quarta-feira, 31 de julho de 2013

Alguns Uniformes 'Diferentes' do Botafogo

pesquisa de Claudio Falcão
 
Durante sua gloriosa trajetória, o Botafogo utilizou-se, no futebol, de alguns uniformes com características diversas daquelas que atualmente conhecemos.
 
(foto: Diário Carioca)
 
O fato é que na reta final da campanha rumo ao título carioca de 1935, certame concluído em janeiro de 1936, o Alvinegro utilizou uma camisa, sem escudo, muito semelhante à do uniforme do Corinthians Paulista. Infelizmente ainda não foi possível identificar exatamente em que situação a mesma foi utilizada.

Botafogo 2x0 Atlético Mineiro - 29/10/1938
(foto: Sport Illustrado)
 
Em 1938, por sugestão de Carlito Rocha, o Glorioso entrou em campo algumas vezes com uma camisa “para jogos noturnos”, muito parecida com a do Grêmio (RS). Sua estreia ocorreu em Belo Horizonte, a 29 de outubro daquele ano, na vitória de 2 a 0 sobre o Atlético Mineiro. Tal uniforme teve curta duração.

Geninho, Heleno e Gonzalez
(foto: O Globo Sportivo)

Em janeiro de 1943, no mês seguinte ao da fusão do ‘Futebol’ (BFC) com o ‘Regatas’ (CRB), pelo menos em alguns treinos foi usada a camisa negra com a estrela solitária, trazendo ao centro dela as iniciais CRB. Não consta que tal uniforme tenha sido utilizado em jogos, mesmo porque as iniciais não correspondiam às do ‘novo’ Botafogo de Futebol e Regatas.

Torneio Municipal de 1948
(foto: Esporte Ilustrado)
 
Em 1947 e parte de 1948 foi a vez das camisas abotoadas de cima a baixo, utilizadas com muita frequência, porém não alcançando a vitoriosa campanha do campeonato carioca de 1948, ocasião em que foram abandonadas, sendo aí introduzida a numeração às costas das camisas.
 
E trazendo tal fato para os nossos dias, é oportuno lembrar que do atual terceiro uniforme do Clube faz parte uma camisa dourada, com o escudo com a estrela solitária no peito.
 
[Fontes: Diário Carioca, 28/01/1936; Sport Illustrado, 09/11/1938; O Globo Sportivo, 29/01/1943 e O Futebol no Botafogo (1904-1950), de Alceu Mendes de Oliveira Castro.]

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Confrontos Botafogo F.R. x Figueirense F.C.

pesquisa de Pedro Varanda


Mesmo com a derrota nesta quarta-feira frente ao Figueirense por 1 a 0, o Botafogo garantiu, na disputa de pênaltis, a sua vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Vejam adiante o retrospecto das partidas entre os alvinegros do Rio de Janeiro e de Florianópolis:

BOTAFOGO F. R. x FIGUEIRENSE F. C. (SC)

Total de jogos – 29
Vitórias do Botafogo – 9
Vitórias do Figueirense – 13
Empates – 7
Gols do Botafogo – 37
Gols do Figueirense – 33

Três Súmulas de Vitórias Botafoguenses:

BOTAFOGO 6 x 1 FIGUEIRENSE (SC)
Data: 31/01/1952
Local: Adolfo Konder, Florianópolis
Árbitro: Carlos de Oliveira Monteiro (“Tijolo”)
Competição: Amistoso (Taças Popularidade e Governador Irineu Bornhausen)
Gols: Zezinho, aos 14’, Nílton Santos, aos 20’, Zezinho, aos 26’, Braguinha (‘O Estado’) ou Paraguaio (‘JB’ e ‘JS’), aos 43’, Renê, aos 45’, Zezinho, aos 54’ e Juvenal, aos 85’
Botafogo: Oswaldo Baliza, Gérson e Nílton Santos; Araty, Ruarinho (Carlito) e Juvenal; Paraguaio, Geninho, Pirillo (Ariosto), Zezinho e Braguinha. Técnico: Carvalho Leite
Figueirense: Mossiman, Garcia e Landares; Romeu, Agostinho e Cuca (Adãozinho); Urubu, Enguiça, Patrocínio, Amorim (Testinha) e Renê. Técnico: Tenente Carlos da Costa Dantas
Obs.: O Botafogo conquistou as Taças Popularidade e Governador Irineu Bornhausen.
Fontes: Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e O Estado

