sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Títulos conquistados pelo Botafogo em 2012

compilado por Claudio Falcão

Estão aqui relacionados os títulos conquistados pelo Botafogo em 2012, bem como três medalhas de ouro em competições internacionais obtidas por atletas do Clube.

1 – Campeão da Liga do Aterro de Futebol 7 Society (competição referente ao ano de 2011, concluída em 2012)
Final: 18/01 – Botafogo 3 x 3 Mestre Rocinha, de São Conrado (nos shoot-outs: Botafogo 1 x 0)

2 – Campeão da Copa RJX (Torneio de Verão) de Voleibol Juvenil Masculino (invicto)
Final: 10/03 – Maracanãzinho – Botafogo 3 x 1 Tijuca T.C. (30x28, 23x25, 25x11 e 26x24)

3 – Campeão da I Etapa do Campeonato Estadual de Vôlei de Praia Sub-17 Feminino
25/03 – A dupla botafoguense, Alanis Regalado/Thaís Belota, derrotou na final a dupla Luana Sales/Joana Couri

4 – Medalha de Ouro nos 100m nado livre
31/03 – Corfu (Grécia) – Torneio Multinations da Juventude (atletas nascidos em 1996-1997) – Matheus Santana, com o tempo de 51”63 (novo recorde da competição)

5 – Campeão da II Etapa do Campeonato Estadual de Vôlei de Praia Sub-17 Feminino
28/04 – A dupla botafoguense, Alanis Regalado/Thaís Belota, derrotou na final a dupla Luana Sales/Joana Couri por 2 sets a 0

6 – Campeão da Taça Rio de Futebol Profissional (correspondendo ao segundo turno do Campeonato Estadual)
Final: 29/04 – Stadium Rio (Engenhão) – Botafogo 3 x 1 C.R. Vasco da Gama

7 – Campeão do Torneio Rio de Janeiro de Basquetebol Sub-14 Feminino
Finais:
22/05 – S. Germânia 26 x 56 Botafogo
26/05 – Botafogo 44 x 30 S. Germânia

8 – Campeão da Spax Cup de Futebol Sub-19 (invicto)
Final: 28/05 – Ennepetal (Alemanha) – Botafogo 1 x 0 F.C. Schalke 04 (Alemanha)

9 – Campeão Estadual de Inverno de Natação Júnior II
08 a 10/06 – Parque Aquático do Botafogo F.R. (piscina de 25 metros) – 2.075 pontos

10 – Bicampeão Carioca de Futsal Sub-17
Finais:
07/06 – Ginásio do Grajaú C.C. – Botafogo/Casa de España 12 x 4 S.C. Mackenzie
13/06 – Ginásio do Grajaú C.C. – Botafogo/Casa de España 5 x 3 S.C. Mackenzie

11 – Campeão do Torneio Rio de Janeiro de Basquetebol Sub-13 Feminino (invicto)
Finais:
11/06 – Botafogo 38 x 34 GRESEP Mangueira
15/06 – GRESEP Mangueira 34 x 43 Botafogo

12 – Bicampeão Carioca de Futsal Adulto (invicto)
Finais:
14/06 – Complexo Esportivo Miécimo da Silva – Botafogo/Casa de España/Macaé 3 x 1 Fluminense F.C.
20/06 – Complexo Esportivo Miécimo da Silva – Botafogo/Casa de España/Macaé 1 x 0 Fluminense F.C.

13 – Campeão da Taça Brasil de Futsal Sub-17
Final: 24/06 – Ginásio Pedro Jahara, Teresópolis (RJ) – Botafogo/Casa de España 1 x 0 C.R. Flamengo

14 – Campeão Carioca de Futsal Sub-20
Finais:
20/06 – Complexo Esportivo Miécimo da Silva – Botafogo/Casa de España 2 x 2 Fluminense F.C.
26/06 – Complexo Esportivo Miécimo da Silva – Botafogo/Casa de España 3 x 1 Fluminense F.C.

15 – Campeão da Etapa de Campo Grande (MS) (III) do Circuito Banco do Brasil Challenger de Vôlei de Praia Masculino
15/07 – Campo Grande (MS) – A dupla botafoguense, Beto Pitta/Lipe, derrotou na final a dupla Álvaro Filho/Luciano por 2 sets a 0 (21x15 e 21x13)

16 – Campeão da Liga Nacional de Futebol 7 Society
Final: 22/07 – Arena Sapucaí, Rio de Janeiro (RJ) – Botafogo 5 x 2 Fluminense F.C.

17 – Campeão do I Mundialito de Futebol 7 Society (invicto)
Final: 05/08 – Arena Sapucaí, Rio de Janeiro (RJ) – Botafogo 3 x 1 C.R. Flamengo

18 – Campeão da Etapa de São José (SC) do Circuito Estadual Regional Banco do Brasil de Vôlei de Praia Feminino
Final: 05/08 – Avenida Beira-Mar, São José (SC) – A dupla botafoguense, Renata/Elize Maia, derrotou a dupla Chell/Natasha Valente

19 – Campeão da Etapa de Maceió (AL) (IV) do Circuito Banco do Brasil Challenger de Vôlei de Praia Masculino
Final: 26/08 – Praia de Pajuçara – Maceió (AL) – A dupla botafoguense, Beto Pitta/Lipe, derrotou na final a dupla Franco/Daniel Souza por 2 sets a 1 (21x17, 25x27 e 15x11)

20 – Campeão da Etapa de Porto Alegre (RS) do Circuito Estadual Regional Banco do Brasil de Vôlei de Praia Feminino
Final: 02/09 – Parque da Marinha do Brasil, Porto Alegre (RS) – A dupla botafoguense, Renata/Elize Maia, derrotou a dupla Josi/Thais

21 - Campeão do X FARJ Top 16 Swim Meet Absoluto Masculino
07/09 – Parque Aquático do Botafogo F.R. (piscina de 50 metros) – 510,5 pontos

22 – Campeão do Desafio Espetacular Interestadual de Beach Soccer Masculino (invicto)
Final: 23/09 – Jaboatão dos Guararapes (PE) – Botafogo 1 x 1 C.R. Flamengo (nos pênaltis: Botafogo 3 x 2)

23 – Campeão do Torneio Guilherme Embry de Futebol Juvenil
Último jogo: 23/10 – Estádio Caio Martins, Niterói – Botafogo 2 x 1 Fluminense F.C.

24 – Campeão Estadual de Verão de Natação Júnior II
25 a 27/10 – Mourisco-Mar – 1.796 pontos

25 – Medalha de Ouro no Four Skiff Peso Leve
27/10 – Lago de Curauma, Valparaíso (Chile) – Sul-Americano de Remo – componentes da guarnição: Marciel “Marajó” Moraes, Felipe Soares e Emanuel Borges

26 – Medalha de Ouro no Double Skiff Peso Leve Feminino
27/10 – Lago de Curauma, Valparaíso (Chile) – Sul-Americano de Remo – componente da guarnição: Milka Kraljev (pela Argentina)

27 a 31 – Campeão Estadual de Remo nas categorias Aberta, Aspirantes, Júnior B, Peso Leve e Peso Leve Sub-23 (total: 5 categorias)
6ª e última regata: 11/11 – Lagoa Rodrigo de Freitas

32 – Campeão do Torneio Início da Taça Intercontinental Cidade Maravilhosa de Beach Soccer
13/11 – Gávea, Rio de Janeiro – vitórias sobre Spartak de Moscou, Internazionale de Milão e Porto (Portugal)

33 – Bicampeão Estadual de Futsal Adulto
Finais:
01/12 – Ginásio do Tio Sam, Niterói – Botafogo/Casa de España 6 x 1 Petrópolis E.C.
08/12 – U. C. Petrópolis – Petrópolis E.C. 1 x 3 Botafogo/Casa de España

34 – Campeão Estadual de Futsal Sub-15 (invicto)
Finais:
01/12 – Ginásio do Grajaú C.C. – Botafogo/Casa de España 1 x 1 C.R. Flamengo
08/12 – Ginásio do Grajaú C.C. – Botafogo/Casa de España 3 x 3 C.R. Flamengo (2 x 2 na prorrogação) – Botafogo campeão, beneficiado pela melhor campanha na competição

