quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

O Primeiro Título conquistado pelo Botafogo, exceto no Remo e no Futebol

pesquisa de Claudio Falcão

Foi no basquetebol masculino que o Botafogo conquistou o seu primeiro título de campeão, excetuando-se o remo e o futebol: o Torneio Início do Rio de Janeiro de 1922, da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres, a primeira competição do gênero realizada na cidade, nesse esporte.

Realizado no rink da Rua General Severiano, a 18 de maio daquele ano, teve a participação além do Botafogo F.C. (campeão), do C.R. Flamengo (vice-campeão), América F.C., Associação Cristã de Moços, S.C. Brasil, Fluminense F.C., C. Gymnastico Português, S.C. Mangueira e Tijuca T.C.

Resultados dos jogos do Glorioso (os jornais mostraram divergências nos placares):

Botafogo 10 x 7 Fluminense (segundo o ‘Correio da Manhã’, a ‘Gazeta de Notícias’ e ‘O Paiz’) ou 10 x 9 (segundo ‘A Noite’)
Botafogo 31 x 8 Mangueira (segundo o ‘Correio da Manhã’, a ‘Gazeta de Notícias’ e ‘O Paiz’) ou 33 x 9 (segundo ‘A Noite’)
Final: Botafogo 29 x 5 Flamengo (segundo o ‘Correio da Manhã’ e a ‘Gazeta de Notícias’) ou 30 x 5 (segundo ‘A Noite’) ou 28 x 5 (segundo ‘O Imparcial’) ou 29 x 6 (segundo ‘O Paiz’) – de qualquer forma uma diferença considerável de pontos para uma partida final.

Pelo Botafogo atuaram: Theophilo Nunes, Francisco Antunes Júnior (Chico), Oscar P. Almeida (o “Francesinho”), Clóvis Dutra e Alkindar Dutra de Castilho, este último também futebolista.

E pelo Flamengo: Telephone, Carlos Santive, Mário S. Carvalho Araújo, Paulo Magalhães, Miguel Moraes e Voigt.

O Alvinegro fez jus ao prêmio Oscar Machado (posse transitória) e à Taça Parc Royal (posse definitiva).

[Fontes: A Noite, Correio da Manhã, Gazeta de Notícias, O Imparcial e O Jornal (este sem os placares), 19/05/1922; O Paiz, 20/05/1922 e Revista Grandes Clubes Brasileiros – Botafogo (1972).]

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

O C. R. Botafogo também competiu em Esportes Terrestres

pesquisa de Claudio Falcão

Como todos sabem, o antigo C.R. Botafogo dedicava-se em primeiro lugar à disputa de esportes aquáticos (remo, natação e polo aquático), porém também competiu em esportes terrestres, com maior relevância no basquetebol masculino, mas também no tênis e no voleibol feminino.

Elenco de 1935
(Foto: A Noite)

No basquetebol masculino inscreveu-se em 1933 na Liga Carioca de Basketball para a disputa do campeonato carioca, e já no seu primeiro ano classificou-se em segundo lugar, aliás fato que se repetiu no ano seguinte. Já em 1935 conquistou o título do II Torneio Aberto da L.C.B., sagrando-se campeões Ádamo Bertulli, Aloysio Bastos, Álvaro do Rego Macedo Filho, Guido Guida, Luciano de Souza, Oscar Zelaya Alonso, Raul Zelaya Alonso, Sylvio Gracie e Waldyr Lamothe, que arrebataram para o Clube da Estrela Solitária a Taça ‘Elixir de Inhame’ (nome de antigo medicamento). Em 1937, numa série melhor de três, perdeu o campeonato carioca da L.C.B. para a representação do Riachuelo T.C., por duas partidas a uma, ficando então com o vice-campeonato. Atuavam pelo ‘Regatas’ os atletas Ádamo, Pelado, Oscar, Álvaro, Aloysio, Raul, Eddy e Babá. No ano seguinte alcançou um feito memorável, constituindo-se na primeira agremiação brasileira a derrotar um selecionado norte-americano, no caso representando a Athletic Amateur Union, por 34 x 31, fato ocorrido em 12 de outubro daquele ano. E como é do conhecimento de todos, foi justamente numa partida entre o C.R. Botafogo e o Botafogo F.C., disputada em 1942 na quadra do primeiro, que o jogador do BFC Armando Albano faleceu, fato que ‘alavancou’ o processo de fusão entre os dois clubes.

(Foto: A Noite)

Filiado à Federação de Tênis do Rio de Janeiro em 1934, já em agosto de 1936 conquistou o campeonato carioca de tênis da 2ª divisão, derrotando na finalíssima o C.R. Vasco da Gama por cinco partidas a zero. Competiram pelo CRB os atletas Renato Mignani, Ernani Braga, Oswaldo do Rego Macedo, Nélson Chamma e G. Shalders.