BOTAFOGO 2 x 0 FIGUEIRENSE (SC)
Data: 19/06/1974
Local: Orlando Scarpelli, Florianópolis
Árbitro: Rui Conceição
Competição: Amistoso
Gols: Carlos Roberto, aos 41’ (1º tempo) e Fischer, aos 40’ (2° tempo)
Botafogo: Jair Bragança, Edmílson (Nei Dias), Mauro Cruz, Osmar e Waltencir; Carbone (Parazinho), Carlos Roberto e Ademir Vicente; Puruca (Roberto Carlos, depois Nílton Fernandes), Nílson Dias e Fischer. Técnico: Paulistinha
Figueirense: Oneide, Pinga, Jaílson (Roberto Silva), Nélson e Élton; Adaílton e Jorge Luiz; Caco (Britinho), Marcos Cavalo, Jaci e Zé Carlos. Técnico: Lauro José Búrigo
Obs.: Jorge Luiz e Waltencir foram expulsos aos 23’ do 2º tempo.
Fontes: Jornal de Santa Catarina e O Estado

BOTAFOGO 4 x 0 FIGUEIRENSE (SC)
Data: 13/04/1983
Local: Orlando Scarpelli, Florianópolis
Árbitro: Alan Giovani Abreu da Silva
Competição: Amistoso
Gols: Nunes, aos 18’ (1º tempo); Té (2), aos 10’ e 12’ e Sídnei, aos 30’ (2º tempo)
Botafogo: Paulo Sérgio (Luiz Carlos), Josimar (Serginho), Luís Cláudio, Oswaldo (Christiano) e Wagner Pepeta; Alemão, Ataíde e Sídnei; Geraldo (Édson), Nunes e Té (Petróleo). Técnico: Zé Mario
Figueirense: Vlamir, Bruno, Renato (Nestor), Carlos Roberto e Hamílton (Sadi); Vanuza, Balduíno (Beto) e Mundinho (Oliveira); Mica (Édson), Bugrão e João Paulo. Técnico: Juarez Vilela
Fontes: Jornal dos Sports e O Estado

Colaborou Roberto Luiz dos Santos Vieira, de Santa Catarina.

Os jogos:

31/01/1952 – Botafogo 6 a 1 (Amistoso), Adolfo Konder (Florianópolis).
29/08/1973 – Empate 2 a 2 (Campeonato Brasileiro / Nacional), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
28/11/1973 – Empate 0 a 0 (Campeonato Brasileiro / Nacional), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
19/06/1974 – Botafogo 2 a 0 (Amistoso), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
15/11/1979 – Empate 0 a 0 (Campeonato Brasileiro / Copa Brasil), Maracanã (Rio de Janeiro).
13/04/1983 – Botafogo 4 a 0 (Amistoso), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
06/12/1990 – Figueirense 2 a 1 (Amistoso), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
19/04/1995 – Empate 1 a 1 (Amistoso), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
19/07/2001 – Figueirense 3 a 2 (Amistoso), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
28/07/2002 – Figueirense 1 a 0 (Amistoso), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
24/08/2002 – Botafogo 3 a 0 (Campeonato Brasileiro), Arena da Baixada (Curitiba).
22/05/2004 – Empate 1 a 1 (Campeonato Brasileiro), Caio Martins (Niterói).
12/09/2004 – Figueirense 3 a 1 (Campeonato Brasileiro), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
26/06/2005 – Figueirense 1 a 0 (Campeonato Brasileiro), Luso-Brasileiro (Rio de Janeiro).
05/10/2005 – Figueirense 1 a 0 (Campeonato Brasileiro), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
01/06/2006 – Figueirense 3 a 2 (Campeonato Brasileiro), Maracanã (Rio de Janeiro).
08/10/2006 – Figueirense 1 a 0 (Campeonato Brasileiro), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
16/05/2007 – Figueirense 2 a 0 (Copa do Brasil), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
23/05/2007 – Botafogo 3 a 1 (Copa do Brasil), Maracanã (Rio de Janeiro).
12/08/2007 – Empate 1 a 1 (Campeonato Brasileiro), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
02/12/2007 – Empate 1 a 1 (Campeonato Brasileiro), Engenhão (Rio de Janeiro).
07/08/2008 – Botafogo 2 a 1 (Campeonato Brasileiro), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
30/11/2008 – Figueirense 3 a 1 (Campeonato Brasileiro), Engenhão (Rio de Janeiro).
03/08/2011 – Figueirense 2 a 0 (Campeonato Brasileiro), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
05/11/2011 – Figueirense 1 a 0 (Campeonato Brasileiro), Engenhão (Rio de Janeiro).
28/07/2012 – Botafogo 1 a 0 (Campeonato Brasileiro), Engenhão (Rio de Janeiro).
24/10/2012 – Botafogo 2 a 0 (Campeonato Brasileiro), Orlando Scarpelli (Florianópolis).
03/07/2013 – Botafogo 1 a 0 (Copa do Brasil), Raulino de Oliveira (Volta Redonda).
24/07/2013 – Figueirense 1 a 0 (Copa do Brasil), Orlando Scarpelli (Florianópolis).