35 – Bicampeão Estadual de Futsal Sub-17
Finais:
01/12 – Ginásio do Grajaú C.C. – Botafogo/Casa de Espana 8 x 6 S.C. Mackenzie
08/12 – Ginásio do Grajaú C.C. – Botafogo/Casa de España 6 x 5 S.C. Mackenzie

36 – Campeão do Circuito Pré-Mirim de Basquetebol Feminino
O Botafogo colocou-se em 1º lugar com 25 pontos 

37 – Campeão Estadual de Vôlei de Praia Sub-17 Feminino
A dupla botafoguense, Alanis Regalado/Thaís Belota, totalizou 1.140 pontos, após a disputa de 7 etapas

38 – Campeão Estadual Vinculado de Verão de Natação – High Performance – Troféu Durval Monteiro
13 a 15/12 – Parque Aquático do Botafogo F.R. (piscina de 50 metros) – 5.002,5 pontos

39 – Campeão da Copa Zico de Verão de Futebol Mirim (invicto)
Final: 16/12 – Centro de Futebol Zico, Rio de Janeiro – Botafogo 2 x 2 Oeste Rio (nos pênaltis: Botafogo 4 x 2)

40 – Campeão Carioca de Futebol 7 Society Feminino (invicto)
Final: 16/12 – Arena Rio Fut7 – Botafogo 6 x 0 Salgueiro

41 – Campeão Brasileiro de Futebol 7 Society (invicto)
Final: 16/12 – Arena Rio Fut7 – Botafogo 2 x 1 C.R. Flamengo

42 – Campeão Estadual de Verão de Natação Absoluto Masculino
20 a 22/12 – Parque Aquático do Botafogo F.R. (piscina de 50 metros) – 1.512 pontos

43 – Super Campeão Brasileiro de Futebol 7 Society – ‘Desafio dos Campeões’ (jogo da unificação dos títulos de campeão brasileiro)
23/12 – Iate Clube Jardim Guanabara, Rio de Janeiro – Botafogo 3 x 1 Rio Branco/Projecta (ES)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Botafogo Campeão Brasileiro de Futebol 7 Society

pesquisa de Claudio Falcão

(Crédito da foto: www.rioft.com.br)

O ano de 2012 foi de fato um ano de ouro para o Futebol 7 Society do Botafogo. Após as conquistas dos títulos da Liga Nacional e do Mundialito de Clubes, respectivamente nos meses de julho e agosto, o Alvinegro sagrou-se neste domingo campeão brasileiro invicto, ao derrotar na finalíssima a representação do C.R. Flamengo por 2 a 1 na Arena Rio Fut7.

Segue a campanha:

1ª Fase:
Botafogo 8 x 3 Avaí
Botafogo 2 x 2 Dom Pedro
Botafogo 2 x 0 Itaparica

Quartas de final:
Botafogo 1 x 1 América (RJ)

Semifinal:
Botafogo 2 x 1 Vasco da Gama

Final:
16/12 - Botafogo 2 x 1 Flamengo
Gols do Botafogo: Luizinho e Duda.

Craque e um dos artilheiros da competição (4 gols): Duda (Botafogo).
Melhor goleiro do certame: Guilherme Piolho (Botafogo).

[Fontes: http://www.riof7.com.br e site oficial do Botafogo F.R.]

domingo, 16 de dezembro de 2012

Botafogo Campeão da Copa Zico de Verão 2012 de Futebol Mirim

pesquisa de Claudio Falcão

Mais uma vitória do futebol de bases do Glorioso!

A comemoração da garotada alvinegra
(Crédito: BFR)

Em competição realizada no Centro de Futebol Zico, no Rio de Janeiro, a equipe mirim do Botafogo F.R. conquistou neste domingo, de forma invicta, a Copa Zico de Verão 2012.

Segue a campanha:

Fase de grupos:
07/12 – Botafogo 3 x 0 C.R. Vasco da Gama (W.O.)
09/12 – Botafogo 4 x 1 Quinzão
Gols do Botafogo: Mineiro (4).
11/12 – Botafogo 7 x 0 Botafogo de General Severiano
Gols: Ferrugem (3), Deivid (2), Mineiro e Figueiredo.

Quartas de Final:
13/12 – Botafogo 6 x 0 Botafogo de General Severiano
Gols: Ferrugem (2), João Victor, Figueiredo, Deivid e Renan.

Semifinal:
15/12 – Botafogo 1 x 0 União
Gol: ?

Final:
16/12 – Botafogo 2 x 2 Oeste Rio (nos pênaltis: Botafogo 4 x 2)
Gols do Botafogo: Ferrugem (2).

Artilheiro da competição: Ferrugem (7 gols).

Técnico campeão: Alfredo Cintra.

[Fonte: site oficial do Botafogo F.R.]

sábado, 15 de dezembro de 2012

"Há 50 Anos" - Botafogo 3 x 0 Rubro-Negro

texto: Claudio Falcão; súmula: pesquisa de Pedro Varanda

Da esquerda para a direita, em pé: Paulistinha, Manga, Jadir,
Nílton Santos, Ayrton e Rildo; agachados: Garrincha. Édison,
Quarentinha, Amarildo e Zagallo
(foto: Revista do Esporte) 

Parece título de conhecida coluna de um famosíssimo periódico carioca, mas há exatos cinquenta anos o nosso saudoso ‘Mané’ Garrincha nos brindava com aquela que muitos consideram a sua última exibição de gala, ao marcar dois gols sobre o Flamengo e nos presentear com mais um título carioca: o bicampeonato 1961-1962. Aquele que juntamente com os campeonatos de remo e de aeromodelismo deu ao Botafogo o orgulho de poder ostentar outro título, o de Campeão de Terra, Mar e Ar.

Vejam a súmula daquela gloriosa conquista:

BOTAFOGO 3 x 0 FLAMENGO
Data: 15/12/1962
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: Cr$22.093.570,00
Público: 158.994 (147.043 pagantes)
Árbitro: Armando Marques
Assistentes: Frederico Lopes e Antônio Viug
Competição: Campeonato Carioca (decisão)
Gols: Garrincha, aos 10’ e Vanderlei (contra), aos 35’ (1° tempo); Garrincha, aos 2’ (2° tempo)
Botafogo: Manga, Paulistinha, Jadir, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Édison; Garrincha, Quarentinha, Amarildo e Zagallo. Técnico: Marinho Rodrigues
Flamengo: Fernando, Joubert, Vanderlei, Décio Crespo e Jordan; Carlinhos e Nelsinho; Espanhol, Henrique, Dida e Gérson. Técnico: Flávio Costa
Obs.: 1) Paulistinha e Dida foram expulsos aos 44’ (2º tempo); 2) Botafogo, bicampeão carioca (1961-1962).
Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Clubes de Origem dos Jogadores Estrangeiros do Botafogo

pesquisa de Claudio Falcão e Pedro Varanda

Diferentemente de ocasiões anteriores, em que a relação de jogadores estrangeiros que atuaram pelo Botafogo contemplou ‘apenas’ nome, país natal, posição e ano de estreia pelo Clube, republicam-se agora esses dados acrescidos das informações sobre a agremiação de origem e da quantidade de jogos efetuados e gols assinalados, ou sofridos, em defesa das cores do Glorioso.

JOGADOR / PAÍS / POSIÇÃO / ANO ESTREIA / CLUBE ORIGEM / JOGOS E GOLS

Alarcón, Argentina, meia-esquerda (1955). Veio do Ferro Carril Oeste (ARG). 44 jogos e 28 gols.

Álvez, Uruguai, goleiro (1987). Veio do Independiente Santa Fe (COL). 18 jogos e 14 gols sofridos.

Arévalo Ríos, Uruguai, meio-campo (2011). Veio do Monterrey (MEX). 17 jogos e nenhum gol.

Basso, Argentina, zagueiro (1950). Era jogador do San Lorenzo (ARG), vindo para o Botafogo após uma temporada na Internazionale, de Milão (ITA). 17 jogos e nenhum gol.

Beheregaray, Argentina-Uruguai*, atacante (1918). Veio do Dublin (URU). 9 jogos e 4 gols.

