terça-feira, 25 de março de 2014

Alguns Jogadores Mineiros no Botafogo nos Primeiros Anos do Profissionalismo

pesquisa de Claudio Falcão; dados estatísticos: pesquisa de Pedro Varanda


Durante toda a sua trajetória gloriosa, o Botafogo sempre reuniu em suas fileiras jogadores oriundos do Estado de Minas Gerais.

Segue uma relação com alguns deles, com mais detalhes daqueles que vieram diretamente de algum clube mineiro (na grande maioria, do Cruzeiro E.C.) para o Alvinegro carioca nos primeiros anos do profissionalismo.

Perácio
José Perácio, nascido em Belo Horizonte (Nova Lima, segundo outra fonte) a 02/11/1917.
Veio do Villa Nova A.C., de Nova Lima (MG).
Estreia: 2 x 3 Flamengo (28/08/1937), amistoso.
Obs.: Em 84 jogos, assinalou 53 gols pelo Botafogo.
Falecimento: Rio de Janeiro (RJ) a 10/03/1977.

Zezé Procópio
José Procópio Mendes, nascido em Varginha a 10/04/1914.
Veio do C. Atlético Mineiro.
Estreia: 0 x 2 São Cristóvão (17/07/1938), Torneio Municipal.
Obs.: 1) Assinalou 1 gol pelo Botafogo, em 107 partidas; 2) Esteve na seleção brasileira na copa do mundo de 1938.
Falecimento: Valença (RJ) a 08/02/1980.

Geninho
Ephigênio de Freitas Bahiense, nascido em Belo Horizonte a 10/09/1918.
Veio do Palestra Itália (atual Cruzeiro E.C.).
Estreia: 2 x 2 Fluminense (08/09/1940), Campeonato Carioca e Torneio Rio-São Paulo.
Títulos: Torneio Início (1947), Campeonato Carioca (1948) e Triangular de Porto Alegre (1951).
Obs.: Marcou 115 gols, em 425 jogos pelo Botafogo.
Falecimento: Rio de Janeiro (RJ) a 21/06/1980.

Geraldino
Geraldino Dezolt
Veio do Palestra Itália (atual Cruzeiro E.C.).
Estreia: 1 x 1 Estudiantes de La Plata (09/02/1941), amistoso.
Obs.: Assinalou 14 gols, em 26 jogos pelo Botafogo (entre 1941-1942).

Caieira
José João Perozi Bonfim, nascido em Belo Horizonte a 28/05/1915.
Veio do Palestra Itália (atual Cruzeiro E.C.).
Estreia: 2 x 3 Fluminense (01/06/1941), Campeonato Carioca.
Obs.: Em 75 partidas pelo Botafogo, não marcou gol.
Falecimento: São Paulo (SP) a 24/11/1970.

Hélio
Hélio Ferreira Leite, nascido em Juiz de Fora a 06/09/1919.
Veio do Tupi F.C. em 1941.
Estreia: 1 x 1 Flamengo (12/04/1942), Campeonato Carioca.
Obs.: Não assinalou gol, em 43 jogos pelo Botafogo.

Gérson
Gérson dos Santos, nascido a 14/07/1922.
Veio do Cruzeiro E.C.
Estreia: 1 x 0 Bonsucesso (05/05/1945), Torneio Municipal.
Títulos: Torneio Início (1947), Campeonato Carioca (1948) e Triangular de Porto Alegre (1951).
Obs.: Em 372 partidas assinalou 2 gols, pelo Botafogo.
Falecimento: 2002.

Braguinha
José Braga, nascido a 27/05/1927.
Veio do Cruzeiro E.C.
Estreia: 1 x 1 Madureira (21/07/1946), Campeonato Carioca.
Títulos: Campeonato Carioca (1948) e Triangular de Porto Alegre (1951).
Obs.: Marcou 72 gols em 204 jogos, pelo Botafogo.
Falecimento: ?

Juvenal
Juvenal Francisco Dias, nascido em Vespasiano a 12/03/1923.
Veio do Cruzeiro E.C.
Estreia: 0 x 3 América (01/09/1946), Campeonato Carioca.
Títulos: Torneio Início (1947), Campeonato Carioca (1948), Triangular de Porto Alegre (1951) e Quadrangular do Rio de Janeiro (1954).
Obs.: Assinalou 13 gols em 384 jogos, pelo Botafogo.
Falecimento: 30/08/2012.

[Fontes principais: A Noite, O Globo Sportivo e O Futebol no Botafogo (1904-1950).]

