domingo, 29 de agosto de 2010

Botafogo Pentacampeão Carioca de Basquetebol Adulto Masculino 1933-1937

pesquisa de Pedro Varanda e Raymundo Quadros

Associação Metropolitana de Basquetebol (AMB)

Clubes participantes em 1933:
Andarahy Athletico Club
Botafogo Football Club (campeão)
Sport Club Brasil
Confiança Athletico Club
Olaria Atlético Clube
River Football Club

Clubes participantes em 1934:
Andarahy Athletico Club
Argentino Football Club
Botafogo Football Club (bicampeão) (Fonte: Revista Grandes Clubes Brasileiros)
Sport Club Brasil
Sport Club Cocotá
Confiança Athletico Club
Mavilis Football Club
Olaria Atlético Clube
Associação Atlética Portuguesa
River Football Club

Nota: Argentino, Cocotá, Mavilis e Portuguesa não disputaram o Torneio Início.

Federação Metropolitana de Basquetebol (FMB)

Clubes participantes em 1935:
Andarahy Athletico Club
Bangu Athletico Club
Botafogo Football Club (tricampeão)
Sport Club Brasil
Carioca Esporte Clube
Club de Regatas Icarahy
Mavilis Football Club
Olaria Atlético Clube
River Football Club
São Christóvão Athletico Club
Club de Regatas Vasco da Gama

Clubes participantes em 1936:
Andarahy Athletico Club
Botafogo Football Club (tetracampeão)
Carioca Esporte Clube
Club de Regatas Icarahy
Olaria Atlético Clube
Praia das Flexas Club
São Christóvão Athletico Club
Club de Regatas Vasco da Gama

Clubes participantes em 1937:
Botafogo Football Club (pentacampeão)
Sport Club Brasil
Carioca Esporte Clube
Clube de Natação e Regatas
Olaria Atlético Clube
São Christóvão Athletico Club
Club de Regatas Vasco da Gama

TORNEIO INÍCIO DE BASQUETEBOL DO RIO DE JANEIRO - 1933
Os jogos foram realizados no rink de General Severiano em 27/06:
Olaria A.C. 2 x 1 Andarahy A.C.
Botafogo F.C. 8 x 6 S.C. Brasil
Olaria A.C. 8 x 6 Confiança A.C.
Botafogo 10 x 7 Olaria A.C.
Obs.: Botafogo F.C., campeão do Torneio Início de Basquetebol do Rio de Janeiro.
Fontes: A Noite e Jornal dos Sports, de 28/06/1933

ÚLTIMO JOGO DO CAMPEONATO CARIOCA - 1933:
BOTAFOGO F.C. 28 X 22 S.C. BRASIL
Data: 06/10/1933
Local: Rink da Praia Vermelha-Urca, Rio de Janeiro
Árbitro: João Caldas Pinto, do Olaria A.C.
Competição: Campeonato de Basquetebol do Rio de Janeiro
Botafogo: Luizito (6 pontos), Nestor, Clóvis (14), Gargalhada (4) e Adalcy (4) (*)
Brasil: Bianco, Botelho, Luiz, Gonçalves e Benzinho
Obs.: 1) Nos Segundos Times/Quadros: Botafogo 40 x 24 Brasil; 2) Botafogo, campeão carioca de basquetebol (1933) em ambos os Times/Quadros.
Fontes: Jornal do Brasil, de 07/10/1933 e Jornal dos Sports
(*) Botafogo:
Adalcy Dutra de Castilho
Clóvis Dutra de Castilho
Gargalhada - João Pinto Lima
Luizito - Luiz Duque Estrada de Barros
Nestor Duque Estrada de Barros

TORNEIO INÍCIO DE BASQUETEBOL DO RIO DE JANEIRO - 1934
Jogos:
S.C. Brasil 5 x 7 Confiança A.C.
Olaria A.C. 11 x 8 River F.C.
Botafogo F.C. 14 x 3 Confiança A.C.
Olaria A.C. WO Andarahy A.C.
Obs.: O Andarahy não compareceu
Botafogo F.C. 17 x 3 Olaria A.C.
Botafogo: Teté (depois Hélio), Nestor (depois Luiz), Clóvis (depois Edgard), Vicente e Alkindar (*)
Olaria: Pierre, Cotta, Domingos, Armindo e Pupack (depois João)
Obs.: Botafogo F.C., bicampeão do Torneio Início de Basquetebol do Rio de Janeiro.
Fonte: Jornal dos Sports, de 20/05/1934
(*) Botafogo:
Alkindar Dutra de Castilho
Clóvis Dutra de Castilho
Edgard Guimarães do Valle
Hélio Veiga
Luiz Nobs Rodrigues Rego
Nestor Duque Estrada de Barros
Teté - Althemar Dutra de Castilho
Vicente Paulo Mattos da Graça

CAMPEONATO CARIOCA DE BASQUETEBOL DA FEDERAÇÃO METROPOLITANA - 1935

DECISÃO 'MELHOR DE TRÊS' ENTRE BOTAFOGO F.C. E CARIOCA E.C.:
BOTAFOGO F.C. 20 X 23 CARIOCA E.C.
Data: 11/02/1936
Local: Rua Figueira de Mello, quadra do SCAC
Arbitragem: Custódio Lobo (árbitro) e Wilton Noronha (fiscal)
Competição: Campeonato Carioca de Basquetebol de 1935
Primeiro tempo: Botafogo 12 x 9
Final: Carioca 23 x 20
Botafogo: Teté (1 ponto), Mendonça (0), Pitanga (2), Bastos (1), Aloysio (10) e Frota (6).
Carioca: Jairo (2 pontos), Adantino (0), Hélio (7), Bambá (8), Frederico (0) e Barquinha (6).
Obs.: Teté deixou a quadra, durante a disputa, com quatro faltas.
Fonte: Jornal dos Sports, de 12/02/1936

