terça-feira, 27 de agosto de 2013

O Botafogo de Camisas Brancas em 1930

pesquisa de Claudio Falcão

(Foto: Revista 'Careta')

Enfrentando o Atlético Mineiro a 1º de outubro de 1930 no primitivo estádio de General Severiano, o de arquibancadas de madeira, o Botafogo atuou de camisas brancas de mangas compridas, visto que o seu tradicional adversário atuou com o uniforme alvinegro.

Esta partida serviu para a inauguração da "instalação elétrica para jogos noturnos" em nossa praça de esportes, segundo as palavras de Alceu Mendes de Oliveira Castro.

O jogo também serviu como uma revanche, visto que a 30 de agosto do mesmo ano o Glorioso foi derrotado pelo 'Galo', em Belo Horizonte, por 3 a 2.

Segue a ficha técnica da partida realizada no Rio de Janeiro:

BOTAFOGO 6 X 3 ATLÉTICO MINEIRO
Data: 01/10/1930
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Competição: Amistoso
Árbitro: Carlos Alberto Brandes, da Liga Mineira
Gols: Jayro, Carvalho Leite, Ariza, Carvalho Leite (2), Nilo e Mário de Castro (1º tempo); Mário de Castro, de pênalti e Celso (2º tempo)
Botafogo: Germano, Benedicto e Octacílio; Burlamaqui, Martim (Ariel, no 2º tempo) e Mabília (Canalli, no 1º tempo); Ariza, Paulinho, Carvalho Leite, Nilo e Celso
Atlético Mineiro: Armando, Caneca e Chiquinho; Cordeiro, Brant e Barros; Geraldino, Said, Mário de Castro, Jayro (Chaffyr, no 2º tempo) e Cunha

[Fontes: A Noite, Diário de Notícias e O Paiz, 02/10/1930; Revista 'Careta', 18/10/1930 e O Futebol no Botafogo (1904-1950), de Alceu Mendes de Oliveira Castro.]

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Confrontos Botafogo x Portuguesa de Desportos

pesquisa de Pedro Varanda


Como é sabido, com a vitória conquistada no último domingo sobre a Portuguesa (SP), o Botafogo manteve-se por mais uma rodada na primeira colocação do campeonato brasileiro.

Segue o retrospecto das partidas entre o Glorioso e a Lusa paulistana:

BOTAFOGO F.R. x A. PORTUGUESA DE DESPORTOS

Total de jogos – 56
Vitórias do Botafogo – 27
Vitórias da Portuguesa – 19
Empates – 10
Gols do Botafogo – 97
Gols da Portuguesa – 78

1º Jogo:

BOTAFOGO 1 x 4 PORTUGUESA DE DESPORTOS
Data: 14/08/1940
Local: Laranjeiras, Rio de Janeiro
Árbitro: Heitor Marcellino Domingues
Competição: Torneio Rio-São Paulo
Gols: Arthur, aos 4’, Patesko (‘olímpico’), aos 12’ e Guanabara, aos 17’ (1° tempo); Guanabara (2), aos 17’ e 41’ (2° tempo)
Botafogo: Brandão (Aymoré Moreira), Bibi e Araraquara; Zezé Procópio, Zezé Moreira (Canalli) e Pacheco; Tadique, Zarcy, Pascoal, Perácio (César) e Patesko
Portuguesa de Desportos: Rodrigues, Pepino e Oswaldo; Alberto, Jota e Barros; Guanabara, Charuto, Garcia, Arthur (Celeste) e Carmo
Obs.: 1) O árbitro encerrou o prélio aos 82’, acrescentou dois minutos, já que até 1940 o tempo regulamentar era de 80’; 2) O certame (Torneio Rio-São Paulo) foi interrompido devido às baixas rendas, e não houve campeão porque não foi disputado o returno, como foi determinado no regulamento antes do início da competição.
Fontes: A Noite, Jornal dos Sports e O Jornal

Primeira vitória do Botafogo:

BOTAFOGO 2 x 0 PORTUGUESA DE DESPORTOS
Data: 09/05/1953
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Árbitro: Jorge Miguel
Competição: Torneio Rio-São Paulo
Gols: Brandãozinho (de cabeça, contra), aos 10’ (1° tempo) e Dino, aos 27’ (2° tempo)
Botafogo: Gílson, Gérson e Nílton Santos (Floriano); Araty, Bob e Juvenal; Braguinha (Vinícius), Geninho, Dino, Zezinho e Jayme (Geraldo). Técnico: Gentil Cardoso
Portuguesa de Desportos: Muca, Nena e Clóvis (Hermínio); Djalma Santos, Brandãozinho e Ceci; Julinho (Átis), Renato, Santo Cristo (Genê), Pinga e Simão. Técnico: Aymoré Moreira
Obs.: Primeira vitória sobre a Lusa paulistana.
Fontes: Jornal dos Sports e O Jornal

Último jogo – 18/08/2013 – Botafogo 3 a 1 (Campeonato Brasileiro), Canindé.
Gols do Botafogo: Bolívar (de cabeça), Rafael Marques e Elias.