Berascochea, Uruguai, médio (1948-1949). Veio do Batatais (SP). 2 jogos e nenhum gol.

Bravo, Argentina, atacante (1952). Veio do Racing (ARG). 21 jogos e 10 gols.

Cañete, Paraguai, ponta-esquerda (1956). Veio do Presidente Hayes (PAR). 33 jogos e 3 gols.

Carvallo, Paraguai, zagueiro (1947). Veio do Olimpia (PAR). 7 jogos e nenhum gol.

Castillo, Uruguai, goleiro (2008). Veio do Peñarol (URU). 62 jogos e 76 gols sofridos.

C. Calver, Inglaterra, centro-médio (1906). Veio do Rio Cricket A.A. 1 jogo e nenhum gol.

Chemp, Ucrânia, atacante (1937). Veio do São Paulo F.C. 42 jogos e 15 gols.

Cid, Espanha, médio-esquerdo (1944). Em 1941 era amador do Fluminense F.C. e em 1942 já era amador do Botafogo. 49 jogos e um gol.

Ciurlizza, Peru, meio-campo (2001). Veio do Alianza Lima (PER). 10 jogos e 2 gols.

Clapshol, Inglaterra, atacante (1916). Veio do Rio Cricket A.A. 2 jogos e nenhum gol.

De León, Uruguai, zagueiro (1991). Veio do Nacional (URU). 18 jogos e um gol.

De Lima, Uruguai, atacante (1987). Veio do Deportivo Quito (ECU). 46 jogos e 8 gols.

Díaz, Argentina, atacante (1943). Veio do Racing (ARG). 18 jogos e 6 gols.

Edgard Pullen, Inglaterra, zagueiro (1905). Veio do Paysandu C.C. (RJ). 54 jogos e nenhum gol.

Edrupt, Inglaterra, atacante (1916). Veio do Rio Cricket A.A. Um jogo e nenhum gol.

Engel, Alemanha, meia-direita (1938). Veio do C.R. Flamengo. 12 jogos e nenhum gol.

Escalada, Argentina, atacante (2008). Veio da LDU (ECU). 3 jogos e nenhum gol.

Ferrero, Argentina, zagueiro (2008). Veio do Tigre (ARG). 18 jogos e nenhum gol.

Fischer 'El Lobo', Argentina, atacante (1972). Veio do San Lorenzo (ARG). 180 jogos e 68 gols.

Franquito, Uruguai, ponta-esquerda (1944). Veio do Grêmio Esportivo Bagé (RS). 53 jogos e 23 gols.

González, Argentina, atacante (1942). Veio do C.R. Vasco da Gama. 52 jogos e 26 gols.

Graham Bell, Uruguai, zagueiro (1939). Veio do Wanderers (URU). 74 jogos e um gol.

Gutiérrez, Uruguai, atacante (1936). Era vinculado ao Siderúrgica (MG). Um jogo e nenhum gol.

Herrera, Argentina, atacante (2010). Veio do Grêmio (RS). 142 jogos e 51 gols.

Laidlaw, Argentina, zagueiro (1944). Veio do Boca Juniors (ARG). 12 jogos e nenhum gol.

‘Loco’ Abreu, Uruguai, atacante (2010). Veio do Aris Salonica (GRE). 107 jogos e 63 gols.

Lodeiro, Uruguai, meio-campo (2012). Veio do Ajax (HOL). 19 jogos e 3 gols (até 01/12/2012).

Lugano, Argentina, goleiro (1955). Veio do Guarani, de Bagé (RS). 40 jogos e 54 gols sofridos.

Mason, Inglaterra, atacante (1916). Veio do Rio Cricket A.A. Um jogo e nenhum gol.

Milar, Uruguai, atacante (2001). Veio do Club Africain (TUN). 7 jogos e nenhum gol.

Millar, Escócia, ponta-direita (1907). Veio do Rio Cricket A.A. 18 jogos e um gol.

Monk, Inglaterra, atacante (1909). Veio do Rio Cricket A.A. 4 jogos e 5 gols.

Monti, Argentina-Uruguai*, zagueiro (1918). Veio do Wanderers (URU). 67 jogos e um gol.

Niki, Uruguai, atacante (1995). Veio do Danúbio (URU). 19 jogos e um gol.

Niño, Colômbia, goleiro (1993). Veio do America, de Cali (COL). 9 jogos e 15 gols sofridos.

Pacheco, Uruguai, centro-médio (1940). Clube (?). 6 jogos e nenhum gol.

Pakosdi, Hungria, meio-campo (1946). Veio do Ferencvaros (HUN). Um jogo e nenhum gol.

Papetti, Argentina, centro-médio (1944). Veio do São Cristóvão F.R. 48 jogos e nenhum gol.

Pereyra Natero, Uruguai, goleiro (1956). Veio do Cerro Porteño (PAR). 21 jogos e 28 gols sofridos.

Pollice, Itália, centro-médio (1917). Veio do Corinthians (SP). 106 jogos e três gols.

Raúl Estevez 'Pipa', Argentina, atacante (2004). Veio do Boca Juniors (ARG). 9 jogos e um gol.

Rogério Lantres, Portugal, ponta-esquerda (1947). Veio do Benfica (POR). 8 jogos e nenhum gol.

Ruiz, Argentina, atacante (1924). Clube (?). 2 jogos e nenhum gol.

Santamaria, Argentina, centro-médio (1941). Veio do River Plate (ARG). 87 jogos e nenhum gol.

Seedorf, Suriname-Holanda**, meio-campo (2012). Veio do Milan (ITA). 25 jogos e 9 gols (até 01/12/2012).

Spinelli, Argentina, centro-médio (1945). Veio do Fluminense F.C. 36 jogos e um gol.

Teague, Inglaterra, médio (1916). Veio do Rio Cricket A.A. 19 jogos e um gol.

Tony, Canadá, zagueiro (2000). Clube (?). 7 jogos e um gol.

Valsecchi, Argentina, atacante (1944). Veio do Boca Juniors (ARG). 19 jogos e 16 gols.

Varela, Uruguai, atacante (1988). Clube (?). 5 jogos e nenhum gol.

Vieira, Portugal, atacante (1913). Veio do Benfica (POR). 14 jogos e 3 gols.

Vlad, Iugoslávia, meio-campo (2001). Veio do OFK Belgrado (IUG). 4 jogos e nenhum gol.

58) Zárate, Argentina, atacante (2008). Veio do Unión, de Santa Fe (ARG). 8 jogos e 2 gols.

* Nascidos na Argentina e naturalizados no Uruguai ou vice-versa. Os periódicos informaram com discrepâncias. Segundo ‘O Paiz’, de 15-06-1918, eles (Beheregaray e Monti) vieram da Federação Uruguaia.

** Nascido no Suriname e naturalizado holandês.

Colaboraram: Eduardo Augusto dos Santos, João Batista Lopes da Silva, André do Nascimento Pereira e Ema Verônica Police Amádio (neta de Francisco Pollice).

[Fontes: O Futebol no Botafogo, de Alceu Mendes de Oliveira Castro (1904-1950), A Noite, A Notícia, Correio da Manhã, Diário da Noite, Gazeta de Notícias, Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, O Globo, O Imparcial, O Paiz e Agência Folha – São Paulo.]

sábado, 8 de dezembro de 2012

Botafogo/Casa de España Bicampeão Estadual de Futsal Adulto de 2012

pesquisa de Claudio Falcão

A representação alvinegra, bicampeã carioca e estadual de 2012
(Crédito da foto: AGIF/BFR)

Um presente pelos setenta anos da fusão do C.R. Botafogo com o Botafogo F.C. foi a conquista do bicampeonato estadual de futsal adulto neste sábado.

A equipe alvinegra, que já havia conquistado no mês de junho o bicampeonato carioca (municipal), agora arrebatou o título estadual.

Sob o comando do técnico Fernando Malafaia, a rapaziada do Glorioso triunfou nos dois confrontos das finais contra a equipe petropolitana.

Finais:
01/12 – Ginásio do Tio Sam (Niterói)
Botafogo/Casa de España 6 x 1 Petrópolis E.C.
Gols do Botafogo: Nenê, Sakai (2), Bruninho, Alvim e Mancha.
08/12 – U. C. Petrópolis
Petrópolis E.C. 1 x 3 Botafogo/Casa de España
Gols do Botafogo: Mancha, Bruno e Sasha (contra).