O sexteto do C.R. Botafogo encontra-se agachado
(Foto: A Noite Ilustrada)

E no voleibol feminino, também em 1936, mantinha equipe que participava de confrontos amistosos e torneios não oficiais, visto que a Liga de Volley-Ball do Rio de Janeiro só viria a ser fundada em setembro de 1938.

[Fontes: A Noite, 06/04/1933, 14/12/1933, 15/03/1934, 23/02/1935, 10/05/1935, 18 e 25/07/1936, 05/08/1936, 24/11/1937 e 13/10/1938; Diário de Notícias, 12/05/1935; Jornal do Brasil, 23 e 30/11/1937 e Revista ‘Grandes Clubes Brasileiros’ – Botafogo (1972).]

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

O Botafogo inaugurando Campo, Arquibancadas ou Refletores (V)

pesquisa de Pedro Varanda

Súmulas de jogos de inaugurações na década de 90:

13-12-1992 – Botafogo 0 x 1 Luziânia (GO) (Estádio Serra do Lago, em Luziânia).

LUZIÂNIA 1 x 0 BOTAFOGO
Data: 13/12/1992
Local: Estádio Municipal Zequinha Roriz (Serra do Lago), Luziânia (GO)
Renda: Cr$ 135.113.000,00
Público pagante: 6.755
Árbitro: Dario Souza Campos
Assistentes: Antônio Vidal e Filomeno Dourado
Competição: Amistoso (inauguração do estádio)
Gol: Rogerinho, aos 36 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Marquinhos (Luziânia), Vivinho e Nélson (Botafogo)
Cartões vermelhos: Nélson, Vivinho e Marcão (Botafogo)
Botafogo: Zé Carlos, Marcão, André Santos, Rogério Pinheiro e André Duarte; Pingo, Nélson e Djair; Vivinho, Bob (Marcelo Costa) e Macalé. Reservas: Arílson, Gilmar Francisco, Cláudio Henrique, Pino e Marcelo Costa. Técnico: Joel Martins (interino)
Luziânia: William Stain, Marcelo Roriz, Gilmar, Eduardo Gaúcho e Marquinhos; Luciano, Carlos Alberto e Zé Carlos; Zé Vieira (Ed Carlos), Marcelo Cruz e Rogerinho (João Cortes). Reservas: Gúbio, Ticão, Chicão, Ed Carlos e João Cortes. Técnico: Sidney Nascimento
Fonte: Botafogo F.R.


27-07-1996 – Botafogo 3 x 1 Cerezo Osaka (Nagai Stadium, em Osaka).

BOTAFOGO 3 x 1 CEREZO OSAKA
Data: 27/07/1996
Local: Nagai Stadium, Osaka
Renda: ?
Público: 25.078
Árbitro: K. Kakihana
Assistentes: N. Ishiyama e T. Kunori
Competição: Amistoso (Nippon Ham Cup)
Gols: Yokoyama, aos 17’, Túlio, aos 25’ e Souza, aos 32’ (1° tempo); Zé Carlos, aos 45’ (2° tempo)
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Grotto e Jefferson; Souza, Otacílio, Marcelo Alves (França) e Bentinho; Sorato (Zé Carlos) e Túlio. Técnico: Ricardo Barreto
Cerezo Osaka: Gilmar, Minamoto (Kizawa), Kawamae, Murata e Kanda; Kajino, Morishima (Koga), Nishizawa e Yokoyama (Misaki); Yonekura e Narcízio. Técnico: ?
Obs.: 1) Inauguração do Nagai Stadium; 2) Estreou José Carlos Santos da Silva “Zé Carlos”; 3) O Botafogo conquistou a Nippon Ham Cup.
Fonte: Departamento de Futebol do Botafogo F.R. (Rodrigo e José Henriques)


Súmulas de jogos de inaugurações nos anos 2000:

17-04-2004 – Botafogo 2 x 1 Volta Redonda (novas instalações do Raulino de Oliveira, em Volta Redonda).

BOTAFOGO 2 x 1 VOLTA REDONDA
Data: 17/04/2004
Local: Raulino de Oliveira / Cidadania, Volta Redonda
Árbitro: William Marcelo de Souza Nery
Competição: Amistoso
Gols: João Rodrigo, aos 11’ e Delani, aos 22’ (1° tempo); Sandro, aos 24 (2° tempo)
Cartões amarelos: Sandro, Diogo, Haroldo e Jorginho Paulista
Botafogo: Jefferson, Ruy (Rodrigo Fernandes), João Carlos, Sandro e Jorginho Paulista; Fernando, Túlio (Daniel), Valdo (Carlos Alberto) e Camacho; Delani e Alex Alves (Hugo / Luizão). Técnico: Levir Culpi
Volta Redonda: Éverton, China, Léo (Paulo Henrique), Alemão e Hamílton (Diogo); Jonílson (Fernando), Haroldo, Valtinho e Gláuber (Gillis); Humberto (Dentinho) e João Rodrigo. Técnico: Dário Lourenço
Obs.: Estádio reformado, inauguração das novas arquibancadas e dependências.
Fonte: O Dia


30-06-2007 – Botafogo 2 x 1 Fluminense (Estádio Engenhão).