BOTAFOGO F.C. 19 X 16 CARIOCA E.C.
Data: 14/02/1936
Local: Rua São Januário, quadra do CRVG
Arbitragem: Wilton Noronha (árbitro) e Vicente Salituri (fiscal)
Competição: Campeonato Carioca de Basquetebol de 1935
Primeiro tempo: Carioca 9 x 6
Final: Botafogo 19 x 16
Botafogo: Teté (0), Pitanga (0), Aloysio (4), Bastos (8), Frota (5), Aldo (2) e Mendonça (0).
Carioca: Adantino (2), Jairo (2), Hélio (7), Frederico (2), Bambá (2) e Barquinha (1).
Obs.: Pitanga foi desclassificado quase no fim do jogo.
Fontes: Jornal dos Sports, de 15/02/1936 e Jornal do Brasil, de 16/02/1936

BOTAFOGO F.C. 22 X 15 CARIOCA E.C.
Data: 18/02/1936
Local: Rua São Januário, quadra do CRVG
Arbitragem: Wilton Noronha (árbitro) e Vicente Salituri (fiscal)
Competição: Campeonato Carioca de Basquetebol de 1935
Primeiro tempo: Botafogo 15 x 5
Botafogo: Aloysio (9), Pitanga (4) e Frota (2).
Carioca: Bambá (2), Hélio (1), Jairo (1), Adantino (1) e Barquinha (0).
Final: Botafogo 22 x 15
Botafogo: Frota (4), Teté (2), Bastos (1) e Mendonça (0).
Carioca: Frederico (5), Bambá (4) e Jairo (1).
Fonte: Jornal do Brasil, de 20/02/1936

Atletas campeões: Aloysio de Souza Bastos, Vicente Paulo Mattos da Graça, Pascoal de Caprio, Aldo Cardilli, Martinho dos Santos Frota, Manuel Rodrigues Leite Pitanga, José de Souza Bastos Júnior, Feliciano Soares de Mendonça e Althemar Dutra de Castilho (Teté). Técnico: Dario Coelho.
Fontes: Gazeta de Notícias, de 07/03/1936 e Diário da Noite, de 02-06-1936

CAMPEONATO CARIOCA DE BASQUETEBOL DA FEDERAÇÃO METROPOLITANA - 1936

ÚLTIMA PARTIDA:
BOTAFOGO F.C. 37 X 16 CARIOCA E.C.
Data: 06/10/1936
Local: Rua General Severiano/Venceslau Braz, quadra do BFC
Arbitragem: Daniel B. de Almeida (árbitro) e Antônio F. Araújo (fiscal)
Competição: Campeonato Carioca de Basquetebol de 1936
Primeiro tempo: Botafogo 16 x 7
Final: Botafogo 37 x 16
Botafogo: Teté (0), Pitanga (3), Aloysio (5), Bastos (17) e Frota (12).
Carioca: Adantino (1), Jairo (5), Barquinha (4), Hélio (0) e Carlos (6).
Obs.: 1) Adantino (agrediu o árbitro) e Aloysio (agrediu Jairo) foram desclassificados; 2) O Botafogo F.C. conquistou o campeonato da Metropolitana com treze vitórias e uma derrota.
Fontes: A Noite, de 07/10, Correio da Manhã, de 06/10 e Últimas Esportivas, de 07/10 e Jornal dos Sports, de 06 e 07/10/1936

Campeões pelo Botafogo F.C.: Aloysio de Souza Bastos, Vicente Paulo Mattos da Graça, Pascoal de Caprio, Martinho dos Santos Frota, Manuel Rodrigues Leite Pitanga, José de Souza Bastos Júnior, Feliciano Soares de Mendonça e Althemar Dutra de Castilho (Teté).
Fonte: Jornal do Brasil, de 18/11/1936

CAMPEONATO CARIOCA DE BASQUETEBOL DA FEDERAÇÃO METROPOLITANA - 1937

COLOCAÇÃO FINAL DO CERTAME DE BASKETBALL DE 1937:
1º) Botafogo F.C. (campeão): J - 12, V - 11, D - 1, PF - 314, PC - 226
2º) C.R. Vasco da Gama (vice): J - 12, V - 10, D - 2, PF - 309, PC - 172
3º) Carioca E.C.: J - 12, V - 8, D - 4, PF - 325, PC - 258
4º) São Christóvão: J - 11, V - 4, D - 7, PF - 226, PC - 226
5º) Olaria A.C.: J - 12, V - 3, D - 9, PF - 184, PC - 239
6º) S.C. Brasil: J - 11, V - 3, D - 8, PF - 216, PC - 369
7º) Clube de Regatas e Natação: J - 12, V - 1, D - 11, PF - 182, PC - 263

J = Jogos, V = Vitórias, D = Derrotas, PF = Pontos a favor, PC = Pontos contra

Nota: Falta o jogo São Christóvão A.C. x S.C. Brasil.
Fontes: A Noite, Correio da Manhã, de 14/01/1938 e Jornal dos Sports, de 15/01/1938

OS DEZ PRIMEIROS CESTINHAS DA METROPOLITANA - 1937:
Bastos Jr. (Botafogo F.C.), 110 pontos.
Barquinha (Carioca E.C.), 99.
Daul (Olaria A.C.), 76.
Haroldo (Botafogo F.C.), 75.
Otto (C.R. Vasco da Gama), 75.
Perazzo (Carioca E.C.), 72.
Spartacus (São Christóvão A.C.), 70.
Ney (C.R. Vasco da Gama), 62.
Pilla (Carioca E.C.), 62.
Bellini (S.C. Brasil), 56.
Fonte: Correio da Manhã, de 14/01/1938