[Fontes: site oficial do Botafogo F.R. e http://www.futsalrj.com.br.]

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Novo Livro de Rafael Casé Sobre o Botafogo (II)

Assim Rafael Casé está nos convidando para o lançamento do seu mais recente livro:

No dia 5/12, quarta que vem, lanço o livro “Como esta estrela veio parar no meu peito”, na loja oficial do clube, ao lado da sede. Ele conta a fusão do Botafogo Football Club com o Club de Regatas Botafogo, que no próximo dia 8 completa 70 anos.

A fusão se deu após a morte de um jogador de basquete do BFC em plena quadra, durante uma partida contra o Regatas. O nome dele era Armando Albano.

Encontrei a família e consegui resgatar sua história. O filho ainda tinha guardada a camisa que o pai usou no jogo fatídico. Essa camisa, que está comigo, vai ser entregue oficialmente ao Botafogo no dia do lançamento do livro para que faça parte da sala de troféus do Glorioso. Ela estará em exposição no local da noite de autógrafos, assim como fotos e medalhas do herói alvinegro.

Espero vocês lá. (Mesmo você que não é botafoguense. Afinal o Natal está aí e com certeza você conhece um grande alvinegro que adoraria ganhar este livro do Papai Noel).

Data: 05/12 - quarta-feira
Horário: 19h
Local: Loja Oficial do Botafogo - ao lado da sede de General Severiano.


Com certeza, mais um sucesso!

sábado, 1 de dezembro de 2012

Lançamento do Livro 'Jogos Memoráveis do Botafogo'

Na próxima semana teremos o lançamento de dois livros sobre o nosso Botafogo.

Divulgamos hoje a nova obra de Auriel de Almeida, que já nos brindou com o excelente ‘Passos do Campeão’, este lançado no ano passado e nos próximos dias daremos detalhes sobre a noite de autógrafos do mais recente livro de Rafael Casé.

Título: Jogos Memoráveis do Botafogo
Autor: Auriel de Almeida
Editora: iVentura

Nº de páginas: 202
Formato: 16 x 23 cm

Lançamento: 4 de dezembro de 2012, a partir das 17h
Local: Livraria da Travessa
Endereço: Av. Rio Branco 44 – Centro – Rio de Janeiro – RJ


Sucesso mais uma vez, Auriel!

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Excursão do Voleibol Masculino do Botafogo ao Exterior em 1970

pesquisa de Claudio Falcão

Elenco de 1969: em pé - técnico Jorge Bittencourt (1º à esquerda) 
e os atletas Paulão, Nuzman, Mário Dunlop, Zé Maria e Alexandre;
agachados - Paulo Márcio, Júlio Reis, Bebeto, Haroldo (?) e Victor

Em 19 de janeiro de 1970 a equipe masculina adulta de voleibol do Botafogo, então pentacampeã carioca invicta (1965-1969), viajava para uma excursão ao exterior, que se iniciou por duas partidas em Túnis, capital da Tunísia, e dali para diversos confrontos na Europa.

Atletas: João Carlos da Costa Quaresma, Paulo Roberto de Freitas (Bebeto), Alexandre Abeid, Paulo Santos Guerra Leal, José Maria Schwartz da Costa, Haroldo Cavalcanti Ledo, Mário Stiebler Dunlop, Paulo Márcio Nunes da Costa, Ari da Silva Graça Filho, Victor Mário Barcelos Borges, Carlos Arthur Nuzman e Paulo Roberto Petterle (Paulão).
Técnico: Jorge de Melo Bittencourt.
(Fontes: Jornal do Brasil – 18-19/01 e Diário de Notícias – 21/01)

Houve uma divergência na imprensa com relação à quantidade de partidas que compunham o longo roteiro, pois o Correio da Manhã, em sua edição de 13/01, informava que seriam 28 jogos em 9 países, o Jornal do Brasil, de 18/01, divulgou que seriam 23 confrontos também em 9 países e novamente o Correio da Manhã, de 20/01, citava 26 partidas em 8 países (sendo excluída a Espanha).

Optei por seguir o roteiro informado pelo Jornal do Brasil, que no entanto acredito não ter sido cumprido em sua totalidade, visto que o Correio da Manhã, edição de 26/02, divulgou que o Botafogo até então havia participado de 15 confrontos (13 vitórias e 2 derrotas), restando apenas os dois últimos, em Portugal, cujos resultados ambos os periódicos não informaram.
O Jornal dos Sports e O Globo também foram consultados, porém estes últimos confrontos igualmente não foram informados.

[De 21/01 a 23/01, em Túnis – 2 jogos]

Botafogo 3 x 0 Combinado de Túnis – em Túnis, em 21/01
(15x5, 15x11 e 15x8)
Atuaram: Paulo Roberto, Alexandre, Zé Maria, Mário Dunlop, Paulo Márcio e Victor.
(Fonte: Jornal do Brasil – 22/01)

Botafogo 3 x 1 Seleção Universitária de Túnis – em Túnis
(15x10, 14x16, 15x5 e 15x3)
Atuaram: Paulo Roberto, Alexandre, Victor, Zé Maria, Ari Silva e Mário Dunlop.
(Fonte: Jornal do Brasil – 23/01)

[De 24/01 a 01/02, na Bélgica – 4 jogos]

Botafogo 3 x 2 Atlas – em Courtrai (Bélgica), em 26/01
(9x15, 15x7, 1x15, 15x10 e 15x9)
Destaques do BFR: Bebeto, Zé Maria e Mário.
(Fonte: Jornal do Brasil – 27/01)

Botafogo 3 x 1 Universidade de Bruxelas, em 28/01
(15x11, 11x15, 15x8 e 17x15)
Destaques do BFR: Zé Maria e Mário.
(Fonte: Jornal do Brasil – 29/01)

Botafogo 3 x 0 Hormann (campeão belga) – em Genk (Bélgica), em 29/01
(15x1, 15x5 e 16x14)
(Fonte: Correio da Manhã – 31/01)

[O Correio da Manhã, de 26/02, informou que foram 4 partidas e 4 vitórias na Bélgica, com placares de 3 x 1, 3 x 0, 3 x 2 e 3 x 1.]

[De 01/02 a 07/02, em Berlim Oriental – 4 jogos]

Botafogo 3 x 1 Dínamo Karl Marx, em 03/02
(parciais: ?)
Botafogo 0 x 3 S.C. Leipzig (campeão da Alemanha Oriental), em 04/02
(10x15, 12x15 e 11x15)
Botafogo 3 x 2 Tractor – em Berlim Oriental, em 05/02
(11x15, 15x12, 10x15, 16x14 e 15x10)
Nota: até então o BFR havia disputado 11 jogos, com 10 vitórias e 1 derrota.
(Fonte: Jornal do Brasil – 06/02)

[O Jornal dos Sports, de 12/02, deu a notícia de que o Botafogo já havia perdido outro jogo para o Leipzig (placar? – segundo o Correio da Manhã, de 12/02, foi 0 x 3), confirmando a vitória de 3 x 1 sobre o Dínamo.]

[O Correio da Manhã, de 26/02, informou que teriam sido 5 jogos na Alemanha, sendo 3 vitórias e 2 derrotas, estas para o mesmo adversário, e ambas por 3 x 0.]

[De 08/02 a 12/02, em Praga – 3 jogos]

Botafogo 3 x 1 Combinado de Praga
(parciais: ?)
(Fonte: Correio da Manhã – 12/02)

[De 13/02 a 18/02, na Romênia – 3 jogos]

[De 21/02 a 23/02, em Paris – 2 jogos]

[O Correio da Manhã, de 26/02, informou que foi apenas 1 jogo na França, BFR 3 x 2 contra o 4º colocado no campeonato francês, e que até então haviam sido disputadas 15 partidas, sendo 13 vitórias e 2 derrotas, ignorando os possíveis jogos na Romênia e citando que faltariam apenas as partidas em Portugal, ou seja, ignorou também os jogos em Roma e Madrid – ver abaixo.]

