sexta-feira, 29 de abril de 2011

Alemão, um Meio-Campo de Seleção Brasileira

dados estatísticos e súmulas: pesquisa de Pedro Varanda; pesquisa e texto: Claudio Falcão


Ricardo Rogério de Brito, o Alemão, nasceu em Lavras (MG) a 22 de novembro de 1961. Estreou nos profissionais do Botafogo em 1982, ficando vinculado ao Alvinegro até março de 1987, quando foi negociado com o Atlético de Madrid e deste para o Napoli em 1988. Campeão italiano na temporada 1989/1990, ainda disputou a temporada local de 1991/1992 pelo clube napolitano. Atuou em seguida pelo Atalanta, tendo em 1994 se transferido para o São Paulo F.C., onde permaneceu até 1996.

Pelo Botafogo conquistou o Torneio 23º Aniversário de Brasília (Taça Governador José Ornellas), em 1983 e o Torneio de Berna (Philips Cup), em 1985.

Esteve com a seleção brasileira nas copas do mundo de 1986 e de 1990, bem como na Copa América de 1989, ocasião em que conquistou o título sul-americano.

Alemão atuou pelo Glorioso em 185 jogos e marcou 27 gols, entre 1982 e 1986.

Estreia de Alemão no Botafogo:
BOTAFOGO 1 x 1 VITÓRIA (BA)
Data: 30/03/1982
Local: Fonte Nova, Salvador
Renda: Cr$ 1.926.350,00 / Público: 7.110
Árbitro: William Batista
Competição: Amistoso
Gols: Beijoca, aos 6’ (1º tempo); Mirandinha, aos 38’ (2º tempo)
Botafogo: Paulo Sérgio, Perivaldo, Gaúcho, Oswaldo e Washington; Almir, Wecsley (Mirandinha) e Mendonça (Alemão); Geraldo (Édson), Té e Ziza (Silva).Técnico: Félix Venerando
Vitória (BA): Geninho; Carlinhos, Xaxá, Alexandre Neto e Marquinho; Édson Silva (Valder), Zé Augusto e Jorge Fraga (Zé Mário); Ronaldinho, Beijoca e Jorge Luís (Valmar). Técnico: Eliseu Godói
Fonte: Botafogo F.R. (Édson Bentes)

Philips Cup (1º jogo):
BOTAFOGO 2 x 1 YOUNG BOYS (SUÍ)
Data: 31/07/1985
Local: Estádio Dankdorf (Berna)
Competição: Torneio de Berna (Philips Cup)
Gols: Baltazar (2), aos 15’ e 25’, Lunde, aos 44’ (todos no 2° tempo)
Botafogo: Luiz Carlos, Josimar, Marinho, Oswaldo e Wagner Pepeta; Alemão, Renato (Ademir Fonseca) e Elói; Petróleo (Berg), Baltazar e Antônio Carlos.

Philips Cup (decisão):
BOTAFOGO 5 x 0 BORUSSIA MÖNCHENGLADBACH (ALE)
Data: 02/08/1985
Local: Estádio Dankdorf (Berna)
Público: 13.400
Competição: Torneio de Berna (Philips Cup) (decisão)
Gols: Baltazar, Petróleo (de cabeça) e Elói (de pênalti), no 1° tempo; Alemão (de pênalti) e Baltazar, no 2° tempo
Botafogo: Luiz Carlos, Josimar, Marinho, Oswaldo (Leiz) e Wagner Pepeta; Alemão, Renato e Elói; Petróleo, Baltazar e Antônio Carlos (Helinho). Técnico: Abel Braga
Borussia Mönchengladbach: Sude, Bruns, Borowka, Drehsen e Frontzeck; Rahn, Lienen (Krauss) e Hochstaetter; Hannes, Mill e Criens (Pinkall). Técnico: ?
Obs.: Botafogo campeão.