BOTAFOGO 2 x 1 FLUMINENSE
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data / hora: 30/06/ 2007 – 18h10min (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Assistentes: Gílson Bento Coutinho (PR) e José Amílson Pontarolo (PR)
Renda: R$ 600.000,00
Público: 40.000 pagantes, 43.810 presentes
Gols: Alex Dias, aos 27’ do 1° tempo; Dodô (2), aos 6’ e 33’ do 2° tempo
Cartões amarelos: Arouca, Carlinhos e Carlos Alberto (Fluminense); Renato Silva Luciano Almeida e Lúcio Flávio (Botafogo)
Cartões vermelhos: Cícero, aos 29' do 2° tempo (Fluminense); Joílson, aos 38' do 2° tempo (Botafogo)
Botafogo: Júlio César, Joílson, Alex, Juninho e Luciano Almeida (Renato Silva); Leandro Guerreiro, Túlio (Diguinho), Lúcio Flávio e Ricardinho (André Lima); Zé Roberto e Dodô. Técnico: Cuca
Fluminense: Fernando Henrique, Carlinhos, Thiago Silva, Roger e Júnior César; Romeu, Arouca (Cícero), Maurício e Carlos Alberto; Alex Dias (Rodrigo Tiuí) e Adriano Magrão (Somália). Técnico: Renato Gaúcho
Obs.: 1) Inauguração do Estádio Olímpico João Havelange; 2) O Botafogo conquistou o Troféu João Havelange.
Fontes: Botafogo F.R., Jornal dos Sports e Lance!

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Terceiro Aniversário do DataFogo no Blogger

por Claudio Falcão

Há exatos três anos foi feita a primeira postagem do blog DataFogo no Blogger.

Foram, até o momento, 262 postagens, sendo estas as duas mais acessadas: Títulos conquistados pelo Botafogo no Futebol Juvenil (atual Júnior, Sub-20) – 1ª parte e Goleiros do Botafogo no Profissionalismo, esta última a que mais comentários recebeu.

Contamos com 47 seguidores e com 71.630 visitas, como mostra o nosso ‘contador’, perfazendo uma média mensal de 1.990 e uma média diária de 65 visitas. O número alcançado pelas visualizações de páginas chegou a 106.812.

Quero aqui mais uma vez externar os agradecimentos ao constante colaborador do DataFogo, o pesquisador Pedro Varanda, que frequentemente nos envia material para publicação, baseado em suas minuciosas pesquisas.

Agradeço também aos mais assíduos ‘comentaristas’ do blog, Ali Reslan, Carlinhos, Marcos Moura e Rafael Botafoguense, pelas contribuições, sugestões e perguntas.

O objetivo é, como sempre, o de divulgar a Gloriosa História e as conquistas do nosso Botafogo F.R.

Saudações Botafoguenses Campeãs (... e um bom Carnaval a todos)!

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

O Botafogo inaugurando Campo, Arquibancadas ou Refletores (IV)

pesquisa de Pedro Varanda

Súmulas de jogos de inaugurações na década de 70:

28-10-70 – Botafogo 0 x 1 Cruzeiro (MG) (Refletores do estádio Rei Pelé).

BOTAFOGO 0 x 1 CRUZEIRO
Data: 28/10/1970
Local: Rei Pelé, Maceió (AL)
Árbitro: Sebastião Canuto
Competição: Amistoso
Gol: Dirceu Lopes, aos 27’ do 1° tempo
Botafogo: Wendell, Mura, Moisés, Osmar e Waltencir; Careca e Paulo Cézar; Rogério, Roberto, Jairzinho e Torino (Nílson Dias). Técnico: Zagallo
Cruzeiro: Nêgo, Pedro Paulo, Brito, Darci e Carlos Manoel (Vanderley); Piazza (Ferreira), Zé Carlos e Dirceu Lopes; Natal, Evaldo e Tostão (Eduardo). Técnico: Filpo Nuñes
Obs.: Inauguração dos refletores do estádio.
Fontes: Jornal do Brasil, Jornal dos Sports e O Globo


06-09-1970 – Botafogo 5 x 2 Internacional (Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim).