[De 23/02 a 25/02, em Roma – 2 jogos]

[Em 26/02, em Madrid – 1 jogo]

[De 27/02 a ?, em Portugal – 1 jogo no Porto e 1 jogo em Coimbra]

Até o momento não foram localizados os resultados destas últimas partidas.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Botafogo Campeão do Torneio William C. Morgan de Voleibol Masculino de 1959

pesquisa de Claudio Falcão


Este torneio foi disputado em homenagem ao criador do voleibol, em 1895, o norte-americano William C. Morgan, defrontando-se as equipes que obtiveram as melhores colocações no campeonato carioca de 1959. Houve competição tanto no masculino como no feminino, tendo sido vencedor no masculino o Botafogo.


Campanha do Glorioso:
12/11/1959 – Botafogo 3 x 0 CIB (15x11, 15x4 e 15x1)
19/11/1959 – Botafogo derrotou o C.R. Flamengo – campeão carioca (placar ?)
24/11/1959 – Botafogo 3 x 2 América F.C. (15x12, 15x9, 12x15, 10x15 e 15x4).

[Fontes: Jornal do Brasil, 12/11, 19/11 e 26/11/1959; Diário da Noite, 13/11 e Correio da Manhã, 22/11/1959.]

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Novo Livro de Rafael Casé Sobre o Botafogo

Em breve o jornalista, professor e escritor botafoguense Rafael Casé lançará mais um livro que tem o Alvinegro carioca como tema.

E como pré-lançamento está divulgando uma promoção que certamente será do agrado do torcedor da Estrela Solitária.

Sucesso, amigo!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Ayrton Povill dos Santos

pesquisa de Pedro Varanda


Ayrton Povill dos Santos foi o médio-volante titular do Botafogo na campanha do bicampeonato carioca de 1961-1962, dentre vários outros títulos que conquistou pelo Glorioso. Nasceu no Rio de Janeiro (RJ) a 21 de outubro de 1934, vindo do América F.C. (RJ) para o Alvinegro carioca. Pelo Botafogo atuou em 190 jogos e marcou 9 gols, entre 1958 e 1965.

Estreia de Ayrton pelo Botafogo:
BOTAFOGO 3 x 1 TEJUCO (MG)
Data: 13/04/1958
Local: Diamantina (MG)
Competição: Amistoso
Gols: Édison, Dodô e Quarentinha (Botafogo); Aurê (Tejuco)
Botafogo: Adalberto (Lamin), Beto (Lucas), Thomé (Domício), Servílio e Ney Rosa; Ayrton (Ademar) e Édison (Amoroso); Neyvaldo, Paulinho Valentim, Rossi (Dodô) e Quarentinha. Técnico: João Saldanha.
Obs.: Inauguração do Estádio Municipal.
Fontes: Boletim do Botafogo F.R. e Diário da Noite

Último jogo de Ayrton pelo Botafogo:
BOTAFOGO 0 x 0 BANGU (RJ)
Data: 23/10/1965
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Competição: Campeonato Carioca
Botafogo: Manga, Mura, Zé Carlos, Rildo e Dimas; Ayrton e Gérson; Jairzinho, Roberto, Bianchini e Zagallo. Técnico: Daniel Pinto.

Títulos:
1960
Campeão do Torneio Internacional da Colômbia (Quadrangular de Bogotá).

1961
Campeão do Triangular Internacional da Costa Rica.
Campeão do Torneio Início do Rio de Janeiro.
Campeão Carioca
(Ayrton, 20 jogos e um gol).

1962
Campeão do Pentagonal do México.
Campeão do Torneio Rio-São Paulo
(Ayrton, 04 jogos e nenhum gol).
Bicampeão do Torneio Início do Rio de Janeiro.
Bicampeão Carioca
(Ayrton, 23 jogos e 01 gol).

1963
Campeão do Torneio de Paris.

1964
Campeão do Torneio Governador Magalhães Pinto (Belo Horizonte).
Campeão do Torneio Jubileu de Ouro da Associação de Futebol (La Paz).
Campeão do Quadrangular do Suriname.
Campeão do Torneio Rio-São Paulo
(Ayrton, 04 jogos e nenhum gol).

E pelos aspirantes:
1958 (Aspirante, Campeão Carioca), 18 jogos e nenhum gol.
1959 (Aspirante, Bicampeão Carioca), 14 jogos e nenhum gol.
1961 (Aspirante, Taça Antônio Gomes de Avellar), 03 jogos e nenhum gol.

Ayrton foi para o C. Atlético Mineiro em 1966 (negociado em 5/01/1966 por Cr$30.000.000,00 – moeda da época – segundo o Jornal do Brasil informou em sua edição do dia seguinte).

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Botafogo Campeão Sul-Americano Interclubes de Atletismo Feminino de 1969

pesquisa de Claudio Falcão

Em competição realizada nos dias 30 e 31 de agosto de 1969 na pista do Estádio Nacional de Santiago do Chile, a equipe feminina do Botafogo sagrou-se campeã sul-americana interclubes de atletismo, totalizando 67 pontos. O Alvinegro carioca fez jus ao troféu ‘Premio Dirección de Deportes del Estado’. Em 2º lugar classificou-se a Agrupación Atlética Aconcagua (Argentina), com 53 pontos; em 3º lugar, o Albion (Uruguai), com 48 pontos; em 4º lugar, o Balnearios Touring Club (Peru), com 44 pontos e em 5º lugar, o Stade Français (Chile), com 35 pontos.

As campeoníssimas Silvina das Graças e Aída dos Santos

Silvina das Graças Pereira, a consagrada atleta do Glorioso, venceu a prova do salto em distância com a marca de 5m41. Neide dos Santos triunfou na prova de arremesso de peso, atingindo 12m56. E Aída dos Santos colocou-se em 2º lugar no arremesso de dardo, com 37m98 e em 4º lugar nos 80 metros com barreiras, com 12”2.

No masculino o Brasil foi representado pela equipe paulista do Jundiaí, que classificou-se em 4º lugar, sendo campeão o Stade Français (Chile).

[Fontes: Correio da Manhã, 29/08 e 02/09/1969; Diário da Noite (São Paulo), 27/08 e 01/09/1969; Revista ‘Grandes Clubes Brasileiros’ – Botafogo (1972); Tabloide ‘O Glorioso’, agosto/1975 e Catálogo da 1ª Mostra dos Troféus do Botafogo F.R., 19/06/1977.]

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Os Dez Maiores Artilheiros Estrangeiros do Botafogo

pesquisa de Pedro Varanda; texto: Claudio Falcão

Com o gol que inaugurou o placar na goleada de 4 a 0 do Botafogo sobre o Atlético Goianiense no último dia 27 de outubro, Clarence Seedorf, o maior ídolo alvinegro da atualidade, entrou para o seleto grupo dos dez maiores goleadores estrangeiros da História do Glorioso.

Veja o leitor a referida relação, na qual foi priorizada a contagem absoluta, sendo também exibida a colocação dos artilheiros levando-se em consideração a média de gols.

Rodolfo Fischer, 'El Lobo',
o líder na tabela de artilheiros

1º) Fischer, ‘El Lobo’ (argentino), 68 gols em 180 jogos, média de 0,37 – 8º (1972-1976)

2º) ‘Loco’ Abreu (uruguaio), 63 gols em 107 jogos, média de 0,58 – 3º (2010-2012)

3º) Herrera (argentino), 51 gols em 142 jogos, média de 0,359 – 9º (2010-2012)

4º) Alarcón (argentino), 28 gols em 44 jogos, média de 0,63 – 2º (1955-1957)

5º) González (argentino), 26 gols em 52 jogos, média de 0,5 – 4º (1942-1943)

6º) Franquito (uruguaio), 23 gols em 53 jogos, média de 0,43 – 6º (1944-1946)

7º) Valsecchi (argentino), 16 gols em 19 jogos, média de 0,84 – 1º (1944 e 1946-1947)

8º) Chemp (ucraniano), 15 gols em 42 jogos, média de 0,357 – 10º (1937-1938)

9º) Bravo (argentino), 10 gols em 21 jogos, média de 0,47 – 5º (1952-1953)

10º) Seedorf (surinamês, naturalizado holandês), 9 gols em 21 jogos, média de 0,42 – 7º (2012- ).