sábado, 20 de julho de 2013

Confrontos Botafogo F.R. x Náutico

pesquisa de Pedro Varanda


Com a vitória do Botafogo neste sábado, ficou assim o retrospecto das partidas entre o Glorioso e o Náutico de Pernambuco:

BOTAFOGO F. R. x C. NÁUTICO C.

Total de jogos – 24
Vitórias do Botafogo – 12
Vitórias do Náutico – 9
Empates – 3
Gols do Botafogo – 43
Gols do Náutico – 38

DATA / RESULTADO / COMPETIÇÃO / LOCAL

03/04/1955 – Náutico 4 a 2 – Torneio Quadrangular (Taça JK) – Independência, Belo Horizonte
14/10/1955 – Náutico 1 a 0 – Amistoso – Ilha do Retiro
20/06/1957 – Botafogo 3 a 2 – Amistoso – Aflitos
26/09/1968 – Botafogo 4 a 2 – Campeonato Brasileiro (Taça de Prata) – Maracanã
11/10/1972 – Botafogo 2 a 1 – Campeonato Brasileiro – Arruda
24/02/1985 – Náutico 2 a 0 – Campeonato Brasileiro – São Januário
31/03/1985 – Botafogo 2 a 1 – Campeonato Brasileiro – Arruda
21/07/1985 – Botafogo 3 a 0 – Amistoso – Serra Talhada (PE)
04/10/1989 – Empate 1 a 1 – Campeonato Brasileiro – Maracanã
16/09/1990 – Náutico 2 a 1 – Campeonato Brasileiro – Aflitos
03/02/1991 – Botafogo 2 a 0 – Campeonato Brasileiro – Juiz de Fora (MG)
12/03/1992 – Botafogo 3 a 2 – Campeonato Brasileiro – Caio Martins
27/09/2003 – Náutico 1 a 0 – Campeonato Brasileiro (Série B) – Caio Martins
04/10/2003 – Botafogo 4 a 2 – Campeonato Brasileiro (Série B) – Caio Martins
25/10/2003 – Náutico 2 a 1 – Campeonato Brasileiro (Série B) – Caio Martins
17/06/2007 – Botafogo 3 a 1 – Campeonato Brasileiro – Maracanã
09/09/2007 – Náutico 4 a 1 – Campeonato Brasileiro – Aflitos
01/06/2008 – Náutico 3 a 0 – Campeonato Brasileiro – Aflitos
30/08/2008 – Empate 1 a 1 – Campeonato Brasileiro – Engenhão
22/07/2009 – Empate 2 a 2 – Campeonato Brasileiro – Aflitos
28/10/2009 – Botafogo 1 a 0 – Campeonato Brasileiro – Engenhão
10/06/2012 – Náutico 3 a 2 – Campeonato Brasileiro – Aflitos
09/09/2012 – Botafogo 3 a 1 – Campeonato Brasileiro – Engenhão
20/07/2013 – Botafogo 2 a 0 – Campeonato Brasileiro – São Januário

