domingo, 22 de outubro de 2017

Botafogo Campeão Brasileiro de Remo em Barcos Longos 2017

O Botafogo domina o Remo Nacional!

pesquisa de Claudio Falcão

(Foto: site oficial do Botafogo F.R.)

Após os títulos do Bicampeonato Brasileiro de Barcos Curtos, em competição realizada no último mês de março e do Pentacampeonato Estadual de Remo, há duas semanas, o Botafogo conquistou na manhã deste domingo, na Lagoa Rodrigo de Freitas, o Campeonato Brasileiro de Barcos Longos, consolidando a liderança absoluta do Alvinegro carioca no Remo Nacional.

Competição que reuniu remadores das categorias Júnior, Sub-23 e Sênior, teve as provas finais disputadas entre 20/10 (sexta-feira) e 22/10 (domingo), nas quais o Clube da Estrela Solitária totalizou 16 medalhas de ouro em 23 possíveis.

Seguem as finais em que o Botafogo colocou-se em primeiro lugar, no Campeonato Brasileiro de Remo em Barcos Longos de 2017:

20/10 – Em sete finais disputadas foi vitorioso em cinco:

= Four Skiff Sub-23 Feminino – María Sol Ordás, Evelyn Maricel Silvestro, Ruti Santos Barreto e Carla Carolina Santos Silva, com 8’05”14

= Double Skiff Júnior Feminino – Thalita Rosa Alves e Isabella Costanza Ibeas, com 9’16”31

= Quatro Sem Sub-23 Feminino – María Sol Ordás, Evelyn Maricel Silvestro, Ruti Santos Barreto e Carla Carolina Santos Silva, com 8’33”89

= Double Skiff Peso Leve Sub-23 – Uncas Tales Batista e Heitor dos Santos Araújo, com 8’02”29

= Four Skiff Júnior – Leandro Tíndaro Costa de Souza, Luiz Felipe Faria, Breno Azevedo de Oliveira e Bernardo Bevilacqua Foldes Guimarães, com 7’15”09

21/10 – Em sete finais disputadas foi vitorioso em quatro:

= Double Skiff Sub-23 – Lucas Verthein Ferreira e Uncas Tales Batista, com 6’53”46

= Quatro Sem Júnior Feminino – María Sol Ordás, Evelyn Maricel Silvestro, Thalita Rosa Alves e Isabella Costanza Ibeas, com 7’43”63

= Quatro Sem Sub-23 – Lucas Verthein Ferreira, Uncas Tales Batista, Daniel Afonso Kelly da Silva e Heitor dos Santos Araújo, com 6’44”27

= Four Skiff Júnior Feminino – María Sol Ordás, Evelyn Maricel Silvestro, Thalita Rosa Alves e Isabella Costanza Ibeas, com 7’33”37

22/10 – Em nove finais disputadas foi vitorioso em sete:

= Quatro Sem Peso Leve Masculino – Aílson Eráclito da Silva, Evaldo Mathias Becker Morais, Emanuel Dantas Borges e Diego Donizete Nazário, com 6’31”27

= Double Skiff Feminino – María Sol Ordás e Isabella Costanza Ibeas, com 7’15”60

= Double Skiff Peso Leve Masculino – Uncas Tales Batista e Leandro Tíndaro Costa de Souza, com 7’20”98

= Quatro Sem Feminino – Dayane Pacheco dos Santos, Nathalia Pereira Barbosa, Bianca Miarka e Evelyn Maricel Silvestro, com 8’02”19

= Double Skiff Masculino – Lucas Verthein Ferreira e Uncas Tales Batista, com 7’08”80

= Four Skiff Feminino – Dayane Pacheco dos Santos, Nathalia Pereira Barbosa, Bianca Miarka e Isabella Costanza Ibeas, com 7’15”46

= Oito Com Masculino – Aílson Eráclito da Silva, Evaldo Mathias Becker Morais, Lucas Verthein Ferreira, Uncas Tales Batista, Fábio José Santana Moreira, Daniel Afonso Kelly da Silva, Emanuel Dantas Borges, Diego Donizete Nazário e Erick dos Santos Oliveira (timoneiro), com 6’11”25

[Fontes: site oficial do Botafogo F.R. e www.remobrasil.com.]