Notas:
    
1) Outros que eram mineiros, porém que atuaram no período do amadorismo: Leite de Castro e Leandro Moura Costa.

2) Ainda à época do amadorismo, porém profissionalizando-se mais tarde, veio em 1929 Heitor Canalli, natural de Juiz de Fora, muito embora tenha vindo do Petropolitano F.C. (RJ) para o Botafogo.

3) Também eram mineiros Nariz (Álvaro Lopes Cançado), porém veio do Fluminense para o Botafogo em 1934 e Heleno de Freitas, que veio para o Botafogo ainda para os juvenis, transferiu-se para o Fluminense e retornou para os profissionais do Botafogo em 1939.

4) Vinícius (Luís Vinícius de Menezes), mineiro de Belo Horizonte, veio do Sete de Setembro F.C., da mesma cidade, em fevereiro/1951.

5) Carlyle Guimarães Cardoso, mineiro de Almenara, porém vindo da S.E. Palmeiras (SP) para o Botafogo em agosto/1953. 

6) Neyvaldo Pinto de Carvalho, mineiro de Belo Horizonte, veio do Asas, de Lagoa Santa (MG) em abril/1954.

7) Pampolini (Américo Pampolini Filho) também era mineiro, de Belo Horizonte, vindo do Cruzeiro para o Botafogo em maio/1955.

8) Com relação a Paulinho Valentim há uma controvérsia, pois existem fontes que informam que ele era de Barra do Piraí (RJ) e outras que afirmam que ele era de Juiz de Fora (MG).

9) Alguns outros:
Othon (Othon Valentim Filho) – nat. de Leopoldina; tricampeão carioca de juvenis (1961-1962-1963) pelo Botafogo, atualmente treinador de futebol. 
Fifi (Paulo Eugrécio da Silva) – nat. de Caetés, vindo do C. Atlético Mineiro em agosto/1963.
Waltencir (Waltencir Pereira Senra) – nat. de Juiz de Fora (estreia: 19/02/1967).
Chiquinho Pastor (Francisco Jesus Fernandes) – nat. de Juiz de Fora.
Gil (Gilberto Alves) – nat. de Nova Lima, no entanto vindo em 1977 do Fluminense para o Botafogo.
Marcelo Oliveira (Marcelo de Oliveira Santos) – nat. de Pedro Leopoldo (estreia: 20/05/1979; último jogo: 24/01/1982); atualmente treinador de futebol.
Alemão (Ricardo Rogério de Brito) – nat. de Lavras (atuou entre 1982-1986).

quarta-feira, 19 de março de 2014

Botafogo derrotou o Independiente del Valle pela Libertadores

por Claudio Falcão


No Maracanã, pela primeira rodada do returno da fase de grupos da Copa Libertadores da América, o Botafogo derrotou por 1 a 0 o Independiente del Valle (EQU), na noite desta terça-feira, com um gol de cabeça de Ferreyra, completando perfeito cruzamento do lateral Lucas.

A próxima partida do Alvinegro pela Libertadores será a 02/04, contra a Unión Española (CHI), também no Maracanã. 

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 1 X 0 C.S.D. INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU)
Data: 18/03/2014
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Árbitro: Darío Ubriaco (URU)
Renda / Público: R$1.248.880,00 / 23.347 pagantes e 26.837 presentes
Gol: Ferreyra, aos 3’ (1º tempo)
Botafogo: Jefferson, Lucas (Júnior César, aos 37’ do 2º tempo), Dankler, Dória e Júlio César; Marcelo Mattos, Gabriel (Bolatti, aos 29’ do 2º tempo), Jorge Wagner e Lodeiro; Wallyson (Cidinho, aos 17’ do 2º tempo) e Ferreyra. Técnico: Eduardo Húngaro
Independiente del Valle: Azcona, Núñez, Lamas (Julio Angulo, aos 43’ do 2º tempo), León e Pineida; Rizotto, Henry León (Orejuela, aos 36’ do 2º tempo), González e Sornoza; Guerrero (Solís, aos 36’ do 2º tempo) e Daniel Angulo. Técnico: Pablo Repetto
Nota: cartões amarelos para Ferreyra, Gabriel e Jorge Wagner (Botafogo) e Henry León e Núñez (Independiente).