Maiores goleadas:

BOTAFOGO 4 x 0 PORTUGUESA DE DESPORTOS
Data: 27/02/1980
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Árbitro: Saul Mendes
Competição: Campeonato Brasileiro
Gols: Marcelo, aos 35’ e Silva, aos 40’ (1° tempo); Marcelo, aos 28’ e Édson, aos 32’ (2° tempo)
Botafogo: Paulo Sérgio, Perivaldo, Miltão (Luís Cláudio), Renê e Carlos Alberto Batata; Wecsley, Mendonça e Marcelo (Ademir Lobo); Gil, Silva e Édson. Técnico: Paulo Amaral
Portuguesa de Desportos: Éverton, César (Édson), Daniel González, Bolívar e Toninho Braga; Dema, Eudes e Enéas; Toquinho, Caio e Moisés (Cacá). Técnico: João Avelino
Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports

06/09/1998 – Portuguesa 5 a 2 (Campeonato Brasileiro), Canindé.
Gols do Botafogo: Bebeto e Emerson (contra).

Nota: Botafogo e Portuguesa de Desportos curiosamente nunca se enfrentaram em partidas amistosas.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Lançamento da Biografia de Luizinho das Arábias

por Claudio Falcão
 
 
Será lançado na Bienal do Livro, no Riocentro (Rio de Janeiro) – estande da Livraria Martins Fontes – a partir das 18 horas do próximo dia 2 de setembro, o livro ‘Sai o Rei, entra Luizinho’, uma biografia do ex-jogador Luizinho das Arábias, escrita por Jackson Sala, com prefácio do jornalista Washington Rodrigues.
 
A capa pode ser personalizada, ou seja, o leitor pode optar pela foto de sua preferência, entre as camisas dos clubes que Luizinho defendeu.
 
O ex-jogador atuou pelo Botafogo no ano de 1984 e faleceu aos 32 anos de idade, em 1989.
 
Boa sorte ao autor e editores!

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Confrontos Botafogo x Atlético Mineiro

pesquisa de Pedro Varanda


Depois do sorteio que os definiu como adversários diretos nas oitavas de final da Copa do Brasil 2013, Botafogo e Atlético Mineiro empataram em 2 a 2, em confronto realizado na noite desta quarta-feira.
Vejam então como ficou o retrospecto das partidas entre os alvinegros carioca e mineiro:
BOTAFOGO F. R. x C. ATLÉTICO MINEIRO
Total de jogos – 90
Vitórias do Botafogo – 42
Vitórias do Atlético Mineiro – 26
Empates – 22
Gols do Botafogo – 176
Gols do Atlético Mineiro – 143
1º Jogo:
BOTAFOGO 4 x 2 ATLÉTICO MINEIRO
Data: 21/10/1923
Local: Campo do Palestra Itália, Belo Horizonte
Árbitro: Henriquetto Pirani
Competição: Amistoso
Gols: Neco, aos 9’ e Alkindar, de cabeça, aos 25’ (1° tempo); Alkindar, aos 2’, Celso, aos 10’, Zica, aos 14’ e Alderico, de penalty, aos 42’ (2° tempo)
Botafogo: Clóvis, Couto e Osmar Dutra; Surica, Alfredinho e Lagreca; Jolibel, Alkindar, Celso, Neco e Claudionor
Atlético Mineiro: Álvaro Felicíssimo, Quetinho e Amador; Alderico, Ivo e Tavico; Morgan, Tula, Tilita, Zica e Manso
Obs.: 1) Na preliminar, Palestra Itália 2 x 2 Sete de Setembro; 2) A partida principal foi disputada com dois tempos de 45 minutos, que só a partir de 1941 foi oficializado no Brasil com 90 minutos. Normalmente eram dois tempos de 40 minutos até 1940.
Fontes: Diário de Minas, O Imparcial e O Paiz
Último – 07/08/2013 – Empate 2 a 2 (Campeonato Brasileiro), Independência (Belo Horizonte).
Gols do Botafogo: Elias e Lodeiro.
Maiores goleadas:
BOTAFOGO 5 x 0 ATLÉTICO MINEIRO
Data: 12/11/1995
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Árbitro: Antônio Pereira da Silva
Competição: Campeonato Brasileiro
Gols: Gonçalves, aos 11’ e Donizete (2), aos 15’ e 19’ (1° tempo); Túlio (2), aos 36’ e 44’ (2° tempo)
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Gonçalves e André Silva (Guto); Leandro Ávila (Moisés), Jamir, Beto (Narcízio) e Sérgio Manoel; Donizete e Túlio. Técnico: Paulo Autuori
Atlético Mineiro: Adílson, Dinho, Ronaldo, Jorge Luiz e Paulo Roberto; Doriva, Carlos, Leandro (Ademir) e Cairo (Clayton); Euller e Ézio (Renaldo). Técnico: Procópio Cardoso
18/08/1999 – Atlético Mineiro 5 a 1 (Campeonato Brasileiro), Caio Martins.
Gol do Botafogo: Rodrigo.
Decisão:
BOTAFOGO 0 x 1 ATLÉTICO MINEIRO
Data: 19/12/1971
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Renda: Cr$ 294.420,00
Público: 46.458
Árbitro: Armando Marques
Competição: Campeonato Brasileiro
Gol: Dario, aos 63’
Botafogo: Wendell, Mura, Djalma Dias, Queirós e Waltencir; Carlos Roberto e Marcos Aurélio (Didinho); Zequinha, Ney Oliveira, Jairzinho e Careca (Tuca). Técnico: Paraguaio
Atlético Mineiro: Renato, Umberto Monteiro, Grapete, Vantuir e Oldair; Wanderley e Humberto Ramos; Ronaldo, Lola (Spencer), Dario e Tião. Técnico: Telê Santana
Obs.: Mura e Carlos Roberto foram expulsos aos 88’, por reclamações
Fonte: CBD/CBF