O Departamento proclamou Campeão Carioca de Basketball de 1937 da 1ª Divisão o Botafogo F.C. Os campeões são: Aloísio Aragão dos Santos, Althemar Dutra de Castilho (Teté), Feliciano Soares de Mendonça, Gastão Mariz Figueiredo, Haroldo Lobo, José Affonso Diógenes, José de Souza Bastos Júnior, Manuel Rodrigues Leite Pitanga e Pascoal de Caprio.
Fonte: Jornal do Brasil, de 27/01/1938

Nota: BOTAFOGO PENTACAMPEÃO CARIOCA DE BASQUETEBOL DO RIO DE JANEIRO (1933-1934-1935-1936-1937).
Fonte: Revista Grandes Clubes Brasileiros - Botafogo (Rio Gráfica Editora - 1972).

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Meu Botafogo

por Fernando Bihari (*)
escrito para o DataFogo

Fernando Bihari

Minha história no Botafogo se inicia mesmo antes de eu nascer... Meu pai, húngaro, ao chegar ao Brasil nos anos 30 tornou-se Botafoguense, pois a camisa era semelhante à de seu time em Budapeste, o Ferencvaros, com a diferença das listras serem verde e branca ao invés de branca e preta. Logo em seguida comprou o título de sócio-proprietário e passou a seguir o time de futebol e frequentar o estádio de General Severiano.

A piscina original do Botafogo-Mourisco era onde hoje existe a pista de carros em direção ao Túnel Novo, e ali comecei com meus meses de idade a frequentá-la.

Com as obras de construção da pista, a piscina foi fechada e a sede do Mourisco foi construída, com uma piscina e a quadra de basketball e volleyball. Foi quando comecei a nadar, sendo o técnico um argentino de quem não recordo o nome. Estava eu indo muito bem na natação, quando um belo dia, em 1960, o Prof. Delamare - Diretor de Basquete - se aproximou e perguntou se eu, por ser 'muito' alto, gostaria de trocar a água pelo 'chão'.

Eu sempre, nos meus treinos, me aproximava da quadra e ficava 'namorando' a turma treinando basquete e apesar de estar indo bem na natação (nado costas e livre) aceitei imediatamente o convite, larguei a natação e comecei o meu basquete.

O meu primeiro e por sinal também último técnico foi Epaminondas José Leal Filho, o "Baiano" (foto abaixo). Grande técnico e maior ainda como pessoa. Amigo, paciente e conhecedor do basquete.


Em 1961 fui filiado à Federação Carioca de Basquetebol na categoria juvenil, porém como estava no Colégio Nova Friburgo (internato) só vinha ao Rio a cada quinze dias e mal dava para treinar com o time, mas sempre passava no clube e conversava com o Baiano e ele me passava alguns exercícios para praticar no ginásio da minha escola. No Colégio Nova Friburgo fiz parte da seleção da escola (alunos do ginásio e científico) que participava de diversas competições. Em 1965 voltei ao Rio e foi então que fiquei sendo parte do time. Jogavam comigo o Érico, Rogério "Touro", José Antônio "Português", Flamarion, Zecão e outros, que me desculpem não lembrar os nomes... (Coisa da idade! Pode ser o Alzheimer me pegando.). Neste tempo, me lembro como se fosse hoje, saía do Colégio Andrews, rumava para a quadra do Mourisco e treinava com o basquete feminino juvenil; depois era a vez do nosso treino do juvenil masculino, acabando... tomava um pouco de água e participava como sparring no treino da Primeira Divisão feminina (Marlene, Marli, Eugênia, etc.) e então esperava o treino da Primeira Divisão masculina, quando vinham os nossos 'craques e ídolos'. Na Primeira Divisão, no início o técnico era o Tude Sobrinho e o time contava com alguns nomes como Ilha, Sérgio Macarrão, Aurélio e outros. O Sérgio Macarrão (foto abaixo) foi convocado e participou do time olímpico em Tóquio (1964) e me lembro dele contando de um jogador americano que iniciava a bandeja quase do meio da quadra e 'enterrava'! O nome deste jogador era "Doctor J". Quando em 1976 estive estudando nos Estados Unidos pude assistir alguns jogos da NBA e vê-lo jogando pelo Philadelphia 76's. É um dos jogadores mais importantes do esporte não só nos Estados Unidos mas como pelo mundo afora, e até o surgimento de Michael Jordan foi considerado o melhor jogador de basquete de todos os tempos... Mr. Julius Erwing.

Vídeos de algumas 'enterradas' deste 'monstro': http://www.youtube.com/watch?v=rpTfb9SkKaQ


Um dia, o Baiano me chamou em um canto e me entregou um livro sobre um jogador americano, Oscar Robertson, considerado por muitos como o 'Atleta do Século' (no basquete) e me disse: "Vê como ele ensina a dar gancho".

Bem, em 1969 fiquei afastado por causa do vestibular, mas mesmo assim, apesar de não participar do campeonato, treinava ocasionalmente e retornei às quadras em 1970, quando, além de jogar pelo Botafogo, fui da seleção carioca universitária que em 1971 conquistou o título em Porto Alegre. Nesta ocasião um jogador que eu havia assistido, jogando pelo América F.C. estava no Botafogo, o qual posteriormente foi Presidente da Confederação Brasileira de Basquetebol (1997-2009), Gerasime Bozikis, o "Grego".