[Fontes: Fox Sports, Extra e Lance!] 

quarta-feira, 12 de março de 2014

Botafogo derrotado pelo Independiente del Valle na Libertadores

por Claudio Falcão


Depois de uma péssima apresentação no primeiro tempo, a equipe botafoguense conseguiu o empate, já na segunda etapa, com um gol de cabeça de Bolívar, mas após duas expulsões não conseguiu segurar o resultado, sendo derrotada pela agremiação equatoriana do Independiente del Valle por 2 a 1, em partida realizada pela Copa Libertadores da América na noite desta quarta-feira em Sangolquí, região metropolitana de Quito.

O próximo compromisso do Glorioso na competição será em 18/03 contra a mesma representação equatoriana, desta vez no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO F.R. 1 X 2 C.S.D. INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU)
Data: 12/03/2014
Local: Municipal Rumiñahui, Sangolquí (EQU)
Árbitro: Manuel Garay (PER)
Renda: ?
Gols: Núñez, aos 25’ (1º tempo); Bolívar, aos 13’ e Sornoza, aos 45’ (2º tempo)
Botafogo: Jefferson, Edílson, Bolívar, Dória e Júlio César; Marcelo Mattos, Gabriel, Jorge Wagner e Lodeiro (Bolatti, aos 44’ do 2º tempo); Wallyson (André Bahia, aos 32’ do 2º tempo) e Ferreyra (Lucas, aos 36’ do 2º tempo). Técnico: Eduardo Húngaro
Independiente del Valle: Azcona, Núñez, Lamas, León (Cortez, aos 34’ do 2º tempo) e Pineida (Solís, aos 42’ do 2º tempo); Rizotto, Henry León (Julio Angulo, aos 25’ do 2º tempo), González e Sornoza; Guerrero e Daniel Angulo. Técnico: Pablo Repetto
Nota: cartões amarelos para Bolívar, Edílson, André Bahia, Dória e Gabriel; cartões vermelhos para Bolívar, aos 28’ (2º tempo) e Edílson, aos 29’ (2º tempo).

[Fonte: Fox Sports.]

quarta-feira, 5 de março de 2014

O Meio-campo Édison, Três Vezes Campeão Carioca

pesquisa de Pedro Varanda


Conhecido como Édison ‘Praça Mauá’, seu nome completo era Édison de Assis Pinto Filho. Nascimento: 12/12/1935, Rio de Janeiro-RJ (fontes: Correio da Manhã, Diário da Noite e O Globo); falecimento: 1989 (fonte: blog do Roberto Porto).

Campeão Carioca em 1957, 1961 e 1962, Torneio Rio-São Paulo de 1962, Torneio Internacional da Colômbia (Quadrangular de Bogotá) – 1960, Triangular Internacional da Costa Rica – 1961, Pentagonal do México – 1962. E também Bicampeão Carioca de Aspirantes – 1958/1959, com 26 jogos e 11 gols e Campeão da Taça Antônio Gomes de Avellar de Aspirantes – 1961, com 10 jogos e 2 gols.

JOGOS - 245
GOLS - 27

Estreia de Édison como titular no Botafogo:

BOTAFOGO 3 x 2 NÁUTICO (PE)
Data: 20/06/1957
Local: Aflitos, Recife
Árbitro: Horst Harden
Competição: Amistoso
Gols: Paulinho Valentim, aos 11’, Ívson, aos 29’ e Édison, aos 39’ (1° tempo); Douglas, aos 3’ e Paulinho Valentim, aos 17’ (2° tempo)
Botafogo: Amaury, Beto, Domício e Nílson Santos; Pampolini e Nílton Santos; Garrincha, Didi, Paulinho Valentim, Édison (Amoroso) e Quarentinha (Neyvaldo). Técnico: João Saldanha
Náutico: Cazuza, Caiçara e Lula; Gílson, Zequinha e Nenzinho; Zezinho, Benitez (Martim, depois Paulinho), Ívson, Douglas e Elias (João do Vale). Técnico: Ricardo Diez
Obs.: 1) Caiçara foi expulso no 2° tempo; 2) Primeira vitória sobre o Náutico.
Fonte: Boletim do BFR e Jornal do Brasil

Último jogo de Édison pelo Botafogo:

BOTAFOGO 1 x 1 PORTUGUESA (RJ)
Data: 11/08/1963
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Competição: Campeonato Carioca
Gol do Botafogo: Quarentinha.
Botafogo: Manga, Joel, Zé Maria, Paulistinha e Rildo; Ayrton e Édison; Jairzinho, Amoroso, Quarentinha e Jair Bala. Técnico: Danilo Alvim.