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Várias Formações do Botafogo em 1950

pesquisa de Claudio Falcão

A princípio temos a equipe do Botafogo que a 15/01/1950 enfrentou em São Januário o Fluminense F.C., pelo Torneio Rio-São Paulo: Ary, Gérson (Marinho) e Jair; Rubinho, Ávila e Juvenal; Hamílton (Jayme), Geninho, Zezinho, Octavio e Demósthenes (Reynaldo).

Da esquerda para a direita, em pé: Gérson, Ary, Jair, Rubinho, Ávila e
Juvenal; sentados: Hamílton, Geninho, Zezinho, Octavio e Demósthenes
(imagem: Esporte Ilustrado)

Segue a formação do Alvinegro que participou do Torneio Início, realizado no Maracanã a 30/07/1950: Oswaldo ‘Baliza’, Índio e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Richarde; Walter, Geninho, César, Jayme e Braguinha.

(Imagem: O Globo Sportivo)

Temos agora a equipe botafoguense que enfrentou o Fluminense F.C. no Maracanã, agora pelo Campeonato Carioca, a 16/09/1950: Oswaldo ‘Baliza’, Índio e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Carlito; Zezinho, Geninho, Pirillo, Octavio e Careca.

Da esquerda para a direita, em pé: Índio, Oswaldo 'Baliza', Carlito,
Nílton Santos, Ávila e Rubinho; agachados: Zezinho, Geninho,
Pirillo, Octavio e Careca
(imagem: Esporte Ilustrado)

Vemos a seguir a formação do Glorioso que a 15/10/1950 derrotou por 1 a 0 o C.R. Flamengo, no Maracanã, gol de Neca: Oswaldo ‘Baliza’, Basso e Rubem; Rubinho, Ávila e Carlito; Zezinho, Neca, Ariosto, Octavio e Braguinha.

Da esquerda para a direita, em pé: Oswaldo 'Baliza', Basso,
Rubem, Carlito, Ávila e Rubinho; agachados: Zezinho, Neca,
Ariosto, Octavio e Braguinha
(imagem: Esporte Ilustrado)

Também no Maracanã, enfrentamos a 21/10/1950 o Madureira A.C., alcançando uma vitória de 4 a 1, gols de Ariosto, Zezinho, Braguinha, além de 1 gol contra, atuando assim: Oswaldo ‘Baliza’, Basso e Rubem; Rubinho, Souza e Juvenal; Zezinho, Neca, Ariosto, Octavio e Braguinha.

Da esquerda para a direita, em pé: Oswaldo 'Baliza', Basso,
Rubem, Souza, Juvenal e Rubinho; agachados: Zezinho,
Neca, Ariosto, Octavio e Braguinha
(imagem: Esporte Ilustrado)

Ainda no Maracanã, derrotamos a 29/10/1950 o Olaria A.C. por 7 a 2, gols de Ariosto (3), Neca, Zezinho, Rubinho e Ávila, alinhando com: Oswaldo ‘Baliza’, Basso e Rubem; Rubinho, Ávila e Juvenal; Zezinho, Neca, Ariosto, Octavio e Braguinha.

Da esquerda para a direita, em pé: Oswaldo 'Baliza', Basso,
Rubem, Ávila, Juvenal e Rubinho; agachados: Braguinha,
Neca, Ariosto, Octavio e Zezinho
(imagem: Esporte Ilustrado)

Mais uma vez no Maracanã, nova vitória sobre o Madureira A.C., a 25/11/1950, por 3 a 0, gols de Walter, Neca e Zezinho, com a seguinte formação: Oswaldo ‘Baliza’, Basso e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Carlito; Zezinho, Neca, Ariosto, Octavio e Walter.

Da esquerda para a direita, em pé: Carlito, Basso, Oswaldo 'Baliza',
Nílton Santos, Ávila e Rubinho; agachados: Neca, Zezinho,
Ariosto, Octavio e Walter
(imagem: Esporte Ilustrado)

Nova vitória no Maracanã sobre o C.R. Flamengo, a 03/12/1950, agora por 4 a 2, tendo marcado Octavio (2), Braguinha e Ariosto para o Alvinegro, que atuou assim: Oswaldo ‘Baliza’, Basso e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Zezinho, Neca, Ariosto, Octavio e Braguinha.