Último jogo de Alemão pelo Botafogo:
BOTAFOGO 0 x 0 BANGU (RJ)
Data: 13/12/1986
Local: São Januário (Rio de Janeiro)
Competição: Campeonato Brasileiro (Copa Brasil)
Botafogo: Laguzza, Josimar, Oswaldo, Mongol (Zé Luiz Azevedo) e Gilberto; Derval, Luisinho e Alemão; Maurício, Roberto Carlos e Luiz Cláudio.

sábado, 23 de abril de 2011

Goleiros do Botafogo no Profissionalismo

pesquisa de Claudio Falcão

Dois disputaram copas do mundo, casos de Manga (1966) e de Paulo Sérgio (1982), três outros estiveram em campeonatos sul-americanos (atual Copa América), situações de Aymoré (1942), de Ary (1946) e de Oswaldo 'Baliza' (1949) e outros quatro marcaram presença em Jogos Olímpicos, casos de Arízio (1952), de Hélio e de Florisvaldo (1964) e de Zé Carlos (1976), tendo Wendell sido convocado para a Copa do Mundo de 1974, porém cortado por contusão. Ou seja, a tradição de bons goleiros do Botafogo é um fato incontestável. Agora mesmo temos em nosso goleiro titular, Jefferson, uma constante presença nas convocações do técnico Mano Menezes para a disputa de amistosos da seleção brasileira.

Goleiros do Botafogo em 1963, da esquerda para a direita:
Hélio, Florisvaldo, Ary Jório, Ernâni, João Batista e Manga
(foto: Revista do Esporte)

Segue uma relação de goleiros que defenderam a meta alvinegra no período do profissionalismo (no caso do Botafogo, de 1935 em diante):

Alberto - Alberto Lima dos Santos (1935-1938)
Aymoré - Aymoré Moreira (1936-1943)
Humberto - Humberto de Oliveira (1938-1940)
Nova (1940)
Brandão - Lourival Farias de Lima (1940-1942)
Ary - Ary Nogueira César (1942-1950)
Oswaldo 'Baliza' - Oswaldo Alfredo da Silva (1944-1953)
Matarazzo - Ermelino Matarazzo (1948; 1951)
Salvador - Sebetai Salvador Torós (1949)
Gílson - Gílson Mussi (1950; 1953-1955)
Arízio - Arízio Marçal da Cruz (1951-1954)
Pianovisky - Guilherme Pianovisky (1954)
Joselias - Joselias Nascimento de Oliveira (1954)
Lugano - Hector Lugano (1955)
Edgard - José Silvério de Souza (1955-1956)
Walter - Walter Jorge (1955)
Lamin - João Lamin dos Santos (1956)
Pereyra Natero (1956-1957)
Amaury - Amaury Fonseca (1956-1958)
Adalberto - Adalberto Leite Martins (1957-1962)
Ernâni - Ernâni Ribeiro Guimarães (1958; 1960; 1963)
Manga - Haílton Corrêa de Arruda (1959-1968)
Hélio - Hélio Dias de Oliveira (1963-1965)
Florisvaldo - Florisvaldo Pinto Júnior (1963)
Ary Jório (1963)
Miguel - Miguel Ferreira de Lima (1964)
Cao - Luiz Carlos Pires de Queiroz (1965-1974)
Miranda (1967)
Carlos Henrique - Carlos Henrique Aud dos Santos (1967)
Wendell - Wendell Lucena Ramalho (1968-1977)
Ubirajara Motta - Ubirajara Gonçalves Motta (1969-1971)
Jair Bragança - Jair Antônio Bragança dos Reis (1974)
Da Costa (1974)
Ubirajara Alcântara - Ubirajara da Silva Alcântara (1974-1977; 1979)
Zé Carlos - José Carlos Pessanha (1975-1979)
Luiz Carlos - Luiz Carlos Azevedo Silva (1979-1987)
Borrachinha - José Luiz de Moura (1979)
Paulo Sérgio - Paulo Sérgio de Oliveira Lima (1980-1984)
Gílson (1982)
Jair (1982)
Ica (1985)
Reni - Reni Spíndola (1985)
Zé Luiz (1985-1986)
Lagusa (1985-1986)
Gabriel - Gabriel da Conceição Vieira (1985; 1988-1990)
Jorge Lourenço - Jorge Máximo Lourenço (1987-1988)
Alvez - Fernando Harry Alvez Mosquera (1987-1988)
Ricardo Cruz - Ricardo da Cruz Cerqueira (1988-1992)
William 'Bacana' - William Martins Sampaio (1991-1993)
Marcelo Lourenço (1992)
Palmieri - Roberto Palmieri de Souza (1992)
Arílson - Arílson do Nascimento Silva (1992-1993)
André Luís (1993)
Niño - Eduardo Niño García (1993)
Palmieli - Ed Wilson Nascimento (1993)
Carlão - Carlos Gibowski (1993-1996)
Wagner - Sebastião Wagner de Souza e Silva (1993-2002)
Alex Guimarães - Alex Guimarães da Silva (1995-2001)
Paulo Sérgio - Paulo Sérgio Coelho Leite (1999)
Lázaro - Roberval Lázaro de Alcântara Filho (2001-2004)
Kléber - Kléber Guerra Marques (2002)
Carlos Germano - Carlos Germano Schwambach Neto (2002)
Max - Maxlei dos Santos Luzia (2003-2007)
Jefferson - Jefferson de Oliveira Galvão (2003-2005; 2009- )
Lopes - Astolpho Júnio Lopes (2006-2007)
Júlio César - Júlio César Jacobi (2006-2007)
Roger - Roger José de Noronha Silva (2007)
Castillo - Juan Guillermo Castillo Iriart (2008-2009)
Renan - Renan dos Santos (2008- )