BOTAFOGO 5 x 2 INTERNACIONAL (RS)
Data: 06/09/1970
Local: Colosso da Lagoa, Erechim
Renda: Cr$ 115.000,00
Público: 17.597
Árbitro: Luís Zéttermann Torres
Competição: Amistoso
Gols: Jairzinho, aos 2’ e Sérgio, aos 21’ (1° tempo); Jairzinho, aos 18’, Arlindo, aos 20’, Nílson Dias, aos 31’, Valdomiro, aos 33’ e Jairzinho, aos 36’ (2° tempo)
Botafogo: Ubirajara Motta (Cao), Moreira (Edinho), Moisés, Osmar e Waltencir; Nei Conceição (Zé Carlos II) e Arlindo (Pojito); Zequinha, Ferretti (Nílson Dias), Jairzinho e Careca. Técnico: Paraguaio
Internacional: Gainete, Édson Madureira, Pontes, Valmir e Jorge Andrade; Paulo César Carpegiani (Carbone), Tovar e Dorinho; Valdomiro, Sérgio Galocha e Claudiomiro. Técnico: Daltro Rodrigues Menezes
Obs.: 1) Inauguração do estádio; 2) Na preliminar: Ypiranga 3 x 2 Esportivo; 3) Zagallo (técnico do Botafogo) estava de licença em Londres; 4) O atleta Edinho, do juvenil, que substituiu Moreira, não é o mesmo Edinho (Édson Fernandes Ribeiro) de 1967.
Fontes: Jornal do Brasil, Jornal dos Sports, O Globo e colaboração de Luiz Pissutti


08-03-1975 – Botafogo 0 x 0 Campinense (PB) (Estádio Ernâny Sátiro, em Campina Grande).

BOTAFOGO 0 x 0 CAMPINENSE
Data: 08/03/1975
Local: Ernâni Sátyro, Campina Grande (PB)
Renda: Cr$ 129.786,00
Público: 22.214
Árbitro: Jarbas Ferreira
Competição: Amistoso
Botafogo: Wendell, Miranda, Mauro Cruz (Chiquinho Pastor), Osmar e Dodô (Tiquinho); Carbone, Marcos Aurélio (Rogério Pereira) e Ademir Vicente; Cremílson, Puruca (Fischer) e Nílson Dias (Ferretti). Técnico: Zagallo
Campinense: Olinto, Edvaldo, Paulinho, Nanã Reis (Deca) e Agra; Vavá e Dão; Porto (Jorge Flávio), Erasmo (Carlinhos), Pedrinho e Valmir. Técnico: José Lima
Obs.: 1) Rogério Hetmanek (ponta-direita, bicampeão de 1967-1968) estava sem contrato com o Botafogo F.R., por isso não atuou; 2) Inauguração do estádio.
Fontes: Jornal dos Sports e O Globo


09-03-1975 – Botafogo 2 x 0 Botafogo (PB) (Estádio José Américo de Almeida Filho, em João Pessoa).

BOTAFOGO 2 x 0 BOTAFOGO-JP (PB)
Data: 09/03/1975
Local: José Américo de Almeida Filho, João Pessoa
Renda: Cr$ 180.000,00
Público: 25.000
Árbitro: Antônio Toscano
Competição: Amistoso
Gols: Tiquinho, aos 30 segundos e Nílson Dias, aos 40 minutos do 1° tempo
Botafogo: Wendell (Ubirajara Alcântara), Miranda, Mauro Cruz, Osmar (Chiquinho Pastor) e Ademir Vicente; Carbone (Dodô) e Marcos Aurélio; Cremílson, Fischer (Ferretti), Nílson Dias (Puruca) e Tiquinho. Técnico: Zagallo
Botafogo-JP: Salvino, Molinas (Calvert), João Carlos, Celso e Evandro; Luís e Odon; Géo (Pedrinho), Benício, Baltazar e Serginho (Erasmo). Técnico: ?
Obs.: 1) Inauguração do estádio; 2) Dispararam uma bomba debaixo da arquibancada que provocou pânico e feriu 15 pessoas; 3) De acordo com o ‘JS’, de 11-03, o segundo gol do Botafogo foi de Nílson Dias e não de Fischer.
Fontes: Botafogo F.R., Jornal do Brasil, Jornal dos Sports (de 10 e 11-03) e Placar


07-08-1977 – Botafogo 1 x 0 Goytacaz (Reabertura do estádio).