Tive muitos companheiros de equipe, alguns faço questão de citar, mesmo mais de uma vez, Érico "Lelé" - pegou o apelido de "Lelé" depois que em um jogo em Porto Alegre bateu com a cabeça no suporte da tabela e ficou meio tonto... e 'lelé' -, Rogério "Touro", o grande Chocolate, que veio transferido do Flamengo, Fioravante - que sempre tinha que usar o banheiro antes do jogo para 'evitar fazer m...' na partida -, Grego, o mestre, Zecão, meu irmãozinho, Ivanzinho, Maurício, Canepa, Ilha - que saía no meio do treino para assistir capítulos da novela -, Pedro Carlos - o noivo da Miss -, Cláudio, Aurélio, Barone, Luiz Amaro, Conde, Luizinho, Paulão, Renê (irmão do Macarrão) e mais uma vez tenho que me desculpar por esquecer nomes...

Apesar de já ter citado acima, gostaria de marcar um tributo, realmente muito especial, ao Epaminondas "Baiano", destaque máximo da história do basquetebol do Botafogo.

Preciso, porém, abrir um parêntese a um outro técnico que não só é uma legenda no Botafogo mas, e principalmente, para o basquetebol brasileiro, Togo Renan Soares - "Kanela" - detentor de dois títulos mundiais de basquete e que depois de anos de 'cantadas' conseguiu que eu me transferisse para o Flamengo em 1972 (desde juvenil que ele me 'cantava' para transferir). Em 1974 me transferi para o Club Municipal e disputei os campeonatos de 1974, 1975 e 1976. Parei por um ano e parecia que não iria voltar. Em 1978 eu tinha um paciente muito especial, neto do sócio de meu pai, que era Flamengo e estava com um tumor cerebral maligno. Nesta ocasião eu trabalhava como médico do futebol profissional do América F.C., e o garoto me pediu uma camisa do seu clube. O América jogava contra o Flamengo no Maracanã e após o jogo fui ao vestiário do Flamengo e pedi ao Cláudio Coutinho uma camisa autografada para dar ao garoto que se encontrava no hospital após a cirurgia. Ele chamou o Zico e pediu que todos os jogadores do Flamengo assinassem a camisa 10 para me dar. Até hoje tenho o Cláudio Coutinho como uma lembrança a nunca ser esquecida. Neste ano, voltei ao Botafogo, após uma conversa com o Baiano que estava com dificuldades para armar o time. Eu estava completamente fora de forma após quase dois anos sem jogar ou treinar, mas voltei e joguei mais um ano pelo Botafogo e depois encerrei minha 'carreira' basquetebolística em meio ao campeonato de 1979, jogando pelo Grajaú Tênis Clube, após sofrer ruptura do tendão de Aquiles em um jogo na Gávea.

(*) - Fernando Bihari é médico, residindo atualmente em Toronto (Canadá). Mesmo de longe está sempre atento às notícias sobre o Botafogo. Foi ele um dos retratados no artigo sobre os atletas-médicos do Botafogo em 'outros esportes', como o leitor poderá verificar em http://datafogo.com/2010/03/atletas-medicos-do-botafogo-em-outros.html.

domingo, 22 de agosto de 2010

Confrontos Botafogo F.R. x C.A. Boca Juniors

súmulas: Pedro Varanda; texto: Claudio Falcão

O C.A. Boca Juniors, clube mais popular da Argentina e um dos mais populares e vitoriosos da América do Sul, é uma agremiação pela qual também atuaram alguns dos maiores jogadores que defenderam a camisa do Glorioso, como Martim Silveira (anos 30), Heleno de Freitas (anos 40) e Paulinho Valentim (anos 60).

O Botafogo leva uma pequena vantagem nos confrontos diretos contra a equipe portenha.

São: J - 6; V - 3; E - 1; D - 2; GP - 7; GC - 7; S - 0.

BOTAFOGO 0 x 4 BOCA JUNIORS
Data: 20/01/1935
Local: São Januário, Rio de Janeiro
Competição: Amistoso
Botafogo: Victor, Sylvio Hoffmann e Nariz; Ariel, Martim e Canalli; Álvaro, Waldemar de Britto, Carvalho Leite, Nilo (Armandinho) e Patesko.

BOTAFOGO 2 x 0 BOCA JUNIORS
Data: 22/03/1953
Local: Estádio do San Lorenzo, Buenos Aires
Árbitro: Will Braham
Competição: Quadrangular de Buenos Aires (Taça Juan Peron)
Botafogo: Gílson, Gérson e Floriano; Araty, Bob (Calico) e Juvenal; Braguinha (Jarbas), Geninho, Dino, Zezinho e Jayme (Vinícius). Técnico: Gentil Cardoso.
Boca Juniors: Ormeno, Colmán e Otero; Acosta, Maurino e Bendazi; Navarro, Gil, Rolando, Vairo (Montano) e González.
Gols: Dino (2), aos 13' e 43' (1º tempo).

BOTAFOGO 2 x 1 BOCA JUNIORS
Data: 15/03/1964
Local: Hernán Siles, La Paz
Árbitro: Arturo Ortube
Competição: Torneio Jubileu de Ouro da Associação de Futebol de La Paz (Botafogo campeão)
Botafogo: Manga, Joel, Zé Carlos, Nílton Santos e Rildo; Élton e Gérson; Garrincha, Arlindo, Jairzinho (Amoroso) e Zagallo. Técnico: Zoulo Rabello.
Boca Juniors: Roma, Simeone, Magdalena, Orlando e Marzolini; Rattin e Silveira; Rulli, Ferreyra (Perez), Sanfilippo e González. Técnico: Aristóbulo Deambrosi.
Gols: Gérson, de falta, aos 32' e Sanfilippo, aos 44' (1º tempo); Jairzinho, de cabeça, aos 10' (2º tempo).
Obs.: Silveira foi expulso.

