12/2005
Local: Escola Naval (Rio de Janeiro)
Gols do Botafogo: Ettore (3), Mega e Fabiano.

Os campeões: Gustavo (goleiro), Mega, Ettore, João Felipe, Fabiano, Gabriel, Bosko, Bernardo, Índio, Eduardo, Thiago, Ique, Alexandre, Nando, Ricardo Perrone e Yansel.
Técnico: Ângelo Coelho.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

A Taça Brasil de 1968

pesquisa de Claudio Falcão

Na véspera do início de mais um Campeonato Brasileiro de Futebol não custa recordar aquilo que é do conhecimento de todos, ou seja, que em 1995 o Botafogo F.R. conquistou pela única vez esta competição nos moldes em que atualmente a conhecemos.

No entanto, não podemos nos esquecer que em 1969, em competição referente ao ano de 1968, o alvinegro carioca alcançava o seu primeiro título de âmbito nacional no futebol, a Taça Brasil, no último ano em que a mesma foi disputada, tendo o 'capitão' do BFR, Afonsinho, erguido o troféu no dia 04/10/1969, no Maracanã, constituindo-se o Botafogo o único clube carioca a conquistá-la.

A Taça Brasil encontra-se incorporada à Galeria de Troféus do Botafogo de Futebol e Regatas.


Resumo da campanha alvinegra:
1) Botafogo 6x1 E.C. Metropol, de Criciúma (SC) - 05/12/68
2) Botafogo 0x1 E.C. Metropol, de Criciúma (SC) - 08/12/68
3) Botafogo 1x1 E.C. Metropol, de Criciúma (SC) - 02/04/69
Obs.: Este jogo foi interrompido, já no 2º tempo, devido a um temporal, tendo posteriormente o Metropol desistido de seguir na disputa.
4) Botafogo 1x0 Cruzeiro E.C. (MG) - 23/08/69
5) Botafogo 1x1 Cruzeiro E.C. (MG) - 27/08/69
6) Botafogo 2x2 Fortaleza E.C. (CE) - 03/09/69
7) Botafogo 4x0 Fortaleza E.C. (CE) - 04/10/69 (final)
Local: Maracanã.
Gols: Roberto, Ferretti (2) e Afonsinho.
Equipe da final: Cao, Moreira, Chiquinho (Leônidas), Moisés e Waltencir; Carlos Roberto (Nei Conceição) e Afonsinho; Rogério, Roberto, Ferretti e Paulo César.
Técnico: Mário Jorge Lobo Zagallo.

Artilheiro da competição: Ferretti, com 7 gols.

Nota: Há cerca de um ano, seis clubes brasileiros (E.C. Bahia, Botafogo F.R., Cruzeiro E.C., Fluminense F.C., S.E. Palmeiras e Santos F.C.), todos vencedores ao menos uma vez da Taça Brasil (de 1959 a 1968) e/ou do Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Taça de Prata - de 1967 a 1970), apresentaram à CBF um dossiê, reivindicando que fossem consideradas como títulos nacionais essas conquistas obtidas antes da realização do I Campeonato Brasileiro (1971), ou seja, que também fossem considerados campeões brasileiros. Até a presente data não encontrei na imprensa qualquer notícia sobre o resultado dessa solicitação.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Botafogo Bicampeão Brasileiro de Polo Aquático Adulto em 1995-1996

pesquisa de Claudio Falcão

Conquistava o Botafogo em 1995, de forma invicta, o título de campeão brasileiro de polo aquático adulto.

Esta foi a campanha:
Botafogo 12x5 Fluminense
Botafogo 7x4 Tijuca
Botafogo 6x6 Paineiras (SP)
Botafogo 26x1 Hebraica (SP)
Botafogo 13x5 Fluminense
Botafogo 14x2 Tijuca
Botafogo 18x0 Hebraica (SP)
Botafogo 8x5 Paineiras (SP)
Botafogo 23x5 Tijuca (semifinal)

10/09 - Botafogo 7x6 Paineiras (SP) (final) (*)
Local: Piscina do Fluminense F.C.
(*) - Gol de Roberto Seabra (Beto) na prorrogação, após 6x6 no tempo regulamentar.

Resumo: J - 10, V - 9, E - 1, GP - 134, GC - 39, S - 95.


Atletas participantes: André Cordeiro (Pará - goleiro), Fernando Rocha (capitão - artilheiro da competição - 23 G), Reynaldo Nunes (20 G), Roberto Seabra (Beto - 17 G), George Chaia (14 G), Ricardo Rocha Perrone (Kiko - 12 G), Rodrigo Torres (11 G), Ricardo Perrone (pai de Kiko - 10 G), Luciano Ongaratto (9 G), Paulo Lacativa (6 G), Carlos Eduardo Uchoa (5 G), Rodolpho Belém (4 G), Marco Guilherme (1 G), Fábio Lopes (1 G) e Júlio César Ouriques (1 G).
Técnico: Carlos Eduardo Carvalho (Carlinhos).

Já em 1996, após conquistar em 06/10 o título do Troféu João Havelange, numa vitória de 10x4 sobre o Paineiras (SP), o Botafogo alcançava o bicampeonato brasileiro de polo aquático adulto (Troféu Brasil).

A partida final foi disputada a 15/12 no Parque Aquático Júlio Delamare, tendo o Glorioso derrotado o Flamengo por 7x4.
Atuaram e marcaram:
Botafogo - Pará, Paulinho, Rodrigo, Kiko (2 G), Chaia, Seabra (3 G) e Cadu (2 G). Desfalcaram a equipe nesta partida os jogadores Rochinha e Reynaldo.
Flamengo - Robert, Casaladi (1 G), Guilherme, Fred (3 G), Caó, Rafael e Sérgio.