BOTAFOGO 1 x 0 GOYTACAZ
Data: 07/08/1977
Local: Ary de Oliveira, Campos dos Goytacazes
Renda: Cr$ 285.900,00
Público: 9.624
Árbitro: Giese do Couto
Assistentes: Eduardo Monteiro e Hélio Tavares
Competição: Campeonato Carioca
Gol: Nílson Dias, aos 6’ do 2° tempo
Botafogo: Zé Carlos, China, Osmar, Renê e Jorge Luiz; Ademir Vicente, Mário Sérgio e Dé; Gil, Nílson Dias e Tiquinho. Técnico: Zezé Moreira
Goytacaz: Acácio, Totonho, Paulo Marcos, Zé Rios e Tita; Ricardo Batata, Wilson e Jocimar (Santana); Vivinho, Albéris (Chico) e Piscina. Técnico: Ualdo Pessanha
Obs.: Reabertura do estádio.
Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports


09-10-1977 – Botafogo 3 x 0 Gama (DF) (Estádio Walmir Campelo Bezerra, em Gama).

BOTAFOGO 3 x 0 GAMA
Data: 09/10/1977
Local: Walmir Campelo Bezerra, Gama
Renda: Cr$ 236.000,00
Público: 15.021 pagantes
Árbitro: Amphilóquio Pereira da Silva
Competição: Amistoso
Gols: Mendonça, aos 9’ (1° tempo); Gil (2), aos 12’ e 19’ (2° tempo)
Botafogo: Zé Carlos, China (Perivaldo), Osmar, Renê e Rodrigues Neto; Luizinho Rangel, Mendonça e Mário Sérgio; Gil (Ricardo), Nílson Dias (João Paulo) e Paulo Cézar (Tiquinho). Técnico: Danilo Alves
Gama: Chico, Carlão (Osvaldo), Santana, César e Ivair (Isaías); Mundinho, Marcos (Lelé) e Adílson (Rildo); Lucas (Careca), Maninho e Roldão (Chicão). Técnico: Eurípedes Bueno de Morais
Obs.: Inauguração do estádio.
Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports


22-10-1978 – Botafogo 2 x 1 Portuguesa Carioca (Estádio Glorioso, em Marechal Hermes).

BOTAFOGO 2 x 1 PORTUGUESA
Data: 22/10 /1978
Local: Estádio Glorioso, em Marechal Hermes, Rio
Renda: Cr$ 573.295,00
Público: 19.211 pagantes
Árbitro: Élson Pessoa
Competição: Campeonato Carioca
Gols: Dé, ao 1° minuto, Mendonça, aos 24’ e Luisinho, aos 39’ (todos no 2° tempo)
Botafogo: Zé Carlos, Perivaldo, Osmar, Renê e Ademir Vicente; Wecsley, Mendonça e Ademir Lobo; Gil (Cremílson), Luizinho Lemos (João Paulo) e Dé. Técnico: Danilo Alves
Portuguesa: Chico, Sérgio Roberto, Márcio, Fernando e Dori; Édson, Carlinhos (Emílio) e Jair; Zair, Luisinho e Bruno. Técnico: José Storino
Obs.: Inauguração do campo do Botafogo com arquibancadas tubulares. No princípio dos anos oitenta, o estádio passou a se chamar Mané Garrincha.
Fonte: Jornal do Brasil


16-11-1978 – Botafogo 1 x 0 Campo Grande (Refletores do estádio).

BOTAFOGO 1 x 0 CAMPO GRANDE
Data: 16/11/1978
Local: Ítalo Del Cima, Rio de Janeiro
Renda: Cr$ 332.880,00
Público: 8.172
Árbitro: Luís Carlos Félix
Assistentes: Wilson Dias Durão e Roberto Coelho
Competição: Campeonato Carioca
Gol: Mendonça, aos 6’ do 2° tempo
Botafogo: Zé Carlos, Perivaldo, Osmar, Renê e Rodrigues Neto; Chiquinho, Mendonça e Mário Sérgio; Gil, João Paulo (Luizinho Rangel) e Dé. Técnico: Danilo Alves
Campo Grande: Veludo, Brasinha, Fernandes, Neném e Garrido; Paulo Roberto, Badu e Zé Luís; Freitas, Caio e César (Clécio). Técnico: Antônio Clemente
Obs.: Inauguração dos refletores do estádio.
Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports


25-07-1979 – Botafogo 4 x 0 Seleção Juvenil do Uruguai (Inauguração dos refletores)