Nota-se o predomínio dos goleadores de nacionalidade argentina, com a liderança de Fischer e com a presença de seis atletas desse país no universo proposto de dez jogadores. Dois uruguaios, um ucraniano e um surinamês-holandês completam a listagem.

E como curiosidade verifica-se que ‘Loco’ Abreu é o 2º colocado em números absolutos e o 3º em média de gols.

sábado, 27 de outubro de 2012

Centenário do Título de Campeão Carioca de 1912

pesquisa de Pedro Varanda

Em pé: Edgard Dutra, Juca Couto, Álvaro Werneck, Lulu Rocha e
Rolando de Lamare; sentados: Carlos Villaça, Abelardo de Lamare,
Décio Viccari, Edgard Pullen, Mimi Sodré e Lauro Sodré
(O Futebol no Botafogo - 1904-1950, de Alceu Mendes de Oliveira Castro)

Na data de hoje, há exatamente 100 anos, o Botafogo conquistava o campeonato carioca de 1912, pois o empate entre Paulistano F.C. e S.C. Americano deu o título ao Glorioso, que já havia cumprido todos os seus compromissos pelo certame.

Segue a súmula desse jogo:
PAULISTANO F. C. 0 x 0 S. C. AMERICANO
Data: 27/10/1912
Local: Estrada Dona Castorina, Rio de Janeiro
Árbitro: Rolando de Lamare
Competição: Campeonato Carioca
Paulistano: Ápio Paranhos, Virgílio Fedrighi e Ercolino; Isolino, Esmeraldo e José; Norberto, Pedro Santos, Margarido, Benedicto Mesquita e Torres
Americano: Mallô, Couto e Prior; Arlindo, Rello e De Maria; Pinho, Plaisant, Pereira, Rega e Barroso
Obs.: Plaisant foi emprestado pelo S.C. Mangueira.
Fonte: Jornal do Brasil (de 31-10)

E agora a campanha do Botafogo, em seu terceiro título de campeão carioca:
BOTAFOGO 1 x 3 S.C. AMERICANO
Data: 13/05/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Árbitro: José Cerqueira de Carvalho
Competição: Campeonato Carioca (AFRJ)
Gols: Osman e Rega (1° tempo); Oswaldo de Lamare e Rega (2° tempo)
Botafogo: Carlito Rocha, Edgard Dutra e Villaça; César Gonçalves, Rolando de Lamare e Juca Couto; Antônio Bandeira, Mário Pinto, Nilo Rasteiro, Oswaldo de Lamare e Álvaro Werneck
Americano: Sarandy, Couto e Flores; João de Maria, Rello e Prior; Nunes, Rega, Barroso, Osman e Pereira
Obs.: Segundo a ‘Gazeta de Notícias’, os gols do Americano foram de Rega, Barroso e Osman.

BOTAFOGO 6 x 2 CATTETE F.C.
Data: 02/06/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Árbitro: Luiz Bulcão
Competição: Campeonato Carioca (AFRJ)
Gols: Mimi (4) e Pino (2) para o Botafogo; Octávio e Amorim para o Cattete
Botafogo: César Gonçalves, Paula Silva e Antônio Dutra; Rolando de Lamare, Lulu Rocha e Juca Couto; Carlos Hasche, Pino, Arthur Cabral, Mimi Sodré e Lauro Sodré
Cattete: Lavoie, Ribeiro e Vignal; Graça, Torres e José Ernesto; Trindade, Garcia, José de Carvalho, Octávio e Amorim

BOTAFOGO 1 x 0 GERMÂNIA F.C.
Data: 07/07/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Árbitro: Cícero Allan
Competição: Campeonato Carioca (AFRJ)
Gol: Mimi Sodré, no 1° tempo
Botafogo: Álvaro Werneck, Carlito Rocha e Edgard Dutra; Rolando de Lamare e Juca Couto; Fernando Alexander, Eugênio Rodrigues, Carlos Bittencourt, Mimi Sodré e Lauro Sodré
Germânia: Porphirio, A. Serra e J. Alves; M. Sobrinho, J. Ferreira e Anníbal; C. Rosa, J. Oliveira, Rosino, H. Alves e B. Lacerda
Obs.: O Botafogo atuou com dez jogadores.

BOTAFOGO 4 x 0 PAULISTANO F.C.
Data: 21/07/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Árbitro: Antônio Ribeiro Almeida
Competição: Campeonato Carioca (AFRJ)
Gols: Villaça (2), no 1° tempo; Mimi Sodré (2), no 2° tempo
Botafogo: César Gonçalves, Carlito Rocha e Edgard Dutra; Carlos Hasche, Juca Couto e Antônio Dutra; Pino, Arthur Cabral, Villaça, Mimi Sodré e Lauro Sodré
Paulistano: A. Paranhos, V. Fedrighi e Ary; Asphialte, Esmeraldo e José; Hugo, Torres, Ferreira, Mesquita e Santos
Obs.: O Paulistano atuou com dez jogadores até os 20 minutos do 1° tempo.

BOTAFOGO 9 x 0 INTERNACIONAL F.C.
Data: 04/08/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Árbitro: Pedro Santos
Competição: Campeonato Carioca (AFRJ)
Gols: Villaça, Lulu Rocha, Juca Couto, Villaça e Mário Pinto (1° tempo); Lulu Rocha, Rolando de Lamare (2) e Oswaldo de Lamare
Botafogo: Álvaro Werneck, César Gonçalves e Edgard Pullen; Rolando de Lamare, Lulu Rocha e Juca Couto; Emmanuel Sodré, Pino, Villaça, Mário Pinto e Oswaldo de Lamare
Internacional: Rocha, Martins e Soares; Mello, Angenor e Marinho; Lopes, Justiniano, Braconnot, Orlandini e Costa
Obs.: O Botafogo ainda teve um gol anulado, pois o jogador estava fora de jogo (impedido).

BOTAFOGO 2 x 0 S.C. AMERICANO
Data: 18/08/1912
Local: Estrada Dona Castorina, Rio de Janeiro
Árbitro: João Serra Pinto
Público: Mais de 2.000 mil pessoas
Competição: Campeonato Carioca (AFRJ)
Gols: Villaça, 8’ e Mimi Sodré, 35’ (1° tempo)
Botafogo: Álvaro Werneck, Edgard Pullen e Edgard Dutra; Rolando de Lamare, Lulu Rocha e Juca Couto; César Gonçalves, Pino, Villaça, Mimi Sodré e Lauro Sodré
Americano: Mallô, Flores e Couto; João de Maria, Rello e Prior; Pereira, Pinho, Barroso, Antonico e Rega

BOTAFOGO 8 x 1 PAULISTANO F.C.
Data: 08/09/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Árbitro: João Ferreira
Competição: Campeonato Carioca (AFRJ)
Gols: Villaça (3), Pino (2), Oswaldo de Lamare (2) e Mimi Sodré para o Botafogo; Norberto para o Paulistano
Botafogo: Álvaro Werneck, Edgard Pullen e Edgard Dutra; Rolando de Lamare, Oswaldo de Lamare e Juca Couto; César Gonçalves, Pino, Villaça, Mimi Sodré e Lauro Sodré
Paulistano: Rubens, V. Fedrighi e Homero; Ary, Esmeraldo e Isolino; Ercolino, Benedicto, Asphialte, Santos e Norberto

BOTAFOGO 10 x 0 GERMÂNIA F.C.
Data: 29/09/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Árbitro: Pedro Santos
Competição: Campeonato Carioca (AFRJ)
Gols: Villaça (3), Mimi (3), Lulu (2), Pino e Oswaldo. 1° tempo: Botafogo 2 a 0; Final: Botafogo: 10 a 0
Botafogo: Álvaro Werneck, Edgard Pullen e Edgard Dutra; Rolando de Lamare, Lulu Rocha e Juca Couto; Oswaldo de Lamare, Pino, Villaça, Mimi Sodré e Lauro Sodré
Germânia: Pingo, Constâncio e Rio Branco; Alves, Jacoh e Anníbal; Candóca, Medina, Jacques, Miúdo e Brum

BOTAFOGO W.O. CATTETE F.C. (ver obs.)
Data: 13/10/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Obs.: O Cattete F.C., segundo ofício enviado à secretaria da Association de Football do Rio de Janeiro, entregou os pontos do jogo que deveria realizar-se no domingo contra o Botafogo F.C.