BOTAFOGO 0 x 1 BOCA JUNIORS
Data: 09/07/1964
Local: Monumental de Núñez, Buenos Aires
Árbitro: Angel Coerezza
Competição: Torneio Ibero-Americano (Quadrangular de Buenos Aires)
Botafogo: Manga, Joel, Paulistinha, Nílton Santos e Rildo; Élton e Gérson; Roberto, Arlindo, Jairzinho e Zagallo.
Boca Juniors: Roma, Simeone, Marzolini, Orlando e Silvero; Rattin e Silveira; Ferreyra (Gonzalito), Paulinho Valentim, Menéndez (Rojas) e González.
Gol: Rattin, aos 3' (1º tempo).

BOTAFOGO 3 x 1 BOCA JUNIORS
Data: 12/08/1988
Local: Luís Sitjar, Palma de Mallorca (ESP)
Público: 12.000
Árbitro: Sergio Albert
Competição: Taça Cidade Palma de Mallorca
Botafogo: Ricardo Cruz, Josimar, Wilson Gottardo, Mauro Galvão e Renato Martins; Luisinho, Carlos Magno e Paulinho Criciúma; Marinho, Mazolinha e Helinho. Técnico: Pinheiro.
Boca Juniors: Genaro, Sánchez Guillermo, Doménech, Correa, Espinosa, Musladini, Varela, Soñora, Berti, Barroso (Ibáñez) e Arias. Técnico: ?
Gols: Josimar, aos 11'; Correa, de pênalti, aos 22'; Carlos Magno, aos 23' e Helinho, de cabeça, aos 25'.
Obs.: Doménech, aos 61'; Sánchez Gullermo e Helinho (este impedido de participar do jogo seguinte), aos 76'; o médico do Botafogo e Luisinho (este em condições de disputar o jogo seguinte), aos 80', foram expulsos.

BOTAFOGO 0 x 0 BOCA JUNIORS
Data: 19/08/1988
Local: Vigo (ESP)
Competição: Torneio Cidade de Vigo
Botafogo: Ricardo Cruz, Josimar, Wilson Gottardo, Mauro Galvão e Renato Martins; Vítor, Luisinho e Paulinho Criciúma; Luiz Cláudio, Marinho e Helinho (Gilmar Popoca).
Obs.: Nos pênaltis, Botafogo 3 x 0: Gilmar Popoca, Paulinho Criciúma e Marinho marcaram.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Flávio Ramos e Emmanuel Sodré: Idealizadores e Fundadores do Botafogo Football Club

pesquisa de Claudio Falcão e Pedro Varanda; súmulas: Pedro Varanda

Corria o ano de 1904, quando dois estudantes adolescentes, com seus 15 anos de idade, tiveram a ideia de criar um clube voltado para a prática do futebol, o que culminou com a fundação, a 12 de agosto daquele ano, do então Botafogo Football Club.

Eram eles Flávio Ramos e Emmanuel Sodré.

Flávio da Silva Ramos, o 'Menino de Ouro'


Nascimento: 14/04/1889, em Petrópolis (RJ) (*).
Falecimento: 14/09/1967, no Rio de Janeiro (**).
Jogos: 52 (atuou de 1904 a 1913).
Gols: 58 (autor do 1º gol botafoguense, em 21/05/1905, 1 x 0 no Petropolitano-RJ).
Títulos: Campeão Carioca de 1º Quadro (1907 e 1910) e Campeão Carioca de 2º Quadro (1910).
Obs.: 1) Flávio Ramos foi o primeiro presidente do Botafogo F.C.; 2) Era advogado, tendo colado grau em 1911 (*); 3) Não participou do Campeonato Carioca de 1912.

[Fontes: (*) - Revista do Esporte, nº 335, de 07/08/1965 e (**) - Jornal do Brasil, de 15/09/1967.]

Emmanuel de Almeida Sodré


Nascimento: 30/12/1888, em Belém (PA) (***).
Falecimento: 03/07/1982, no Rio de Janeiro (***).
Jogos: 58 (atuou de 1906 a 1912).
Gols: 13.
Estreia: 08/07/1906 - Botafogo 5 x 0 Athletic. Gols: Ataliba Sampaio (2), Flávio Ramos, Gilbert Hime e Emmanuel Sodré.
Títulos: Campeão Carioca de 1º Quadro (1907, 1910 e 1912) e Campeão Carioca de 2º Quadro (1906 e 1907).
Obs.: Emmanuel Sodré era graduado em Direito, tendo alcançado na magistratura a posição de desembargador.

[Fonte: (***) - Sra. Carmem Viveiros de Castro Cavalcanti.]