[Fontes: O Futebol no Botafogo (1904-1950), de Alceu Mendes de Oliveira Castro, 1951; Álbum do Esporte - 1, edição da Revista do Esporte, 1962; Campeonato Carioca - 96 Anos de História (1902-1997), de Roberto Assaf e Clóvis Martins, 1997; http://www.rsssfbrasil.com/miscellaneous/hbotafogo.htm; Arquivo do autor.]

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Taça Guanabara de Juniores 2011 - Resumo da Campanha do Botafogo

pesquisa de Claudio Falcão

Segue a campanha do Botafogo, que a 10/04 sagrou-se, com antecedência de uma rodada, campeão da Taça Guanabara de Futebol Júnior (primeiro turno do Campeonato Estadual), concluída neste domingo.

20/01 - Botafogo 7 x 0 Duque de Caxias, no Caio Martins
Gols: Carlos Thiago, Jairo (4), Cidinho e Renan Lemos.

23/01 - Botafogo 2 x 1 Cabofriense, no Alair Corrêa
Gols do Botafogo: Cidinho e Jairo.

26/01 - Botafogo 1 x 0 Madureira, no Caio Martins
Gol: Cidinho.

29/01 - Botafogo 1 x 3 Olaria, no Caio Martins
Gol do Botafogo: Wellington.

02/02 - Botafogo 1 x 0 Bangu, em Moça Bonita
Gol: Cidinho.

06/02 - Botafogo 2 x 3 Fluminense, em Xerém
Gols do Botafogo: Daniel e Cidinho.

12/02 - Botafogo 2 x 2 Macaé, no Caio Martins
Gols do Botafogo: Renan Lemos e Felipe Cruz.

03/03 - Botafogo 3 x 0 Volta Redonda, no Caio Martins
Gols: Cidinho e Giácomo (2).

09/03 - Botafogo 3 x 1 Nova Iguaçu, em Nova Iguaçu
Gols do Botafogo: Vitinho, Jéferson e Castro.

13/03 - Botafogo 1 x 0 Americano, no Caio Martins
Gol: Jéferson.

19/03 - Botafogo 2 x 2 Vasco da Gama, em São Januário
Gols do Botafogo: Vitinho e Ulisses.

30/03 - Botafogo 9 x 1 Boavista, no Eustáquio Marques (Curicica)
Gols do Botafogo: Castro (3), Vitinho (3), Jéferson (2) e Felipe Cruz.

