quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Excursão do Voleibol Masculino do Botafogo ao Exterior em 1970

pesquisa de Claudio Falcão

Elenco de 1969: em pé - técnico Jorge Bittencourt (1º à esquerda) 
e os atletas Paulão, Nuzman, Mário Dunlop, Zé Maria e Alexandre;
agachados - Paulo Márcio, Júlio Reis, Bebeto, Haroldo (?) e Victor

Em 19 de janeiro de 1970 a equipe masculina adulta de voleibol do Botafogo, então pentacampeã carioca invicta (1965-1969), viajava para uma excursão ao exterior, que se iniciou por duas partidas em Túnis, capital da Tunísia, e dali para diversos confrontos na Europa.

Atletas: João Carlos da Costa Quaresma, Paulo Roberto de Freitas (Bebeto), Alexandre Abeid, Paulo Santos Guerra Leal, José Maria Schwartz da Costa, Haroldo Cavalcanti Ledo, Mário Stiebler Dunlop, Paulo Márcio Nunes da Costa, Ari da Silva Graça Filho, Victor Mário Barcelos Borges, Carlos Arthur Nuzman e Paulo Roberto Petterle (Paulão).
Técnico: Jorge de Melo Bittencourt.
(Fontes: Jornal do Brasil – 18-19/01 e Diário de Notícias – 21/01)

Houve uma divergência na imprensa com relação à quantidade de partidas que compunham o longo roteiro, pois o Correio da Manhã, em sua edição de 13/01, informava que seriam 28 jogos em 9 países, o Jornal do Brasil, de 18/01, divulgou que seriam 23 confrontos também em 9 países e novamente o Correio da Manhã, de 20/01, citava 26 partidas em 8 países (sendo excluída a Espanha).

Optei por seguir o roteiro informado pelo Jornal do Brasil, que no entanto acredito não ter sido cumprido em sua totalidade, visto que o Correio da Manhã, edição de 26/02, divulgou que o Botafogo até então havia participado de 15 confrontos (13 vitórias e 2 derrotas), restando apenas os dois últimos, em Portugal, cujos resultados ambos os periódicos não informaram.
O Jornal dos Sports e O Globo também foram consultados, porém estes últimos confrontos igualmente não foram informados.

[De 21/01 a 23/01, em Túnis – 2 jogos]

Botafogo 3 x 0 Combinado de Túnis – em Túnis, em 21/01
(15x5, 15x11 e 15x8)
Atuaram: Paulo Roberto, Alexandre, Zé Maria, Mário Dunlop, Paulo Márcio e Victor.
(Fonte: Jornal do Brasil – 22/01)

Botafogo 3 x 1 Seleção Universitária de Túnis – em Túnis
(15x10, 14x16, 15x5 e 15x3)
Atuaram: Paulo Roberto, Alexandre, Victor, Zé Maria, Ari Silva e Mário Dunlop.
(Fonte: Jornal do Brasil – 23/01)

[De 24/01 a 01/02, na Bélgica – 4 jogos]

Botafogo 3 x 2 Atlas – em Courtrai (Bélgica), em 26/01
(9x15, 15x7, 1x15, 15x10 e 15x9)
Destaques do BFR: Bebeto, Zé Maria e Mário.
(Fonte: Jornal do Brasil – 27/01)

Botafogo 3 x 1 Universidade de Bruxelas, em 28/01
(15x11, 11x15, 15x8 e 17x15)
Destaques do BFR: Zé Maria e Mário.
(Fonte: Jornal do Brasil – 29/01)

Botafogo 3 x 0 Hormann (campeão belga) – em Genk (Bélgica), em 29/01
(15x1, 15x5 e 16x14)
(Fonte: Correio da Manhã – 31/01)

[O Correio da Manhã, de 26/02, informou que foram 4 partidas e 4 vitórias na Bélgica, com placares de 3 x 1, 3 x 0, 3 x 2 e 3 x 1.]