1° Jogo:

BOTAFOGO 2 x 4 NÁUTICO
Data: 03/04/1955
Local: Independência, Belo Horizonte
Árbitro: Geraldo Fernandes
Competição: Torneio Quadrangular (Taça JK)
Gols: Vinícius, ao 1’, Guedes, aos 20’, Ívson, de pênalti, aos 37’ (1° tempo); Hamílton, aos 24’, Ívson, aos 31’ e Vinícius, aos 42’ (2° tempo)
Botafogo: Lugano (Gílson), Orlando Maia, Thomé e Rubens Bimba; Ruarinho e Danilo; Mangaratiba, Paulinho (Basílio), Vinícius, Quarentinha e Hélio
Náutico: Celso, Caiçara e Lula; Neves, Gago e Cuíca; Guedes, Hamílton, Ívson, Rubinho e Jorginho
Fontes: Boletim do Botafogo F.R. e Jornal dos Sports

Dois últimos jogos:

09/09/2012 – Botafogo 3 a 1 (Campeonato Brasileiro), Engenhão.
Gols do Botafogo: Elkeson (2), sendo o primeiro de ‘letra’ e Andrezinho.

20/07/2013 – Botafogo 2 a 0 (Campeonato Brasileiro), São Januário.
Gols: Elias e Renato.

Maiores goleadas:

BOTAFOGO 3 x 0 NÁUTICO
Data: 21/07/1985
Local: Nildo Pereira, Serra Talhada
Árbitros: Aluísio Santos (1° tempo) e Luís Gonçalves (2° tempo)
Assistentes: Ivo Policarpo e Aluísio Monteiro
Competição: Amistoso
Gols: Alemão, aos 39’ (1° tempo); Antônio Carlos, aos 31’ e Isaac, aos 43’ (2° tempo)
Botafogo: Luiz Carlos (Laguzza), Josimar, Marinho, Oswaldo e Gilberto; Suca, Alemão (Rogério) e Ataíde (Luisinho); Baltazar, Petróleo (Isaac) e Antônio Carlos (Leandro). Técnico: Abel Braga
Náutico: Pimenta, Heitor (Reginaldo), Flávio, Lourival (Beto) e Cláudio Mineiro; Ademir Lobo, Manguinha e Baiano; Ivanildo (Sivaldo), Denô (Jarbas) e Neto Surubim. Técnico: Mário Juliato
Fontes: Botafogo F.R. e Diário de Pernambuco

09/09/2007 – Náutico 4 a 1 (Campeonato Brasileiro), Aflitos.
Gol do Botafogo: Juninho.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Octavio, Atacante Campeão Carioca de 1948

dados estatísticos: pesquisa de Pedro Varanda; texto: Claudio Falcão


Octávio Sérgio da Costa Moraes, atacante, nasceu em Belém (PA) a 9 de julho de 1923, sendo filho da grande escritora e cronista Eneida de Moraes. Ainda amador, chegou ao Botafogo em 1943, vindo do Fluminense F.C. Campeão sul-americano pela seleção brasileira principal em 1949 (atual Copa América). Diplomou-se em arquitetura. Faleceu a 19 de outubro de 2009 no Rio de Janeiro (RJ).

Estreia – 24/03/1943 – 3 x 3 América (Torneio Relâmpago), São Januário.
Gols do Botafogo – Geninho (2) e Octávio.

Despedida – 28/09/1952 – 3 x 2 Madureira (Campeonato Carioca), General Severiano.
Gols do Botafogo – Octávio, Zezinho e Braguinha.

COMPETIÇÕES / JOGOS / GOLS
Campeonato Carioca (1943-1952): J – 77; G – 48
Torneio Municipal (1943-1948): J – 32; G – 25
Torneio Relâmpago (1943-1946): J – 12; G – 8
Torneio Rio-São Paulo (1950-1952): J – 15; G – 10
Amistosos (1944-1952): J – 64; G – 79
TOTAL: J – 200; G – 170

Obs.: 1) Em 82 jogos por outras categorias (ou regimes) marcou 91 gols; 2) Pelo Torneio Início de amadores, em 3 jogos marcou 3 gols; 3) Pelo Torneio Início de profissionais, em 15 jogos marcou 4 gols.