03/04 - Botafogo 5 x 1 Resende, no Caio Martins
Gols do Botafogo: Jairo (2), Cidinho (2) e Castro.

10/04 - Botafogo 1 x 0 Flamengo, no Caio Martins - JOGO DO TÍTULO
Gol: Jairo.

17/04 - Botafogo 2 x 0 América, em Édson Passos
Gols: Giácomo e Felipe Cruz.

Resumo:
Pontos ganhos: 35; Jogos: 15; Vitórias: 11; Empates: 2; Derrotas: 2; Gols Pró: 42; Gols Contra: 14; Saldo: 28.

Técnico campeão: Eduardo Húngaro.

[Fonte: site oficial do Botafogo de Futebol e Regatas.]

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Botafogo Campeão da Taça Guanabara de Futebol Júnior 2011

texto de Claudio Falcão

O Botafogo conquistou na tarde deste domingo, no Estádio Caio Martins e com antecipação de uma rodada, o título de campeão da Taça Guanabara de Futebol Júnior, após dez anos de espera. A conquista se concretizou com a vitória de 1 a 0 sobre o C.R. Flamengo, gol de Jairo aos 47' do segundo tempo, em cobrança de penalidade máxima.

Assim atuou o Botafogo: Andrey, Gilberto (Bruno Medeiros), Lucas Zen, Ulisses e Renan Lemos; Tiago Brito, Fabiano, Jéferson (Castro) e Cidinho; Vitinho (Jádson) e Jairo. Técnico: Eduardo Húngaro.

Após a disputa da partida referente à última rodada da competição, contra o América F.C., publicaremos um resumo da participação do Glorioso no certame, que equivale ao 1º turno do Campeonato Estadual da categoria.

Parabéns aos jovens campeões!

[Crédito da foto: Rodrigo Paradella/BFR]

[Fonte: site oficial do Botafogo de Futebol e Regatas.]

domingo, 10 de abril de 2011

O Lateral Josimar

dados estatísticos e súmulas: pesquisa de Pedro Varanda; pesquisa e texto: Claudio Falcão


Josimar Higino Pereira, nosso antigo lateral-direito, nasceu no Rio de Janeiro (RJ) a 19 de setembro de 1961. Pela seleção brasileira participou da Copa do Mundo de 1986 (México), bem como das Copas América de 1987 e de 1989, nesta última sagrando-se campeão. Em 1982 atuou pela primeira vez entre os profissionais do Glorioso. Participou da temporada espanhola em 1988, defendendo o Sevilla F.C., tendo retornado em seguida ao Botafogo, onde conquistou o título de campeão estadual invicto em 1989, sendo posteriormente negociado com o C.R. Flamengo. É pai de Josimar Higino Pereira Júnior, também jogador de futebol.

Atuou em 305 jogos e marcou 13 (treze) gols pelo Botafogo.

Títulos de Josimar pelo Botafogo:
1983
Campeão do Torneio 23º Aniversário de Brasília (Taça José Ornellas).
1984
Campeão do Torneio de Genebra.
1985
Campeão do Torneio de Berna (Philips Cup).
1988
Campeão da Taça Cidade de Palma de Mallorca.
1989
Campeão da Taça Rio.
Campeão Estadual (invicto).

Estreia de Josimar na equipe principal do Botafogo:
BOTAFOGO 1 x 2 GUARANI (SP)
Data: 17/01/1982
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Competição: Campeonato Brasileiro
Gol do Botafogo: Mirandinha
Botafogo: Paulo Sérgio, Perivaldo, Gaúcho, Gaúcho Lima e Washington; Rocha, Wecsley e Marcelo (Josimar); Édson, Mirandinha e Jérson.