BOTAFOGO W.O. INTERNACIONAL F.C. (ver obs.)
Data: 20/10/1912
Local: Rua São Clemente, Rio de Janeiro
Obs.: O Internacional F.C., segundo ofício enviado à secretaria da Association de Football do Rio de Janeiro, entregou os pontos do jogo que deveria realizar-se no domingo contra o Botafogo F.C.

Notas: 1) Não se realizaram os outros jogos da tabela por desistências. Fonte: JB (de 20-10-1912); 2) Pela diretoria da Associação foi feita a encomenda na casa H. L. Lange, de 22 medalhas, sendo 11 de ouro e 11 de prata para os vencedores do campeonato. Fonte: JB (de 20-10-1912).

Adversário – Resultado – Local:
S. C. Americano – 1 x 3 (Rua São Clemente) e 2 x 0 (Estrada Dona Castorina).
Cattete F. C. – 6 x 2 e W.O. (ambos na Rua São Clemente).
Germânia F. C. – 1 x 0 e 10 x 0 (ambos na Rua São Clemente).
Internacional F. C. – 9 x 0 e W.O. (ambos na Rua São Clemente).
Paulistano F. C. – 4 x 0 e 8 x 1 (ambos na Rua São Clemente).
Total de Jogos: 10; Vitórias: 9; Derrota: 1; Gols Pró: 41; Contra: 6; Saldo: 35.

Jogaram:
José Gonçalves do Couto (Juca), 8 jogos.
Rolando de Lamare, 7.
Edgard Soares Dutra, 6.
Carlos de Pino Machado, 6.
Benjamim de Almeida Sodré (Mimi), 6.
Lauro de Almeida Sodré Filho, 6.
Álvaro Cordeiro da Rocha Werneck, 6.
César Gonçalves, 6.
Carlos Villaça, 6.
Oswaldo de Lamare, 4.
Hugh Edgard Pullen, 4.
Luiz Martins da Rocha (Lulu), 4.
Carlos Martins da Rocha (Carlito), 3.
Antônio Soares Dutra, 2.
Arthur Cabral, 2.
Carlos Hasche, 2.
Mário Pinto Guimarães, 2.
Antônio de Souza Bandeira, 1.
Emmanuel de Almeida Sodré, 1.
Eugênio Lopes Rodrigues, 1.
Fernando Alexander, 1.
Luiz de Paula e Silva, 1.
Nilo Rasteiro, 1.
Carlos Bittencourt, 1.
Total: 24 jogadores.

Técnico (comissão de campo):
Hugh Edgard Pullen,
Pedro Martins da Rocha,
Anselmo Corrêa Mascarenhas e
Luiz de Paula e Silva.

Artilheiros:
Mimi Sodré, 12 gols.
Villaça, 11.
Pino, 6.
Oswaldo de Lamare, 5.
Lulu Rocha, 3.
Rolando de Lamare, 2.
Juca Couto, 1.
Mário Pinto, 1.
Total: 41 gols.

Fontes: Boletins do Botafogo F.R., Correio da Manhã, Gazeta de Notícias, Jornal do Brasil, Jornal do Commercio, O Paiz e Revista Grandes Clubes Brasileiros (Botafogo – 1972).

Colocação Final:
Botafogo F.C. (campeão): PG – 18; PP – 2; J – 10; V – 9; E – 0; D – 1; GP – 41; GC – 6
S.C. Americano (vice): PG – 17; PP – 3; J – 10; V – 8; E – 1; D – 1; GP – 46; GC – 12
Paulistano F.C.: PG – 10; PP – 10; J – 10; V – 4; E – 2; D – 4; GP – 17; GC – 26
Germânia F.C.: PG – 7; PP – 13; J – 10; V – 3; E – 1; D – 6; GP – 12; GC – 33
Cattete F.C.: PG – 6; PP – 14; J – 10; V – 3; E – 0; D – 7; GP – 16; GC – 21
Internacional F.C.: PG – 2; PP – 18; J – 10; V – 1; E – 0; D – 9; GP – 6; GC – 40

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Botafogo Campeão Carioca de Basquetebol Masculino de 1939

pesquisa de Claudio Falcão


Depois do pentacampeonato obtido em 1933-34-35-36-37, o Botafogo voltou a conquistar o campeonato carioca de basquetebol masculino em 1939, na competição organizada pela Liga Carioca de Basquetebol.

O título só foi confirmado na última partida, a 01/12, quando o Glorioso derrotou a representação do Carioca S.C., na quadra deste, à Rua Jardim Botânico, por 58 x 26. Caso o Alvinegro fosse derrotado, o campeonato teria que ser decidido numa disputa extra entre ele, Riachuelo T.C. e Sampaio A.C., tendo os dois últimos, no entanto, terminado empatados em 2º lugar.

Pelo Botafogo atuaram e marcaram: Adamo (4), Teté (2), Albano (14), Pavão (16), Aloísio (18), Eboli, Babá (4) e Pilla (segundo o Diário da Noite) ou Albano (15) e Aloísio (17), coincidindo os demais (de acordo com o Diário de Notícias).

E pelo Carioca: Adantino (2), Sebastião, Betinho, Bigode (3), Luquinhas (18) e Walter (3).

[Fontes: A Noite, Correio da Manhã, Diário da Noite e Diário de Notícias, de 02/12/1939.]

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Botafogo Campeão do Torneio Guilherme Embry de Futebol Juvenil

pesquisa de Claudio Falcão

Na imagem, a comemoração da garotada botafoguense
(crédito: AGIF/BFR)

A equipe juvenil do Botafogo conquistou no início da tarde desta terça-feira, em Caio Martins, o título de campeã do Torneio Guilherme Embry, para atletas nascidos em 1996, na vitória por 2 a 1, de virada, sobre a representação do Fluminense. Os gols alvinegros foram marcados por Renan Gorne, aos 22’ e aos 27’, ambos no segundo tempo.

A conquista veio de forma antecipada, visto que o Glorioso também havia vencido o primeiro turno da competição. Nos dois turnos foram oito vitórias, dois empates e duas derrotas.

O Botafogo atuou com Thiago, Diego, Verdini, L. Lucena e Mauro; Marcus Vinícius, Jhonson, Lukinhas e G. Lucena; Renan Gorne e Marcinho, sendo suplentes Leonann, Arruda, L. Gonçalves, L. Sousa, Kalifa e Renato.

Treinador: Anthoni Santoro.

[Fonte: site oficial do Botafogo F.R.]

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Esgrima no Botafogo - O Título Carioca de 1933

pesquisa de Claudio Falcão

“Noutros esportes tua fibra está presente”, diz um dos versos do popular hino do Botafogo. Pois o Alvinegro carioca teve durante muitos anos a sua seção de esgrima, responsável por 26 títulos de campeão, obtidos entre 1933 e 1964, de 1ª e 2ª categorias, por equipe ou individualmente, em espada, florete e sabre.

Em 1933 o então Botafogo F.C. obteve o significativo título de campeão carioca invicto das três armas, consolidado com a vitória obtida sobre o C.R. Flamengo na competição de sabre, na sede do clube rubro-negro, em 1º de dezembro.

Esta conquista valeu ao Glorioso a posse do valioso bronze denominado ‘Campeão de Todas as Armas’.

E a 8 de dezembro do mesmo ano partia para São Paulo a delegação da Federação Carioca de Esgrima para a disputa do campeonato brasileiro, da qual faziam parte os atletas botafoguenses Helladio Junqueira (espada) e José Félix da Cunha Menezes (florete e sabre). A competição, no entanto, foi vencida pelos paulistas.

Em 1937 e em 1938 o Alvinegro conquistou os seus outros dois títulos de Campeão da Cidade do Rio de Janeiro (no geral).

[Fontes: Diário da Noite, 02/12/1933 – 3ª edição; A Noite, 08/12/1933, pág. 7 e 11/12/1933, pág. 8; Correio da Manhã, 09/12/1933, pág. 11 e ‘Grandes Clubes Brasileiros’ – Botafogo (1972).]