BOTAFOGO 4 x 0 SELEÇÃO JUVENIL DO URUGUAI
Data: 25/07/ 1979
Local: Marechal Hermes, Rio de Janeiro
Renda: Cr$ 352.000,00
Público: 3.741 pagantes
Árbitro: José Roberto Wright
Assistentes: José Maria Brandão e Mário Leite Santos
Competição: Amistoso (Troféu Adhemar Bebiano)
Gols: Dé, aos 18’, Mendonça, aos 26’ e Gil, aos 36’ (1° tempo); Dé, aos 15’ (2° tempo)
Botafogo: Luiz Carlos, China, Luís Cláudio, Nílson Andrade e Vanderlei Luxemburgo (Zanata); Russo (Luizinho Rangel), Mendonça (Manfrini) e Renato Sá; Gil, Dé e Marcelo (Luizinho Lemos). Técnico: Jorge Vieira. Banco de reservas: Borrachinha, Ronaldo, Zanata, Luizinho Rangel, Wecsley, Manfrini e Luizinho Lemos
Seleção Juvenil do Uruguai: Alvez, Molina, Cáceres, Alaguich e Martínez; Barrios, Luzardo e Roo (Carlos Larranaga, depois Éber Bueno); Vargas, Ruben Paes (González) e Ricardo Viera. Técnico: Raúl Bentancor. Banco de reservas: Mario Viera, Daniel Gutiérrez, Daniel Revelez, Miguel Bossio, Sergio González, Luiz Guelmo, Pablo Alonso e Éber Bueno
Obs.: 1) Inauguração dos refletores e foi a estreia Jorge Vieira no comando da equipe botafoguense; 2) O Botafogo conquistou o Troféu Adhemar Bebiano.
Fontes: Jornal do Brasil, Jornal dos Sports e O Globo


Súmula de jogo de inauguração na década de 80:

25-08-1982 – Botafogo 1 x 0 Guarani (MG) (Novos refletores do estádio).

BOTAFOGO 1 x 0 GUARANI (MG)
Data: 25/08/1982
Local: Waldemar Teixeira de Faria, Divinópolis
Árbitro: Waldemar Firme
Competição: Amistoso (Troféu Mané Garrincha)
Gol: Té, de cabeça, aos 7’ do 1° tempo
Botafogo: Jair, Christiano, Abel, Eraldo e Josimar; Alemão, Alexandre (Almir) e Mendonça; Geraldo (César), Té (Mirandinha) e Passos (Macedo). Técnico: Zé Mário
Guarani: Ildeu, Mádson (Joel), Morais, Niltinho (Araújo) e Coca; Lucinho, Carlos Roberto e Gil; Carlinhos, Cafuringa (Félix) e Prego. Técnico: Geraldo Magela
Obs.: 1) Inauguração dos novos refletores; 2) Manoel dos Santos (Garrincha) deu o pontapé inicial da peleja e também foi homenageado, além de um prêmio em dinheiro (Cr$ 50.000,00), troféus e medalhas; 3) O Botafogo conquistou o Troféu Mané Garrincha, fonte: Jornal do Brasil, de 27 de agosto.
Fontes: Botafogo F.R. e Jornal do Brasil, de 26-08, 2ª edição, súmula

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

O Botafogo inaugurando Campo, Arquibancadas ou Refletores (III)

pesquisa de Pedro Varanda

Súmulas de jogos de inaugurações na década de 50:

15-04-1951 – Botafogo 3 x 1 Fluminense (Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda).

Obs.: Não encontrei registro nos jornais do Rio (capital) que tenha ocorrido algum jogo antes dessa vitória botafoguense.

BOTAFOGO 3 x 1 FLUMINENSE
Data: 15/04/1951
Local: Sylvio Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Árbitro: Jayme Teixeira Braga
Competição: Amistoso (Taça Companhia Siderúrgica Nacional)
Gols: Zezinho e Vinícius, no 1° tempo; Joel e Vinícius, no 2º tempo
Botafogo: Oswaldo Baliza, Gérson e Nílton Santos; Rubinho (Araty), Ávila e Juvenal (Richarde); Paraguaio (Jarbas), Geninho (Neca), Pirillo (Orlando Vinhas), Vinícius e Zezinho. Técnico: Carvalho Leite
Fluminense: Adalberto (Castilho), Duarte (Píndaro) e Chiquinho (Pinheiro); Waldir, Pé-de-Valsa e Jair; Reis, Zildo (Russo), Jerônimo, Zé Henrique (Orlando ‘Pingo de Ouro’) e Joel. Técnico: Zezé Moreira
Obs.: 1) Primeiro clássico no Raulino de Oliveira; 2) O Botafogo conquistou a Taça CSN.
Fontes: Correio da Manhã e O Jornal


01-06-1954 – Botafogo 4 x 0 Guarani (MG) (Estádio Waldemar T. de Faria, em Divinópolis).

BOTAFOGO 4 x 0 GUARANI (MG)
Data: 01/06/1954
Local: Divinópolis (MG)
Árbitro: José Monteiro
Competição: Amistoso
Gols: Garrincha, Dino, Carlyle e Vinícius
Botafogo: Amaury (Pianovisky), Gérson (Thomé) e Floriano; Araty (Bulau), Bob e Juvenal; Garrincha (Neyvaldo), Dino, Carlyle (Macedo), Jayme (Paulinho) e Vinícius. Técnico: Gentil Cardoso.
Obs.: Inauguração dos refletores do estádio.
Fontes: Boletim do Botafogo F.R., Jornal do Brasil e Jornal dos Sports, os dois últimos de 03-06


14-10-1956 – Botafogo 5 x 1 Olimpic (MG) (Estádio Santa Tereza, em Barbacena).