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Confrontos Botafogo F.R. x E.C. Vitória

pesquisa de Pedro Varanda

(foto: Eduardo Falcão)

Com o triunfo da noite desta quinta-feira, que marcou o retorno do Botafogo como ‘mandante de campo’ ao Maracanã e à liderança do Campeonato Brasileiro, ficou assim o retrospecto das partidas entre o Glorioso e o rubro-negro baiano:

BOTAFOGO F.R. x E.C. VITÓRIA (BA)

Total de jogos – 41
Vitórias do Botafogo – 14
Vitórias do Vitória – 15
Empates – 12
Gols do Botafogo – 63
Gols do Vitória – 64

1° Jogo – 24/10/1935 – Botafogo 7 a 2 (Amistoso), Campo da Graça (Salvador).
Gols do Botafogo: Carvalho Leite (4), Álvaro, Pirica e Patesko.
Gols do Vitória: Bahiano e Gazinho.

Último – 01/08/2013 – Botafogo 2 a 0 (Campeonato Brasileiro), Maracanã.
Gols: Vitinho e Elias.

Maiores goleadas:

24/10/1935 – Botafogo 7 a 2 (Amistoso), Campo da Graça (Salvador).
BOTAFOGO 7 x 2 VITÓRIA (BA)
Data: 24/10/1935
Local: Campo da Graça, Salvador
Árbitro: Alberto Gambarota
Competição: Amistoso
Gols: Bahiano (de penalty), Carvalho Leite (de cabeça), Carvalho Leite, Carvalho Leite, no 1º tempo; Carvalho Leite (de cabeça), Gazinho, Álvaro, Pirica (de cabeça) e Patesko, no 2º tempo
Botafogo: Alberto, Albino (Octacílio) e Nariz; Affonso, Luciano e Canalli; Álvaro, Leônidas da Silva, Carvalho Leite, Pirica e Patesko
Vitória: Zequinha, Renato e Bisa; Buzzine (Carapicu), Nezinho e Walter (Wanderley); Bahiano, Nova, Mozart (Palito), Raul e Gazinho
Obs.: O goleiro Zequinha também era conhecido como Nova.
Fonte: A Tarde, de Salvador

09/07/2008 – Vitória 5 a 2 (Campeonato Brasileiro), Barradão.
Gols do Botafogo: Lúcio Flávio e Wellington Paulista.

Decisão:
  
BOTAFOGO 1 x 0 VITÓRIA
Data: 08/09/1974
Local: Hélio Prates da Silveira (segundo o 'JS') ou Presidente Médici (segundo o 'JB'), Brasília
Árbitro: Édson Rezende
Assistentes: Cid Fonseca e Adélio Nogueira
Competição: Torneio Independência do Brasil
Gol: Nílson Dias, aos 8’ do 1° tempo
Botafogo: Wendell, Waltencir, Mauro Cruz, Osmar e Marinho Chagas; Nei Conceição, Marcos Aurélio e Dirceu; Nílson Dias, Puruca e Fischer (Jorge Luís). Técnico: Zagallo
Vitória: Agnaldo, Roberto Oliveira, Válter, Vavá (Róbson) e Valença; Roberto Meneses, Gibira e Mário Sérgio; Osni, André e Davi. Técnico: Bengalinha
Obs.: Botafogo, campeão do Torneio Independência do Brasil.
Fontes: Jornal dos Sports e Jornal do Brasil