São fundadores do Botafogo Football Club (12/08/1904):
Álvaro Cordeiro da Rocha Werneck
Arthur César de Andrade, 'Tutu'
Augusto Paranhos Fontenelle, 'Zingo'
Basílio Vianna Júnior
Carlos Bastos Netto
Emmanuel de Almeida Sodré
Eurico Parga Viveiros de Castro
Flávio da Silva Ramos
Jacques Raymundo Ferreira da Silva
Lourival Camargo da Costa
Octávio Cordeiro da Rocha Werneck
Vicente Licínio Cardoso

Seguem algumas súmulas de grande interesse:

BOTAFOGO 1 x 0 PETROPOLITANO F.C.
Data: 21/05/1905
Local: Rua Conde de Irajá, Rio de Janeiro
Árbitro: Sr. Jonas
Competição: Amistoso
Gol: Flávio Ramos, no 2º tempo
Botafogo: Álvaro Werneck, João Leal e Raul Barreto Maranhão; Waldemar Pereira da Cunha, Octávio Werneck e Adhemaro de Lamare; Ithamar Tavares, Flávio Ramos, Octávio Pereira da Silva, Alexandre Mayo e Carlos Bittencourt
Petropolitano: José Frias, Hippolyto Pederneiras e Álvaro Soares; Dionysio Cerqueira, Fernando Vidal e Carlos Rocha Lima; Luiz Pederneiras, Eduardo Pederneiras, Armando Vidal, Júlio Werneck e Fernando Vasconcellos
Obs.: 1) Primeira vitória do Botafogo; 2) Raul B. Maranhão perdeu um pênalti no 1º tempo.

BOTAFOGO 2 x 1 SELEÇÃO PAULISTA
Data: 04/08/1906
Local: Velódromo, São Paulo
Árbitro: Raphael Sampaio (da A.A. Palmeiras)
Competição: Amistoso
Gols: Vevé (1º tempo); Flávio Ramos e Ataliba Sampaio, em passe de G. Hime (2º tempo)
Botafogo: Álvaro Werneck, João Leal e Octávio Werneck; Macedo Soares, C. Calvert e C. Mutzenbecher; Norman Hime, Flávio Ramos, Ataliba Sampaio, Gilbert Hime e A. Motta
Seleção Paulista: J. Miranda, Pinto e W. Jeffery; Stwart, Maneco e Pyles; A. Ruffim, Gonçalves (Vevé), B. Cerqueira, O. Andrade e H. Ruffim
Obs.: 1) Primeira partida e vitória fora do Rio de Janeiro; 2) C. Calvert e C. Mutzenbecher (ambos do Rio Cricket) e A. Motta (do Athletic) reforçaram o Botafogo; 3) Gonçalves saiu contundido no 1º tempo; 4) Primeiro troféu conquistado pelo Botafogo, o bronze 'Elihu Root'.

BOTAFOGO 4 x 2 FLUMINENSE
Data: 22/09/1907
Local: Rua Guanabara, Rio de Janeiro
Árbitro: Weymar
Competição: Campeonato Carioca
Gols: Flávio Ramos e Oswaldo Gomes, no 1º tempo; Gilbert Hime, Oswaldo Gomes e Flávio Ramos (2), no 2º tempo
Botafogo: Álvaro Werneck, Raul Rodrigues e Octávio Werneck; Norman Hime, Ataliba Sampaio e Lulu Rocha; Rolando de Lamare, Flávio Ramos, Canto, Gilbert Hime e Emmanuel Sodré
Fluminense: Waterman, Victor Etchegaray e W. Salmond; João Leal, Edgard Gulden e Arnaldo Borgerth; Oswaldo Gomes, Alex Martins, Reidy, Emile Etchegaray e Félix Frias

BOTAFOGO 3 x 1 SELEÇÃO DA LIGA METROPOLITANA
Data: 29/09/1907
Local: Rua Guanabara, Rio de Janeiro
Árbitro: Bardsley
Competição: Amistoso
Gols: Flávio Ramos (2) e Ataliba Sampaio, para o Botafogo; C. Mutzenbecher, para a Seleção da Liga Metropolitana
Botafogo: Viveiros de Castro, Octávio Werneck e Raul Rodrigues; Lulu Rocha, Ataliba Sampaio e Álvaro Werneck; Emmanuel Sodré, Gilbert Hime, João Baptista Canto, Flávio Ramos e Gastão Teixeira
Seleção da Liga Metropolitana: Wilkes (Inter), W. Salmond (Flu) e E. Pullen (Pay); Mitchell (Inter), C. Riether (Inter) e Butler (Inter); Weymar (Inter), E. Etchegaray (Flu), C. Mutzenbecher (Inter), A. Leigh (Pay) e C. Paranhos (Inter)
Obs.: 1) Mediante a desistência da A.A. Internacional de enfrentar o Botafogo pelo campeonato, o Alvinegro enfrentou a Seleção da Liga Metropolitana. Os faltosos da Associação Athetica Internacional, que não compareceram para enfrentar o Botafogo: A. Gay, C. Hill, Haughton e McEwen; 2) Viveiros de Castro atuou na meta porque havia jogado pelo 2º quadro na preliminar.

BOTAFOGO 1 x 0 FLUMINENSE
Data: 25/09/1910
Local: Rua Voluntários da Pátria, Rio de Janeiro
Árbitro: A. W. Hassell
Competição: Campeonato Carioca (2º Quadro)
Gol: Paula e Silva (2º tempo)
Botafogo: César Gonçalves, Cândido Vianna e Edgard Dutra; Adhemaro de Lamare, Norman Hime e Juca Couto; Nilo Rasteiro, Flávio Ramos, Carlos Hasche, Paula e Silva e Mário Fontenelle
Fluminense: Guimarães, Dale e C. Paranhos; Brandão, H. Cox e Motta; F. Loup, A. de Castro, Rocha, Gustavo e Ayrosa

BOTAFOGO 6 x 1 FLUMINENSE
Data: 25/09/1910
Local: Rua Voluntários da Pátria, Rio de Janeiro
Árbitro: A. W. Hassell
Competição: Campeonato Carioca
Gols: Abelardo de Lamare (3), no 1º tempo; Lulu Rocha (contra), Décio Viccari (2) e Mimi Sodré, no 2º tempo
Botafogo: Coggin, Edgard Pullen e Dinorah; Rolando de Lamare, Lulu Rocha e Lefèvre; Emmanuel Sodré, Abelardo de Lamare, Décio Viccari, Mimi Sodré e Lauro Sodré
Fluminense: Waterman, Félix Frias e Ernesto Paranhos; Nery, Mutzenbecher e Gallo; Millar, Oswaldo Gomes, Edwin Cox, Gilbert Hime e A. Borgerth
Obs.: O árbitro A. W. Hassell também arbitrou a partida preliminar de 2ºs quadros.