Primeira vitória e primeiro gol:
BOTAFOGO 5 x 1 SELEÇÃO DE UBÁ (MG)
Data: 20/01/1982
Local: Estádio Centenário, Ubá
Árbitro: Luís Carlos Félix
Competição: Amistoso
Gols: Wecsley, aos 27', Perivaldo, aos 28', Cacá, aos 32' e Ziza, aos 45' (1º tempo); Ademir Lobo, aos 32' e Josimar, aos 40' (2º tempo)
Botafogo: Paulo Sérgio (Luiz Carlos), Perivaldo (Gilmar), Gaúcho (Luís Cláudio), Gaúcho Lima e Washington; Rocha (Ademir Lobo), Wecsley (Almir) e Marcelo (Josimar); Ziza, Mirandinha (Petróleo) e Jérson. Técnico: Jorge Vieira
Seleção de Ubá: Eduardo, Jair, Roque, Marino e Devanir; Molinha, Tantico (Ciro) e Julinho (Dimas); Cacá (Rubens), Pudim e Rin-Tim-Tim. Técnico: ?
Obs.: O Botafogo conquistou o Troféu Xisto Toniato.
Fonte: Botafogo F.R.

Principal título de Josimar pelo Botafogo:
BOTAFOGO 1 x 0 FLAMENGO
Data: 21/06/1989
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: NCz$302.592,00
Público: 68.671 (56.412 pagantes)
Árbitro: Válter de Paula Senra
Competição: Campeonato Estadual (2º jogo da decisão)
Gol: Maurício, aos 12' (2º tempo)
Botafogo: Ricardo Cruz, Josimar, Wilson Gottardo, Mauro Galvão e Marquinho; Carlos Alberto Santos, Luisinho e Vítor; Maurício, Paulinho Criciúma e Gustavo (Mazolinha). Técnico: Valdyr Espinosa
Flamengo: Zé Carlos, Jorginho, Aldair, Zé Carlos Nascimento e Leonardo; Aílton, Renato Carioca e Zico (Marquinhos); Alcindo (Sérgio Araújo), Bebeto e Zinho. Técnico: Telê Santana
Obs.: Botafogo, campeão estadual invicto (1989).
Fontes: Jornal do Brasil, Jornal dos Sports e O Dia

Última partida de Josimar pelo Botafogo:
BOTAFOGO 1 x 3 HAJDUK SPLIT (IUG)
Data: 08/07/1989
Local: Bregenz (Áustria)
Competição: Amistoso
Gol do Botafogo: Maurício
Botafogo: Ricardo Cruz, Josimar, Wilson Gottardo, Jocimar e Marquinho; Carlos Alberto Santos, Luisinho e Paulinho Criciúma; Maurício, Donizete (Mazolinha) e Gustavo (Mílton Cruz).

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Os Dez Mil Gols do Botafogo

pesquisa de Pedro Varanda

Considerando apenas os jogos de 80 minutos até 1940, e desde 1941 com 90 minutos, o Botafogo acaba de marcar o seu décimo milésimo gol, assinalado pelo zagueiro Antônio Carlos, em partida realizada a 03/04/2011 pelo Campeonato Estadual no Stadium Rio, o 'Engenhão', na qual o Glorioso empatou em 1 x 1 com o Resende F.C.

RETROSPECTO DO BOTAFOGO F.R. (1904-2011)

COMPETIÇÃO:

Amistosos e Torneios Oficiosos: J - 1.245; V - 702; E - 271; D - 272; GP - 2.883; GC - 1.632

Campeonato Carioca/Estadual: J - 2.104; V - 1.171; E - 462; D - 471; GP - 4.516; GC - 2.585

Taça Salutaris dos Campeões de 1910 (Rio-S. Paulo): J - 2; V - 0; E - 0; D - 2; GP - 2; GC - 6

Copa (Taça) dos Campeões de 1930 (Rio-S. Paulo): J - 2; V - 1; E - 0; D - 1; GP - 7; GC - 3

Torneio Preparatório (1932): J -3; V - 1; E - 1; D - 1; GP - 6; GC - 5

Torneio Municipal (1938, 1943-1948 e 1951): J - 82; V - 43; E - 17; D - 22; GP - 238; GC - 147

Torneio Extra (1938, 1941 e 1952): J - 19; V - 10; E - 1; D - 8; GP - 38; GC - 34