BOTAFOGO 5 x 1 OLIMPIC
Data: 14/10/1956
Local: Estádio Santa Tereza, Barbacena (MG)
Árbitro: José Gomes Sobrinho
Competição: Amistoso (Troféu Dr. Paulo Azeredo)
Gols: Garrincha, aos 12’, Paulinho Valentim, aos 25’ e Ênio (contra), aos 40’, no 1° tempo; Paulinho Valentim, aos 7’, Ary, aos 30’ e Neném, de pênalti, no 2° tempo
Botafogo: Amaury (Pereyra Natero), Orlando Maia e Nílton Santos; Rubens Bimba, Bob (Pampolini) e Bauer (Juvenal); Garrincha (Neyvaldo, depois Ary), Didi (João Carlos), Paulinho Valentim, Mário (Alarcón) e Cañete. Técnico: Ephigênio de Freitas Bahiense (“Geninho”)
Olimpic: Danton (Campeão), Borracha e Marino; Lucas, Ênio e Mexicano; Gutemberg, Viva, Neném, Caroá e Branco (Ari). Técnico: ?
Obs.: 1) Inauguração do Estádio do Olimpic; 2) Estreou Juan León Cañete; 3) O Botafogo conquistou o Troféu Dr. Paulo Azeredo.


13-04-1958 – Botafogo 3 x 1 Tejuco (MG) (Estádio Municipal de Diamantina).

BOTAFOGO 3 x 1 TEJUCO (MG)
Data: 13/04/1958
Local: Juscelino Kubitschek, Diamantina (MG)
Árbitro: João Aguiar
Competição: Amistoso
Gols: Édison, aos 15’ (1° tempo); Aires, aos 4’, Dodô e Quarentinha (2° tempo)
Botafogo: Adalberto (Lamin), Beto (Lucas), Thomé (Domício), Servílio e Ney Rosa; Ayrton (Ademar) e Édison (Amoroso); Neyvaldo, Paulinho Valentim, Rossi (Dodô) e Quarentinha. Técnico: João Saldanha.
Tejuco: Lacerda, Venílton e Valério; Paulo, Renato e Beto; Eli, Aires, Nó, Sílvio e Teo. Técnico: ?
Obs.: 1) Inauguração do Estádio Municipal Juscelino Kubitschek; 2) Há fontes que informam o nome do clube mineiro como sendo Tijuco.
Fontes: Boletim do Botafogo F.R., Correio da Manhã e Relatório da CBD (atual CBF). Colaborou: Claudio Falcão.


17-08-1958 – Botafogo 3 x 0 Santo Antônio (ES) (Estádio Rubens Gomes, em Vila Velha).

BOTAFOGO 3 x 0 SANTO ANTÔNIO
Data: 17/08/1958
Local: Rubens Gomes, Vila Velha (ES)
Árbitro: Antônio Viug
Assistentes: Rubens Barbosa e Euclides Onofre
Competição: Amistoso
Gols: Garrincha, aos 15’ (1° tempo); Garrincha, aos 5’ e Rossi, aos 7’ (2° tempo)
Botafogo: Ernâni (Amaury), Cacá, Thomé, Servílio e Nílton Santos (Beto); Pampolini (Édison Martins) e Didi; Garrincha, Paulinho Valentim (Édison), Quarentinha (Rossi) e Zagallo (Garrinchinha). Técnico: João Saldanha
Santo Antônio: Adjalman, Orion e Wilson; Francisco (Didico), Bulau e Neide (Raul); Lauro (Osny), Pirajá (Neco), Telmo, Miro e Lola. Técnico: ?
Obs.: 1) O Santo Antônio F.C. era alvirrubro; 2) Inauguração do estádio Rubens Gomes; 3) Preliminar de aspirantes: Cachoeira 0 x 3 Colatinense.
Fonte: Correio da Manhã


Súmulas de jogos de inaugurações na década de 60:

17-11-1960 – Botafogo 3 x 2 Ferroviário (PR) (Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba).