[Fontes: Gazeta de Notícias, Jornal do Brasil e Jornal do Commercio.]

sábado, 14 de agosto de 2010

Mais um Doutor Botafoguense: Augustinho, um Artilheiro Recordista


pesquisa de Claudio Falcão e Pedro Varanda

Considera-se Pelé o maior artilheiro de um campeonato oficial de Primeira Divisão no Brasil, pois em 1958, com apenas 18 anos de idade, o 'Craque do Século' foi artilheiro do campeonato paulista com 58 gols.

No entanto, em 1942, no campeonato carioca de Primeiros Quadros Amadores, promovido pela então Federação Metropolitana de Futebol, um jogador do Botafogo consagrava-se como um artilheiro de recorde incontestável, ao assinalar 75 gols naquela competição. Era ele o centro-avante Augustinho, Augusto Willemsems, que à época contava 27 anos de idade. Naquele ano, o jogador alvinegro disputou 28 das 34 partidas de um campeonato que contou com 18 agremiações, tendo deixado de marcar em apenas quatro jogos, no entanto tendo assinalado oito gols só na partida contra o River, no returno. Sua média foi de 2,68 tentos por jogo.

A campanha completa do Botafogo em 1942, bem como nos dois anos subsequentes, pois nos sagramos tricampeões, pode ser conferida em http://datafogo.blogspot.com/2010/03/botafogo-campeonatos-cariocas-de.html. O leitor poderá verificar que Augustinho também participou da jornada de 1943, quando disputou 10 das 18 partidas e marcou seis gols, no ano do bicampeonato.

Augusto Willemsems nasceu a 18 de setembro e era advogado, tendo durante muitos anos atuado no mercado financeiro. O mesmo faleceu com 83 anos de idade, a 26 de outubro de 1998, em decorrência de 'problemas cardíacos', sendo sepultado no cemitério São Francisco Xavier (Caju).

À memória de Augustinho, as homenagens do DataFogo.

[Fontes: Revista Botafogo, nº 30, de novembro/1943 e nº 73, de outubro/1948; Grandes Clubes Brasileiros - Botafogo (1972) e O Globo, 28/10/1998 - obituário.]

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Parabéns ao Aniversariante do Dia: 106 Anos do Botafogo Football Club

por Claudio Falcão

Na data de hoje, há 106 anos, um grupo de garotos do bairro carioca de Botafogo fundava o Botafogo Football Club, a 'fração futebol' do que viria a ser em 1942 o nosso Botafogo de Futebol e Regatas, uma das maiores glórias do desporto nacional, detentor de títulos os mais significativos no esporte que é a grande paixão do brasileiro.
  • Campeão da Copa Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) - 1993.

  • Campeão Brasileiro - 1995.

  • Campeão da Taça Brasil - 1968.

  • Campeão do Torneio Rio-São Paulo [4] - 1962, 1964, 1966, 1998.

  • Campeão Carioca/Estadual [19] - 1907, 1910, 1912, 1930, 1932-1933-1934-1935 (tetra), 1948, 1957, 1961-1962 (bi), 1967-1968 (bi), 1989-1990 (bi), 1997, 2006, 2010.

  • Campeão da Taça Guanabara [6] - 1967-1968 (bi), 1997, 2006, 2009-2010 (bi).

  • Campeão da Taça Rio [5] - 1989, 1997, 2007-2008 (bi), 2010.

  • Campeão do Torneio Municipal [2] - 1951, 1996.

  • Campeão do Torneio Início-RJ [8] - 1934, 1938, 1947, 1961-1962-1963 (tri), 1967, 1977.

As congratulações do DataFogo ao Glorioso Botafogo de Futebol e Regatas pelos 106 anos do seu futebol!

domingo, 8 de agosto de 2010

Juniores do Botafogo conquistam Título da II Copa del Agatha

Juniores Mais Uma Vez Campeões na Holanda!

por Claudio Falcão

Após a conquista do Torneio Terborg (Holanda), em maio, e do Torneio Internacional Sub-19 (Bélgica), no domingo passado, os atletas de futebol júnior do Botafogo continuam brilhando em campos europeus.

Neste domingo sagraram-se campeões invictos da II Copa del Agatha, disputada na Holanda, competição na qual colocaram-se em terceiro lugar em 2009.

Esta foi a campanha da rapaziada botafoguense:

07/08 - Botafogo 1 x 1 Hoffenheim (Alemanha)
Gol do Botafogo: Jairo.

07/08 - Botafogo 1 x 0 IFK Göteborg (Suécia)
Gol: Willian.

07/08 - Botafogo 1 x 0 Schalke 04 (Alemanha)
Gol: Willian.

08/08 - Botafogo 4 x 0 Sint-Truidense (Bélgica)
Gols: Willian (2), Wesley e Jairo.

08/08 - Botafogo 2 x 0 NEC/FC Oss (Holanda)
Gols: Brayan e Hudson.

Final:
08/08 - Botafogo 1 x 0 Schalke 04 (Alemanha)
Gol: Willian.

Resumo:
J - 6; V - 5; E - 1; GP - 10; GC - 1; S - 9.

Artilheiro da competição: Willian (BFR), com 5 gols.