Torneio Rio-S. Paulo (1940, 1950-1966; 1993 e 1997-2002): J - 202; V - 80; E - 54; D - 68; GP - 380; GC - 346

Torneio Relâmpago (1943-1946): J - 18; V - 5; E - 6; D - 7; GP - 34; GC - 38

Torneio Octogonal/Taça Rivadávia C. Meyer (1953): J - 3; V - 1; E - 1; D - 1; GP - 6; GC - 5

Torneio João Teixeira de Carvalho (1958): J - 5; V - 5; E - 0; D - 0; GP - 19; GC -1

Campeonato Brasileiro (1962-2002; 2004-2010): J - 1.044; V - 379; E - 318; D - 347; GP - 1.356; GC - 1.279

Taça Libertadores (1963, 1973 e 1996): J - 25; V - 12; E - 5; D - 8; GP - 43; GC - 37

Taça Guanabara (1965-1971, 1980 e 1995): J - 60; V - 27; E - 22; D - 11; GP - 75; GC - 48

Torneio Erasmo Martins Pedro (1973): J - 2; V - 1; E - 1; D - 0; GP - 2; GC - 1

Torneio Ministro Ney Braga (1976): J - 6; V - 4; E - 0; D - 2; GP - 12; GC - 9

Torneio dos Campeões (1982): J - 8; V - 1; E - 3; D - 4; GP - 8; GC - 13

Torneio Heleno Nunes (1984): J - 9; V - 1; E - 7; D - 1; GP - 5; GC - 3

Copa do Brasil (1990, 1991 e 1996-2011): J - 94; V - 45; E - 25; D - 24; GP - 158; GC - 111

Taça Adolpho Bloch (1990): J - 6; V - 2; E - 2; D - 2; GP - 7; GC - 6

Copa Rio (1991-1995 e 2000): J - 37; V - 14; E - 11; D - 12; GP - 48; GC - 34

Copa CONMEBOL (1993 e 1994): J - 10; V - 5; E - 4; D - 1; GP - 18; GC - 10

Recopa Sul-Americana (1994): J - 1; V - 0; E - 0; D - 1; GP - 1; GC - 3

Copa Denner (1994): J - 5; V - 3; E - 0; D - 2; GP - 8; GC - 9

Torneio Municipal/Taça Cidade Maravilhosa (1996): J - 7; V - 6; E - 1; D - 0; GP - 21; GC - 6

Supercopa/Campeões da CONMEBOL (1996): J - 1; V - 0; E - 0; D - 1; GP - 3; GC - 7

Torneio Seletivo para a Taça Libertadores (1999): J - 2; V - 0; E - 1; D - 1; GP - 2; GC - 4

Campeonato Brasileiro - Série B (2003): J - 35; V - 16; E - 11; D - 8; GP - 70; GC - 47

Copa Record Rio (2005): J - 5; V - 1; E - 2; D - 2; GP - 3; GC - 4

Copa Sul-Americana (2006-2009): J - 18; V - 8; E - 4; D - 6; GP - 31; GC - 26

TOTAL: J - 5.060; V - 2.544; E - 1.230; D - 1.286; GP - 10.000; GC - 6.459

Obs.: Atualizado até 03/04/2011.

Notas:
Retrospecto nos Campeonatos Cariocas de 1º Quadro de Amadores, adulto (1937 a 1944), em tudo equiparado ao antigo 1º Quadro Amador (1906 a 1934): J - 155; V - 105; E - 20; D - 30; GP - 617; GC - 257.
Fontes: Relatório da Federação de Futebol do Rio de Janeiro e Jornal dos Sports.

Retrospecto no Torneio Início (1916 a 1977): J - 100; V - 41; E - 35; D - 24; GP - 75; GC - 43. É bom lembrar que o Torneio de 1927 foi anulado pela AMEA.
Obs.: Os jogos que terminaram empatados no tempo regulamentar ou na prorrogação e foram decididos nos pênaltis ou nos escanteios foram considerados empates.