Da esquerda para a direita, em pé: Oswaldo 'Baliza', Basso,
Nílton Santos, Ávila, Juvenal e Rubinho; agachados: Zezinho,
Neca, Ariosto, Octavio e Braguinha
(imagem: Esporte Ilustrado)

domingo, 15 de outubro de 2017

Jogos Internacionais do Botafogo

pesquisa de Pedro Varanda

O 'capitão' Nélson erguendo a Copa Conmebol 1993

JOGOS INTERNACIONAIS CONTRA ADVERSÁRIOS ESTRANGEIROS:

Jogos – 520
Vitórias – 289
Empates – 102
Derrotas – 129
Gols Pró – 1.099
Gols Contra – 662

1° jogo – 12/09/1909 – 2 x 1 C. Amethyst (ING), Amistoso, Rua Voluntários da Pátria.
Botafogo – Álvaro Werneck, Raul Rodrigues e Dinorah; Rolando de Lamare, Lulu Rocha e Edgard Pullen; Millar, Flávio Ramos, Abelardo de Lamare, Gilbert Hime e Emmanuel Sodré. Gols do Botafogo: Flávio Ramos e Gilbert Hime.

Último – 10/08/2017 – 2 x 0 Nacional (URU), Taça Libertadores da América, Nílton Santos (Engenhão).
Botafogo – Gatito Fernández, Luís Ricardo, Joel Carli, Ígor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes (Dudu Cearense), Bruno Silva e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger (Gílson). Técnico: Jair Ventura. Gols: Bruno Silva (de cabeça) e Rodrigo Pimpão. Obs.: Victor Luís foi expulso, no 2º tempo.

RETROSPECTO EM COMPETIÇÕES OFICIAIS INTERNACIONAIS
(incluindo jogos contra equipes brasileiras):

COMPETIÇÃO
J
V
E
D
GP
GC
Taça Rivadávia Corrêa Meyer (1953) * 
3
1
1
1
6
5
Taça Libertadores (1963, 1973, 1996, 2014 e 2017)
47
22
9
16
64
54
Copa CONMEBOL (1993 e 1994)
10
5
4
1
18
10
Recopa Sul-Americana (1994)
1
0
0
1
1
3
Campeões da CONMEBOL (1996)
1
0
0
1
3
7
Copa Sul-Americana (2006-2009 e 2011-2012)
24
11
5
8
39
35
TOTAL
86
39
19
28
131
114

* Fonte: Relatório da CBD, atual CBF.
  
RETROSPECTO EM COMPETIÇÕES OFICIAIS INTERNACIONAIS:

TORNEIO OCTOGONAL (TAÇA RIVADÁVIA CORRÊA MEYER*) – 1953
13/06 – 3 x 1 Hibernian-ESC (Maracanã), gols: Zezinho (2) e Dino.
17/06 – 2 x 2 Fluminense-RJ (Maracanã), gols: Dino e Vinícius.
21/06 – 1 x 2 Vasco-RJ (Maracanã), gol: Vinícius.
Botafogo (time base): Gílson, Gérson (Orlando Maia) e Nílton Santos; Araty, Bob e Juvenal (Calico); Jayme (Braguinha, depois Mangaratiba), Geninho, Dino, Zezinho e Vinícius (Rubinho Gomes).

* Fonte: Relatório da CBD, atual CBF.

TAÇA LIBERTADORES DA AMÉRICA – 1963
30/06 – 1 x 0 Alianza Lima-PER (Estádio Nacional), gol: Élton.
07/07 – 2 x 0 Millonarios-COL (Estádio El Campin), gols: Antoninho e Arlindo. Fonte: El Tiempo.
24/07 – 2 x 1 Alianza Lima-PER (Maracanã), gols: Jairzinho e Nílton Santos.
31/07 – Seria realizado o jogo de volta contra o Millonarios-COL, mas como este já estava eliminado, preferiu pagar a multa à Sul-Americana (ficou mais barato) do que viajar para o Rio de Janeiro, fonte: Jornal do Brasil. Segundo o Boletim do Botafogo, vitória por WO.
22/08 – 1 x 1 Santos-SP (Pacaembu), gol: Jair Bala.
28/08 – 0 x 4 Santos-SP (Maracanã).