Técnico: Douglas Oliveira.

[Fontes: http://www.copadelagatha.nl/ e site oficial do Botafogo F.R.]

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Campeões pelo Botafogo vindos do Rival Rubro-Negro Carioca

pesquisa de Claudio Falcão e Pedro Varanda

Durante muitos anos cultivou-se a tradição de que jogadores oriundos do C.R. Flamengo chegavam ao Botafogo para serem campeões.

Adiante o leitor poderá conferir vários desses exemplos.
  • 1948 - Sylvio Pirillo (atacante)
Título: Campeonato Carioca (1948): 19 jogos, 13 gols.
Estreia no Botafogo: 14/03/1948 - 2 x 3 América (MG) (amistoso), tendo marcado 1 gol.
  • 1957 - José Lucas (Servílio) (médio-direito)
Título: Campeonato Carioca (1957): 20 jogos.
Estreia no Botafogo: 04/08/1957 - 4 x 0 Canto do Rio (Campeonato Carioca).
  • 1958 - Mário Jorge Lobo Zagallo (ponteiro-esquerdo)
Títulos [4]: Campeonato Carioca (1961): 21 jogos, 2 gols; Campeonato Carioca (1962): 23 jogos, 2 gols; Torneio Rio-São Paulo (1962): 7 jogos, 1 gol; Torneio Rio-São Paulo (1964): 10 jogos.
Estreia no Botafogo: 13/07/1958 - 2 x 1 Fluminense (Campeonato Carioca).
  • 1958 - Amarildo Tavares da Silveira (atacante)
Títulos [3]: Campeonato Carioca (1961): 25 jogos, 18 gols - artilheiro da competição; Campeonato Carioca (1962): 24 jogos, 15 gols; Torneio Rio-São Paulo (1962): 7 jogos, 8 gols.
Estreia no Botafogo: 01/11/1958 - 2 x 2 Canto do Rio (Campeonato Carioca).
  • 1962 - Jadir Egydio de Souza (zagueiro)
Título: Campeonato Carioca (1962): 3 jogos.
Estreia no Botafogo: 03/10/1962 - 6 x 1 Royal (amistoso).
  • 1963 - Gérson de Oliveira Nunes (meio-campo)
Títulos [7]: Torneio Rio-São Paulo (1964): 9 jogos, 5 gols; Torneio Rio São-Paulo (1966): 6 jogos, 1 gol; Campeonato Carioca (1967): 14 jogos, 6 gols; Campeonato Carioca (1968): 17 jogos, 9 gols; Taça Guanabara (1967): 5 jogos, 3 gols; Taça Guanabara (1968): 7 jogos, 4 gols; Taça Brasil (1968): 1 jogo.
Estreia no Botafogo: 17/10/1963 - 0 x 1 Bahia (Taça Brasil).
  • 1967 - Aírton 'Beleza' Baptista dos Santos (atacante)
Título: Campeonato Carioca (1967): 6 jogos, 3 gols.
Estreia no Botafogo: 19/01/1967 - 2 x 0 Universitário (Peru).
  • 1968 - José Márcio Pereira da Silva (Zequinha) (ponteiro-direito)
Títulos [2]: Taça Guanabara (1968): 5 jogos, 1 gol; Taça Brasil (1968): 4 jogos.
Estreia no Botafogo: 04/08/1968 - 1 x 1 América (Taça Guanabara).
  • 1989 - Marcelo Gonçalves Costa Lopes (zagueiro)
Títulos [5]: Campeonato Estadual (1990): 17 jogos, 3 gols; Campeonato Estadual (1997): 23 jogos, 1 gol; Campeonato Brasileiro (1995): 26 jogos, 2 gols; Taça Cidade Maravilhosa (Torneio Municipal) (1996): 7 jogos; Torneio Rio-São Paulo (1998): 6 jogos.
Estreia no Botafogo: 07/10/1989 - 1 x 1 São Paulo (Campeonato Brasileiro).
  • 1997 - Jorge Luiz Matheus de Almeida (zagueiro)
Títulos [2]: Campeonato Estadual (1997): 23 jogos, 2 gols; Torneio Rio-São Paulo (1998): 10 jogos, 1 gol.
Estreia no Botafogo: 23/01/1997 - 1 x 1 Palmeiras (Torneio Rio-São Paulo).

domingo, 1 de agosto de 2010

Juniores do Botafogo Campeões na Bélgica

pesquisa de Claudio Falcão

A equipe de futebol júnior do Botafogo sagrou-se neste domingo campeã do XI Torneio Internacional Sub-19, realizado na cidade belga de Oostduinkerke.

Esta foi a campanha:

1ª Fase
30/07 - Botafogo 2 x 0 Sint-Truidense (Bélgica)
Gols: Paulinho e Cidinho.
30/07 - Botafogo 2 x 0 Eintracht Frankfurt (Alemanha)
Gols: Wesley (pênalti) e Giácomo.

2ª Fase
31/07 - Botafogo 0 x 1 Celtic (Escócia)
31/07 - Botafogo 3 x 0 Club Brugge (Bélgica)
Gols: Giácomo, Jairo e Paulinho.
31/07 - Botafogo 2 x 0 A.A. Gent (Bélgica)
Gols: Felipe Oliveira e Bruno Medeiros.

Semifinal
01/08 - Botafogo 0 x 0 Brondby (Dinamarca) (nos pênaltis: Botafogo 4 x 3)

Final
01/08 - Botafogo 2 x 0 Tottenham (Inglaterra)
Gols: Gérson e Wesley (pênalti).

Técnico: Douglas Oliveira.

[Fonte: site oficial do Botafogo F.R.]