[Fontes: Jornal dos Sports, de 20/09/1995 e O Globo, de 16/12/1996.]

segunda-feira, 3 de maio de 2010

O Botafogo conquistou a Taça Kanela de Basquetebol Adulto Masculino em 1996 e 1998

pesquisa de Claudio Falcão

A Taça Kanela nada mais era do que um 'torneio de consolação' para as equipes que se classificavam em posições secundárias no campeonato estadual de basquetebol adulto. Homenageava o grande técnico de futebol e basquetebol Togo Renan Soares, o 'Kanela'.

O Botafogo por duas vezes foi campeão desse torneio.

Taça Kanela de 1996
Final: Botafogo 89x86 Olaria A.C.
Local: Ginásio do Olaria
Botafogo: Pezinho (24 P), Arnaldo (28 P), Mão (16 P), Roberto (15 P) e Carlão (4 P). Jogaram ainda os juvenis André (2 P) e O'Neal.

Também participaram da campanha os atletas juvenis (os dois primeiros) e infanto-juvenis: Maurício, Somália, Matheus, Kuenha e Arthur.
Técnico: Vicente Lima.

Taça Kanela de 1998 (*)
Campanha:
Botafogo 92x88 Olaria (f)
Botafogo 100x79 Barra (f)
Botafogo 90x35 Petropolitano (c)
Botafogo 87x62 Comary(c)
Botafogo 94x84 Jequiá (f)
Botafogo 94x77 Nova Friburgo (f)
Botafogo 93x58 Hebraica (c)
Botafogo 96x71 Liga Angrense (c)

Finais:
Botafogo 67x75 Liga Angrense (f)
20/07 - Botafogo 94x76 Liga Angrense (c)

Participaram da conquista: Ricardo, Marcelão, Léo, Somália, Matheus, Mão, PC, Arnaldo, Arthur, Johnny, Maurição, Camilo e Manteiga.
Cestinha da competição: Arnaldo Souza, com 230 pontos.
Técnico: Aloysio Ribeiro.

(*) - Primeiro título conquistado pelo Alvinegro no Ginásio Oscar Zelaya.

[Fontes: Revista Botafogo, nº 250/96 e nº 252/98.]

sábado, 1 de maio de 2010

Botafogo Campeão da Taça Brasil de Basquetebol Adulto Masculino de 1967

pesquisa de Claudio Falcão

Em 1967 foi disputada no Rio de Janeiro a III Taça Brasil de clubes de basquetebol masculino adulto. Participaram do torneio o anfitrião Botafogo F.R., o S.C. Corinthians Paulista (que era o bicampeão), o C. Funcionários da CSN (Volta Redonda - RJ) e o C. Náutico Capibaribe (PE).

O campeão foi o Botafogo, que tornou-se o primeiro clube do Rio de Janeiro a conquistar uma competição nacional nesse esporte.

Vejam como se desenrolou a disputa:

1ª Rodada:
Botafogo 81x28 Náutico (PE)
30/03 - Local: Ginásio do Tijuca T.C.
Árbitros: Emílio Mesquita e João Nogueira Macedo.
Botafogo: Aurélio (18 P), Ilha (12 P), Barone (12 P), Oto (9 P), Edinho (9 P), Cianela (6 P), Conde (5 P), César (4 P), Zé Antônio (2 P), Raimundo (2 P) e Luís Amaro (2 P). Técnico: Tude Sobrinho.
Náutico: Alfredo (8 P), Marconi (7 P), Jerônimo (2 P), Gustavo (1 P), Sílvio (4 P), Genílson (4 P), Ricardo (1 P) e Pio (1 P).
Preliminar: Corinthians (SP) 115x65 CSN (RJ).

2ª Rodada:
Botafogo 95x55 CSN (RJ)
31/03 - Local: Ginásio do Tijuca T.C.
Árbitros: Isaac Griman e João Nogueira Macedo.
Botafogo: Barone (9 P), César (18 P), Cianela (12 P), Ilha (30 P), Oto (10 P), Conde (4 P), Zé Antônio (2 P), Claudius (3 P), Luís Amaro (2 P) e Raimundo (2 P) (*) - totalizando 92 pontos, e não os 95 do placar. Técnico: Tude Sobrinho.
CSN: Bruno (16 P), Antônio (8 P), Paulo (4 P), Renato (20 P), Mauro (2 P), Agre (2 P), Bolão (5 P), Luís Carlos, Tarcísio e Mude (*) - totalizando 57 pontos, e não os 55 do placar.
Preliminar: Corinthians (SP) 91x44 Náutico (PE).
(*) - Fonte: Jornal dos Sports.

Final:
Botafogo 85x84 Corinthians (SP)
01/04 - Local: Ginásio do C. Municipal
Árbitros: Isaac Griman e João Nogueira Macedo.
Botafogo: Oto (2 P), Ilha (14 P), Aurélio (14 P), César (22 P), Cianela (6 P), Barone (13 P), Conde (3 P), Luís Amaro (10 P), Raimundo (1 P) e Zé Antônio. Técnico: Tude Sobrinho.
Corinthians: Renê (4 P), Rosa Branca (11 P), Amauri (22 P), Vlamir (33 P), Ubiratan (4 P), Mical (6 P), Renzo (4 P) e Peninha.
Obs.: Saíram com cinco faltas os atletas Oto, Ilha, Aurélio, Barone e Luís Amaro (Botafogo) e Renê (Corinthians).

E com este título o Botafogo garantiu sua participação no Campeonato Sul-Americano de Clubes, em Antofagasta (Chile), em agosto-setembro/1967.

[Fontes: Jornal do Brasil, de 02/04/1967; Jornal dos Sports, de 31/03, 01/04 e 02/04/1967; O Globo, de 31/03, 01/04 e 03/04/1967.]