TAÇA LIBERTADORES DA AMÉRICA – 1973
17/02 – 2 x 3 Palmeiras-SP (Parque Antarctica), gols: Dirceu e Marinho Chagas.
24/02 – 3 x 2 Nacional-URU (Maracanã), gols: Marinho Chagas (2) e Jairzinho.
01/03 – 4 x 1 Peñarol-URU (Maracanã), gols: Roberto, Jairzinho, Fischer e Ferretti.
10/03 – 2 x 0 Palmeiras-SP (Maracanã), gols: Roberto (2).
14/03 – 2 x 2 Peñarol-URU (Estádio Centenário), gols: Marinho Chagas e Fischer.
17/03 – 2 x 1 Nacional-URU (Estádio Centenário), gols: Roberto e Jairzinho.
29/03 – 2 x 1 Palmeiras-SP (Maracanã), gols: Luís Pereira (contra) e Jairzinho.
06/04 – 1 x 2 Colo Colo-CHI (Maracanã), gol: Ferretti.
26/04 – 2 x 3 Cerro Porteño-PAR (Estádio Puerto Sajonia), gols: Dirceu e Zequinha.
08/05 – 3 x 3 Colo Colo-CHI (Estádio Nacional), gols: Dirceu (2) e Fischer.
15/05 – 2 x 0 Cerro Porteño-PAR (Maracanã), gols: Dirceu e Fischer.

COPA CONMEBOL (CONFEDERAÇÃO SUL-AMERICANA DE FUTEBOL) – 1993
13/08 – 3 x 1 Bragantino-SP (Caio Martins), gols: Sinval (2) e Marcelo Costa.
20/08 – 3 x 2 Bragantino-SP (Marcelo Stefani), gols: Sinval (2) e André Duarte.
26/08 – 1 x 0 Caracas-VEN (Estádio Brigido Iriarte), gol: Sinval.
02/09 – 3 x 0 Caracas-VEN (Caio Martins), gols: Rogerinho (2) e Aléssio.
08/09 – 1 x 3 Atlético-MG (Mineirão), gol: Sinval.
15/09 – 3 x 0 Atlético-MG (Caio Martins), gols: Sinval, Rogério Pinheiro e Eliel.
22/09 – 1 x 1 Peñarol-URU (Estádio Centenário), gol: Perivaldo.
30/09 – 2 x 2 Peñarol-URU (Maracanã), gols: Eliel e Sinval.
Obs.: 1) Nos pênaltis, Botafogo 3 a 1, Suélio, Perivaldo e André Santos marcaram; 2) Botafogo, campeão Sul-Americano.

RECOPA SUL-AMERICANA – 1994
03/04 – 1 x 3 São Paulo-SP (University Memoriam Stadium – Kobe / Japão).
Botafogo – Wagner, Perivaldo, André Santos, Wilson Gottardo e Eduardo; Márcio Borges, Fabiano (Róbson), Roberto Cavalo e Grizzo (Marcelo Costa); Túlio e Sérgio Manoel. Gol: Roberto Cavalo.

COPA CONMEBOL (CONFEDERAÇÃO SUL-AMERICANA DE FUTEBOL) – 1994
01/11 – 1 x 1 Minerven-VEN (Estádio Cachamax – Puerto Ordaz).
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Fabiano, Rogério Pinheiro e Eliomar; Duda, Robinho, Beto e Antônio Carlos (Pardal); Batata e Marcelo Costa. Gol: Batata.
08/11 – 0 x 0 Minerven-VEN (Caio Martins).
Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Fabiano, Cláudio Henrique e Eliomar; Duda, Robinho, Julinho e Antônio Carlos (Pardal); Marcelo Costa e Marcos Paulo. Obs.: Nos pênaltis, Minerven 5 a 4, Eliomar, Julinho, Wilson Goiano e Marcelo Costa marcaram para o Botafogo, Robinho desperdiçou.

SUPERCOPA DA CONMEBOL (CAMPEÕES DA CONMEBOL) – 1996
08/02 – 3 x 7 São Paulo-SP (Estádio José Fragelli – Cuiabá).
Botafogo: Wagner, Grotto (Márcio Theodoro), Wilson Gottardo, Gonçalves e Jefferson (Marcelo Alves); Moisés, Jamir, Silas e Dauri; Bentinho (Mauricinho) e Túlio. Gols: Túlio (3).