[De 01/02 a 07/02, em Berlim Oriental – 4 jogos]

Botafogo 3 x 1 Dínamo Karl Marx, em 03/02
(parciais: ?)
Botafogo 0 x 3 S.C. Leipzig (campeão da Alemanha Oriental), em 04/02
(10x15, 12x15 e 11x15)
Botafogo 3 x 2 Tractor – em Berlim Oriental, em 05/02
(11x15, 15x12, 10x15, 16x14 e 15x10)
Nota: até então o BFR havia disputado 11 jogos, com 10 vitórias e 1 derrota.
(Fonte: Jornal do Brasil – 06/02)

[O Jornal dos Sports, de 12/02, deu a notícia de que o Botafogo já havia perdido outro jogo para o Leipzig (placar? – segundo o Correio da Manhã, de 12/02, foi 0 x 3), confirmando a vitória de 3 x 1 sobre o Dínamo.]

[O Correio da Manhã, de 26/02, informou que teriam sido 5 jogos na Alemanha, sendo 3 vitórias e 2 derrotas, estas para o mesmo adversário, e ambas por 3 x 0.]

[De 08/02 a 12/02, em Praga – 3 jogos]

Botafogo 3 x 1 Combinado de Praga
(parciais: ?)
(Fonte: Correio da Manhã – 12/02)

[De 13/02 a 18/02, na Romênia – 3 jogos]

[De 21/02 a 23/02, em Paris – 2 jogos]

[O Correio da Manhã, de 26/02, informou que foi apenas 1 jogo na França, BFR 3 x 2 contra o 4º colocado no campeonato francês, e que até então haviam sido disputadas 15 partidas, sendo 13 vitórias e 2 derrotas, ignorando os possíveis jogos na Romênia e citando que faltariam apenas as partidas em Portugal, ou seja, ignorou também os jogos em Roma e Madrid – ver abaixo.]

[De 23/02 a 25/02, em Roma – 2 jogos]

[Em 26/02, em Madrid – 1 jogo]

[De 27/02 a ?, em Portugal – 1 jogo no Porto e 1 jogo em Coimbra]

Até o momento não foram localizados os resultados destas últimas partidas.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Botafogo Campeão do Torneio William C. Morgan de Voleibol Masculino de 1959

pesquisa de Claudio Falcão


Este torneio foi disputado em homenagem ao criador do voleibol, em 1895, o norte-americano William C. Morgan, defrontando-se as equipes que obtiveram as melhores colocações no campeonato carioca de 1959. Houve competição tanto no masculino como no feminino, tendo sido vencedor no masculino o Botafogo.


Campanha do Glorioso:
12/11/1959 – Botafogo 3 x 0 CIB (15x11, 15x4 e 15x1)
19/11/1959 – Botafogo derrotou o C.R. Flamengo – campeão carioca (placar ?)
24/11/1959 – Botafogo 3 x 2 América F.C. (15x12, 15x9, 12x15, 10x15 e 15x4).

[Fontes: Jornal do Brasil, 12/11, 19/11 e 26/11/1959; Diário da Noite, 13/11 e Correio da Manhã, 22/11/1959.]

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Novo Livro de Rafael Casé Sobre o Botafogo

Em breve o jornalista, professor e escritor botafoguense Rafael Casé lançará mais um livro que tem o Alvinegro carioca como tema.

E como pré-lançamento está divulgando uma promoção que certamente será do agrado do torcedor da Estrela Solitária.

Sucesso, amigo!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Ayrton Povill dos Santos

pesquisa de Pedro Varanda


Ayrton Povill dos Santos foi o médio-volante titular do Botafogo na campanha do bicampeonato carioca de 1961-1962, dentre vários outros títulos que conquistou pelo Glorioso. Nasceu no Rio de Janeiro (RJ) a 21 de outubro de 1934, vindo do América F.C. (RJ) para o Alvinegro carioca. Pelo Botafogo atuou em 190 jogos e marcou 9 gols, entre 1958 e 1965.