TÍTULOS:
Bicampeão Carioca de 1ºs Quadros Amadores (1943 e 1944).
Campeão da Taça Fernando Loretti de Aspirantes (1943).
Bicampeão Carioca de Aspirantes (1944 e 1945).
Campeão do Torneio Início de 1ºs Quadros Amadores (1944).
Campeão do Torneio Início do Rio de Janeiro (1947).
Campeão Carioca (1948).

ARTILHARIA:
Campeonato Carioca
1948 – 21 gols.

SELEÇÃO BRASILEIRA PRINCIPAL (1949):
Estreia – 03/04/1949 – 9 x 1 Equador (Campeonato Sul-Americano), Rio de Janeiro.
Jogos – 4
Gol – 1

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Jogos Botafogo x Fluminense fora do Estado do Rio de Janeiro

pesquisa de Pedro Varanda



Com a vitória do Botafogo por 1 a 0 sobre o Fluminense no último domingo, o Glorioso alcançou a primeira colocação do Campeonato Brasileiro, e completou a sétima partida contra o Tricolor fora do Estado do Rio de Janeiro.

Vejam esses confrontos:

03/02/1953 Botafogo 2 x 1 Fluminense Centenário (Montevidéu, Uruguai)
06/06/1965 – Botafogo 1 x 3 Fluminense – Palma Travassos (Ribeirão Preto/SP)
08/05/1966 – Botafogo 0 x 3 Fluminense – Evandro Almeida (Belém/PA
)

12/07/1989 Botafogo 2 x 0 Fluminense Wankdorf (Berna, Suíça)
03/12/1995 – Botafogo 1 x 1 Fluminense – Engenheiro Araripe (Cariacica/ES)

06/10/2001 – Botafogo 1 x 2 Fluminense – Municipal Mário Helênio (Juiz de Fora/MG)
07/07/2013 Botafogo 1 x 0 Fluminense Arena Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)

Seguem duas súmulas, em disputas fora do País:

BOTAFOGO 2 x 1 FLUMINENSE
Data: 03/02/1953
Local: Centenário, Montevidéu (URU)
Árbitro: William Barnes
Competição: Copa Montevidéu
Gols: Dino (2), aos 31’ e 33’, e Quincas, aos 36’ (todos no 2° tempo)
Botafogo: Oswaldo Baliza, Gérson e Nílton Santos; Araty, Ruarinho e Juvenal; Braguinha, Geninho, Bravo (Dino), Vinícius (Geraldo) e Jayme. Técnico: Carvalho Leite
Fluminense: Castilho, Píndaro e Pinheiro; Jair Santana, Édson (Emílson) e Bigode; Telê, Villalobos (João Carlos), Marinho (Róbson), Didi e Quincas. Técnico: Zezé Moreira
Obs.: Primeiro clássico BFR x FFC no exterior.
Fonte: Jornal dos Sports

BOTAFOGO 2 x 0 FLUMINENSE
Data: 12/07/1989
Local: Estádio Wankdorf, Berna (Suíça)
Árbitro: Gottfriet Frietrich
Competição: Torneio de Berna (Philips Cup)
Gols: Vítor, aos 14’ (1° tempo) e Paulinho Criciúma, aos 28’ (2° tempo)
Botafogo: Ricardo Cruz, Wanderley, Wilson Gottardo, Jocimar e Marquinho; Carlos Alberto Santos, Luisinho e Vítor (Mazolinha); Maurício, Paulinho Criciúma e Gustavo (Donizete). Técnico: Sebastião Leônidas
Fluminense: Ricardo Pinto, Carlos André, Rangel, Alexandre Torres e Eduardo (Edgar); Donizete, Marcinho e Fernando Cruz (Vânder Luís); Marcelo Henrique, Hélio e Marquinho. Técnico: Procópio
Obs.: 1) Segundo clássico BFR x FFC no exterior; 2) Marcinho = Márcio Luiz.
Fontes: Botafogo FR, Rádios Globo e Tupi

sábado, 6 de julho de 2013

Botafogo Campeão da Copa Rio Bonito de Futebol Sub-11 de 2013

pesquisa de Claudio Falcão

(Crédito: Marcos Silva)

O Botafogo conquistou neste sábado, de forma invicta, o título de campeão da IX Copa Rio Bonito de Futebol Sub-11, ao derrotar na finalíssima a equipe do C.R. Flamengo por 2 a 1, gols de Gabriel Campos e Hilander.