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Pascoal, Ex-Atacante Botafoguense

pesquisa de Pedro Varanda; colaboração: Claudio Falcão


Pascoal (Paschoal) de Gregório nasceu a 10 de março de 1913. Era atacante e veio do Canto do Rio F.C. para o Botafogo em 1937. De 1937 a 1943 atuou em 159 partidas pelo Alvinegro, assinalando 106 gols, constituindo-se no 18º maior artilheiro da história do Clube.

Estreia de Pascoal no Botafogo:
28/08/1937 – Botafogo 2 x 3 Flamengo-RJ (Amistoso), Laranjeiras.
Gols do Botafogo: Patesko e Carvalho Leite.

Despedida:
18/09/1943 – Botafogo 6 x 4 Bonsucesso-RJ (Campeonato Carioca), São Januário.
Gols do Botafogo: Díaz (2), Bazoni (2), Limoeiro e Pirica.

COMPETIÇÕES  /  JOGOS  /  GOLS
Campeonato Carioca (1937 a 1943): J – 109; G – 74
Torneio Rio-São Paulo (1940): J – 4; G – 4
Torneio Extra (1938 e 1941): J – 5; G – 1
Torneio Municipal (1938 e 1943): J -12; G – 6
Torneio Relâmpago (1940): J – 1; G – 0
Amistosos (1937 a 1943): J – 28; G – 21
TOTAL: J – 159; G – 106

Título:
Campeão do Torneio Início de 1938, quando em três jogos marcou um gol.

Nota: Ainda disputou mais 9 jogos pelo Torneio Início, entre 1939 e 1943, não assinalando gol.

Pascoal deixou o Botafogo no final de 1943, retornando ao Canto do Rio F.C., tendo falecido em Niterói (RJ) a 06 de dezembro de 1948, com apenas 35 anos de idade.

[Fontes: A Noite, Diário da Noite, Diário de Notícias, Jornal dos Sports, O Jornal, Boletim do Botafogo F.R. e O Futebol no Botafogo (1904-1950).]

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Juvenal, Campeão Carioca de 1948

pesquisa de Pedro Varanda


Juvenal Francisco Dias, médio-esquerdo do Botafogo na conquista do campeonato carioca de 1948, nasceu em Vespasiano (MG) a 12 de março de 1923, tendo falecido recentemente, a 30 de agosto de 2012.

Juvenal vestiu a GLORIOSA 384 vezes e marcou 13 gols. Vindo do Cruzeiro E.C. (MG), estreou em 01/09/1946, despedindo-se em 1957. É o 11º jogador que mais vezes atuou com a camisa alvinegra.

Títulos de Juvenal pelo Botafogo (súmulas abaixo):
Torneio Início de 1947
Campeonato Carioca de 1948
Triangular de Porto Alegre de 1951
Quadrangular Interestadual de 1954

BOTAFOGO 4 x 1 OLARIA
Data: 27/07/1947
Local: São Januário
Árbitro: Mário Gonçalves Vianna
Competição: Torneio Início (decisão)
Gols: Reynaldo (2), Santo Cristo e Ponce de León (Botafogo); Alcino (Olaria)
Botafogo: Oswaldo Baliza, Gérson e Sarno; Adão, Nílton Senra e Juvenal; Santo Cristo, Octávio, Ponce de León, Geninho e Reynaldo
Olaria: Zezinho, Laércio e Amaury; Leleco, Spinelli e Ananias; Alcino, Limoeirinho, Roberto, Tim e Gérson
Obs.: Botafogo, campeão do Torneio Início.
Fontes: A Noite e O Jornal

BOTAFOGO 3 x 1 VASCO DA GAMA
Data: 12/12/1948
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Árbitro: Mário Gonçalves Vianna
Competição: Campeonato Carioca (decisão)
Gols: Paraguaio (de cabeça) e Braguinha, no 1° tempo; Octávio e Ávila (de cabeça, contra), no 2° tempo
Botafogo: Oswaldo Baliza, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, Pirillo, Octávio e Braguinha. Técnico: Zezé Moreira
Vasco da Gama: Barbosa, Augusto e Wilson; Ely, Danilo e Jorge; Friaça, Ademir Menezes, Dimas, Ipojucan e Chico. Técnico: Flávio Costa
Obs.: 1) Gérson abandonou o campo aos 10’ do segundo tempo, por contusão. O Botafogo atuou com 10 (dez) jogadores até o final; 2) Botafogo, campeão carioca (1948).
Fonte: Jornal dos Sports

BOTAFOGO 2 x 0 GRÊMIO
Data: 17/06/1951
Local: Eucaliptos, Porto Alegre
Árbitro: Arthur Vilarinho “Espanha”
Assistente: Júlio Peterson e Osvaldo Azzarini Rolla (o Foguinho)
Competição: Triangular de Porto Alegre (Taça CIREL)
Gols: Nílson (contra), aos 11’, no 1° tempo e Zezinho, aos 31’, no 2° tempo
Botafogo: Oswaldo Baliza, Gérson (Carlito) e Nílton Santos; Rubinho, Geninho e Juvenal; Joel, Neca (Ariosto), Dino, Zezinho e Braguinha (Jayme). Técnico: Carvalho Leite
Grêmio: Wilson (Sérgio Moacir), Joni e Nílson (Paulista); Bexiga, Sarará e Heitor (Danton); Balejo (Dario II), Ferraz, Geada, Pedrinho e Ápis. Técnico: Alfredo González
Obs.: Botafogo, campeão do Triangular de Porto Alegre.
Fontes: Jornal do Brasil, Jornal dos Sports (de 18-06 e 20-06), João Batista Lopes da Silva e Luiz Pissutti (pesquisadores), do Rio Grande do Sul

BOTAFOGO 3 x 1 FLUMINENSE
Data: 25/04/1954
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: Cr$ 251.189,10
Público: 16.803
Árbitro: Alberto da Gama Malcher
Competição: Quadrangular Interestadual
Gols: Waldo, aos 4’ (1° tempo); Dino (2), aos 15’ e 23’ (este de cabeça) e Garrincha (de pênalti), aos 17’ (2° tempo)
Botafogo: Amaury, Thomé (Araty) e Floriano; Orlando Maia, Bob e Ruarinho; Garrincha, Paulinho, Dino, Carlyle e Vinícius. Técnico: Gentil Cardoso
Fluminense: Adalberto, Píndaro e Duque; Jair Santana, Édson e Bigode; Telê, João Carlos, Waldo, Róbson e Esquerdinha. Técnico: Francisco de Souza Ferreira (“Gradim”)
Obs.: 1) Juvenal atuara em uma partida anterior deste torneio; 2) Botafogo, campeão do Quadrangular Interestadual.
Fontes: Diário de Notícias e O Jornal

Último jogo de Juvenal pelo Botafogo:
BOTAFOGO 3 x 1 ATLÉTICO MINEIRO
Data: 03/02/1957
Local: Independência, Belo Horizonte
Árbitro: Anver Bilate
Competição: Amistoso
Gols: Pampolini, aos 15’, Didi, de pênalti, aos 25’ (1° tempo) e Paulinho Valentim, aos 2’ e Murilinho, aos 22’ (2° tempo)
Botafogo: Amaury, Beto, Bob e Nílton Santos (Orlando Maia); Pampolini e Juvenal (Ronald); Neyvaldo, Didi (Amoroso), Paulinho Valentim, Garrincha e Cañete. Técnico: Ephigênio de Freitas Bahiense (“Geninho”)
Atlético Mineiro: Sinval, Benito e Ranieri; William, Laércio (Hílton) e Mílton; Otávio, Vaduca (Hélio), Joel, Murilo e Amorim. Técnico: Niginho
Obs.: 1) Jogo relacionado com o pagamento do passe de Paulinho Valentim; 2) Segundo o ‘Canto do Galo’, ao invés de Mílton (como informou o ‘JB’ e o ‘JS’) atuou Nílson no Atlético Mineiro
Fontes: Boletim do Botafogo, Jornal do Brasil e Jornal dos Sports

[Fonte para o texto de introdução: Jornal dos Sports, após a conquista do título de 1948.]