BOTAFOGO 3 x 2 FERROVIÁRIO DE CURITIBA
Data: 17/11/1960
Local: Durival Britto e Silva, Curitiba
Árbitro: José Ferreira dos Santos
Competição: Amistoso
Gols: Lídio, aos 22’, Garrincha, aos 30’ e Quarentinha, aos 35’ (1° tempo); Paraná, de falta, aos 26’ e Chicão, aos 36’ (2° tempo)
Botafogo: Manga (Adalberto), Cacá (Ademar), Zé Maria, Jorge (Paulistinha) e Chicão; Pampolini (Ayrton) e Didi (Édison); Garrincha, China (Genivaldo), Quarentinha (Zagallo) e Amarildo. Técnico: Paulo Amaral
Ferroviário de Curitiba: Ozires, Válter, Fernando e Celso; Tico e Alceu; Luiz Carlos, Juarez, Paulinho (Paraná), Lídio e Djalma
Obs.: 1) Inauguração dos novos refletores do estádio; 2) O Diário da Noite informou que o primeiro tento do BFR foi de Quarentinha, o segundo de Garrincha, omitiu a substituição de Manga por Adalberto, a de Paulinho por Paraná e publicou que Lídio também marcou o segundo do clube do Paraná.
Fontes: Boletim do BFR, Diário da Noite e Jornal dos Sports


26-04-1961 – Botafogo 4 x 2 Friburgo (RJ) (Estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo).

BOTAFOGO 4 x 2 FRIBURGO (RJ)
Data: 26/04/1961
Local: Nova Friburgo (RJ)
Competição: Amistoso
Gols: Ayrton (2), Amoroso e Rossi
Botafogo: Amaury (Adalberto), Cacá (Marcelo), Zé Maria, Paulistinha (Cetale) e Rildo (Ademar); Pampolini (Ayrton) e Édison (Tião Macalé); Neyvaldo, China (Rossi), Amoroso (Luiz Carlos França) e Sidney. Técnico: Marinho Rodrigues (interino).
Obs.: 1) Inauguração dos refletores do estádio; 2) Estreou Sidney Magalhães.


11-11-1964 – Botafogo 2 x 1 Usipa (MG) (Estádio Amaro Lanari Júnior, em Ipatinga).

BOTAFOGO 2 x 1 USIPA
Data: 11/11/1964
Local: Amaro Lanari Júnior, Ipatinga (MG)
Árbitro: José Monteiro
Competição: Amistoso
Gols: Quarentinha, aos 3’ e Lambari, aos 22’ (1° tempo); Élton, aos 11’ (2° tempo)
Botafogo: Manga, Joel, Zé Carlos, Paulistinha e Rildo (Dimas); Didi (Élton) e Gérson; Jairzinho (Bira), Quarentinha, Arlindo e Zagallo (Humberto). Técnico: Ephigênio de Freitas Bahiense (“Geninho”)
Usipa: Valdo, Jair, Toninho, Ladin e Altamiro; Balbino e Jaime; Osvaldo, Sinval (Dido), Tarcísio e Lambari. Técnico: ?
Obs.: 1) Inauguração dos refletores do estádio; 2) Segundo o “JS” e a “UH”, Ladin também era conhecido como Ladinho.
Fonte: O Globo


01-12-1965 – Botafogo 11 x 0 Seleção de Niterói (novas instalações do Caio Martins, em Niterói).

BOTAFOGO 11 x 0 SELEÇÃO DE NITERÓI (RJ)
Data: 01/12/1965
Local: Caio Martins, Niterói
Árbitro: Osvaldo Maio
Assistentes: Edi Oliveira e Osvaldo Cardoso
Competição: Amistoso
Gols: De acordo o ‘JS’ e ‘O Globo’: Jairzinho, da linha do córner, aos 30 segundos (ou Roberto, de cabeça, segundo ‘O Globo’, com foto), Arthur, aos 32’, Marcos, aos 27’ e Arthur, aos 44’ (1° tempo); Jairzinho, aos 14’, Sicupira, aos 17’, Gérson, aos 24’, Sicupira, aos 28’, Jairzinho, aos 35’, Gérson, aos 40’ e Sicupira, aos 42’ (2° tempo). Segundo o ‘JB’: Roberto, aos 30 segundos, Jairzinho, aos 32’, Marcos, aos 36’ e Sicupira, aos 44’ (1° tempo); Jairzinho, aos 12’, Sicupira, aos 17’, Gérson, aos 26’, Sicupira, aos 30’, Jairzinho, aos 37’, Gérson, aos 43’ e Roberto, aos 44’ (2° tempo)
Botafogo: Manga (Cao), Joel, Zé Carlos (Chiquinho Pastor), Paulistinha (Mura) e Rildo (Dimas); Marcos (Afonsinho) e Gérson; Jairzinho, Roberto, Sicupira e Arthur. Técnico: Daniel Pinto
Seleção de Niterói: Jutanã (Alfredo), David, Agostinho, Ubiraci (Adílson II) e Leonel; Leônidas (Paulo Vítor) e Adílson I; Marinho (Adaílton), Celso (Betinho), Elenílson (Helinho) e Geraldinho. Técnico: Oswaldo Baliza
Obs.: Inauguração das novas instalações do Caio Martins.