Campanha:

Fase de Grupos
11/05 – Botafogo 6 x 0 Artsul – gols: Ronald (2), Hilander, Brunno Natal, Arthur e Léo Santos.
25/05 – Botafogo 4 x 1 Friburguense – gols do Botafogo: Brunno Natal, Gustavo e Léo Santos (2).
08/06 – Botafogo 1 x 0 Bangu – gol: Gabriel.

Quartas de final
22/06 – Botafogo 2 x 1 Nova Iguaçu – gols do Botafogo: Brunno Natal (2).

Semifinal
29/06 – Botafogo 1 x 0 Fluminense – gol: Wanderson Silva.

Final
Data – 06/07/2013
Local – Rio Bonito A.C.
Botafogo 2 x 1 Flamengo – gols do Botafogo: Gabriel Campos e Hilander.

Equipe:
Pedro Victor, Lucas Almeida, Gustavo, Norberto e Lucas Agra; Arthur Neves, Júlio Ronald, Wanderson Silva e Gabriel Campos; Brunno Natal e Hilander.
Suplentes: Guilherme, Márcio, Léo Santos, Léo Gomes Victor, Jhonathan B., Zanini, Jhonnatan F., Wendel, Pedro Sena, Arthur, Álvaro José, João Pedro, Kayki Alves e Nélson Henrique.

Treinador: Alfredo Cintra.

[Fonte: site do Botafogo F.R.]

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Ciclismo no Botafogo (IV)

pesquisa de Claudio Falcão


Continuando a pesquisar a participação do Botafogo em competições de ciclismo, encontrei uma referência a respeito da prova Rio-Juiz de Fora-Rio, realizada em 05 e 06 de maio de 1945, denominada I Grande Prêmio Cavalli, na qual marcaram presença seis atletas do Glorioso: o afamado Hervy Polo Villon, Arlindo da Silva, Jorge da Silva, José Teixeira Dias, Manoel da Silva e Osvaldo de Almeida.

Foi uma prova em que competiram ciclistas cariocas (além dos alvinegros acima citados, representantes de Andaraí A.C., Ciclo Suburbano Club, A.A. Portuguesa, Rui Barbosa F.C. e C.R. Vasco da Gama), fluminenses (do Moto Sport Santa Cruz), mineiros (da F.M.C.M., de Belo Horizonte e do Tupi F.C., de Juiz de Fora) e paulistas (do S.C. Corinthians Paulista e da S.E. Palmeiras).

A partida, com 42 competidores, e a chegada, ocorreram na Praça Mauá, tendo o ciclista do Glorioso, Jorge da Silva, sido o primeiro a alcançar o posto de controle em Quitandinha (Petrópolis), fazendo jus o Botafogo, por este motivo, a uma taça de prata (Troféu Hotel Quitandinha) e o ciclista a uma medalha de vermeil (prata dourada).

O competidor Rolando Montesi, do Palmeiras, foi o primeiro a chegar a Juiz de Fora, após pedalar por 214 quilômetros, e também o vencedor da prova, no cômputo geral. Etelvino Moreira, do Vasco da Gama, foi o primeiro a chegar de volta ao ponto de partida, na Praça Mauá (Rio de Janeiro).

Principais colocações:
1º – Rolando Montesi (S.E. Palmeiras)
2º – Karl Czernick (S.C. Corinthians Paulista)
3º – José Marques de Azevedo (A.A. Portuguesa)
4º – Joaquim Peixoto (C.R. Vasco da Gama)
5º – Atílio Zertolini (S.E. Palmeiras)

O ciclista botafoguense melhor colocado foi Hervy Polo Villon, que classificou-se em 10° lugar. Em 17º lugar chegou o também alvinegro carioca José Teixeira Dias.

Era diretor da modalidade, no Botafogo, o sr. Izidro Castelá.

[Fonte: Jornal do Brasil, 05 e 08/05/1945.]