Estreia de Ayrton pelo Botafogo:
BOTAFOGO 3 x 1 TEJUCO (MG)
Data: 13/04/1958
Local: Diamantina (MG)
Competição: Amistoso
Gols: Édison, Dodô e Quarentinha (Botafogo); Aurê (Tejuco)
Botafogo: Adalberto (Lamin), Beto (Lucas), Thomé (Domício), Servílio e Ney Rosa; Ayrton (Ademar) e Édison (Amoroso); Neyvaldo, Paulinho Valentim, Rossi (Dodô) e Quarentinha. Técnico: João Saldanha.
Obs.: Inauguração do Estádio Municipal.
Fontes: Boletim do Botafogo F.R. e Diário da Noite

Último jogo de Ayrton pelo Botafogo:
BOTAFOGO 0 x 0 BANGU (RJ)
Data: 23/10/1965
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Competição: Campeonato Carioca
Botafogo: Manga, Mura, Zé Carlos, Rildo e Dimas; Ayrton e Gérson; Jairzinho, Roberto, Bianchini e Zagallo. Técnico: Daniel Pinto.

Títulos:
1960
Campeão do Torneio Internacional da Colômbia (Quadrangular de Bogotá).

1961
Campeão do Triangular Internacional da Costa Rica.
Campeão do Torneio Início do Rio de Janeiro.
Campeão Carioca
(Ayrton, 20 jogos e um gol).

1962
Campeão do Pentagonal do México.
Campeão do Torneio Rio-São Paulo
(Ayrton, 04 jogos e nenhum gol).
Bicampeão do Torneio Início do Rio de Janeiro.
Bicampeão Carioca
(Ayrton, 23 jogos e 01 gol).

1963
Campeão do Torneio de Paris.

1964
Campeão do Torneio Governador Magalhães Pinto (Belo Horizonte).
Campeão do Torneio Jubileu de Ouro da Associação de Futebol (La Paz).
Campeão do Quadrangular do Suriname.
Campeão do Torneio Rio-São Paulo
(Ayrton, 04 jogos e nenhum gol).

E pelos aspirantes:
1958 (Aspirante, Campeão Carioca), 18 jogos e nenhum gol.
1959 (Aspirante, Bicampeão Carioca), 14 jogos e nenhum gol.
1961 (Aspirante, Taça Antônio Gomes de Avellar), 03 jogos e nenhum gol.

Ayrton foi para o C. Atlético Mineiro em 1966 (negociado em 5/01/1966 por Cr$30.000.000,00 – moeda da época – segundo o Jornal do Brasil informou em sua edição do dia seguinte).

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Botafogo Campeão Sul-Americano Interclubes de Atletismo Feminino de 1969

pesquisa de Claudio Falcão

Em competição realizada nos dias 30 e 31 de agosto de 1969 na pista do Estádio Nacional de Santiago do Chile, a equipe feminina do Botafogo sagrou-se campeã sul-americana interclubes de atletismo, totalizando 67 pontos. O Alvinegro carioca fez jus ao troféu ‘Premio Dirección de Deportes del Estado’. Em 2º lugar classificou-se a Agrupación Atlética Aconcagua (Argentina), com 53 pontos; em 3º lugar, o Albion (Uruguai), com 48 pontos; em 4º lugar, o Balnearios Touring Club (Peru), com 44 pontos e em 5º lugar, o Stade Français (Chile), com 35 pontos.

As campeoníssimas Silvina das Graças e Aída dos Santos

Silvina das Graças Pereira, a consagrada atleta do Glorioso, venceu a prova do salto em distância com a marca de 5m41. Neide dos Santos triunfou na prova de arremesso de peso, atingindo 12m56. E Aída dos Santos colocou-se em 2º lugar no arremesso de dardo, com 37m98 e em 4º lugar nos 80 metros com barreiras, com 12”2.

No masculino o Brasil foi representado pela equipe paulista do Jundiaí, que classificou-se em 4º lugar, sendo campeão o Stade Français (Chile).

[Fontes: Correio da Manhã, 29/08 e 02/09/1969; Diário da Noite (São Paulo), 27/08 e 01/09/1969; Revista ‘Grandes Clubes Brasileiros’ – Botafogo (1972); Tabloide ‘O Glorioso’, agosto/1975 e Catálogo da 1ª Mostra dos Troféus do Botafogo F.R., 19/06/1977.]