TAÇA LIBERTADORES DA AMÉRICA – 1996
13/03 – 0 x 3 Corinthians-SP (Pacaembu).
26/03 – 4 x 1 Universidad Católica-CHI (Maracanã), gols: Túlio (2), Dauri e Bentinho.
03/04 – 1 x 1 Corinthians-SP (Maracanã), gol: Dauri.
09/04 – 1 x 2 Universidad Católica-CHI (Estádio S. C. de Apoquino), gol: Bentinho.
12/04 – 1 x 2 Universidad-CHI (Estádio Nacional), gol: Jefferson.
19/04 – 3 x 1 Universidad-CHI (São Januário), gols: Bentinho (2) e Dauri.
01/05 – 1 x 1 Grêmio-RS (Maracanã), gol: Jamir.
08/05 – 0 x 2 Grêmio-RS (Olímpico).

COPA SUL-AMERICANA – 2006
07/09 – 1 x 1 Fluminense-RJ (Maracanã). Gol: Reinaldo.
14/09 – 1 x 1 Fluminense-RJ (Maracanã). Gol: Júnior César.
Obs.: Nos pênaltis, Fluminense 4 a 2. Júnior César e Reinaldo marcaram para o Botafogo; Thiago Marin e William desperdiçaram para o Botafogo.

COPA SUL-AMERICANA – 2007
22/08 – 3 x 1 Corinthians-SP (Maracanã). Gols: Reinaldo, Lúcio Flávio e André Lima.
12/09 – 2 x 1 Corinthians-SP (Pacaembu). Gols: Lúcio Flávio e Dodô.
19/09 – 1 x 0 River Plate-ARG (Engenhão). Gol: Joílson.
27/09 – 2 x 4 River Plate-ARG (Monumental de Núñez). Gols: Lúcio Flávio e Dodô.

COPA SUL-AMERICANA – 2008
14/08 – 3 x 1 Atlético-MG (Engenhão). Gols: Carlos Alberto (2) e Eduardo.
27/08 – 5 x 2 Atlético-MG (Mineirão). Gols: Lúcio Flávio (2), Jorge Henrique, Carlos Alberto e Leandro Almeida (contra).
24/09 – 0 x 1 América de Cáli-COL (Pascual Guerrero).
01/10 – 3 x 1 América de Cáli-COL (Engenhão). Gols: Wellington Paulista (2) e Carlos Alberto (de bicicleta).
21/10 – 0 x 2 Estudiantes-ARG (Cid. De La Plata).
05/11 – 2 x 2 Estudiantes-ARG (Engenhão). Gols: Lúcio Flávio e André Luís.

COPA SUL-AMERICANA – 2009
02/09 – 0 x 0 Atlético-PR (Joaquim Américo / Arena da Baixada).
16/09 – 3 x 2 Atlético-PR (Engenhão). Gols: Lúcio Flávio, Gabriel e Wellington.
23/09 – 2 x 0 Emelec-EQU (Engenhão). Gols: Renato e André Lima.
30/09 – 1 x 2 Emelec-EQU (George Capwell, Guayaquil ). Gol: André Lima.
21/10 – 1 x 2 Cerro Porteño-PAR (General Pablo Rojas, Assunção). Gol: Reinaldo.
04/11 – 1 x 3 Cerro Porteño-PAR (Engenhão). Gol: André Lima.

COPA SUL-AMERICANA – 2011
10/08 – 2 x 1 Atlético-MG (Epaminondas M. Brito / Ipatingão - MG). Gols: Herrera e Maicosuel.
23/08 – 1 x 0 Atlético-MG (Engenhão). Gol: Herrera.
29/09 – 1 x 1 Independiente Santa Fé-COL (Engenhão). Gol: Caio.
25/10 – 1 x 4 Independiente Santa Fé-COL (El Campín). Gol: Alexandre Oliveira.

COPA SUL-AMERICANA – 2012
01/08 – 0 x 2 Palmeiras-SP (Arena Barueri).
22/08 – 3 x 1 Palmeiras-SP (Engenhão). Gols: Seedorf, Renato e Lodeiro.

COPA (TAÇA) LIBERTADORES DA AMÉRICA – 2014
29/01 – 0 x 1 Deportivo Quito-EQU (Olímpico Atahualpa, Quito).
05/02 – 4 x 0 Deportivo Quito-EQU (Maracanã, Rio de Janeiro), gols: Wallyson (3) e Henrique.
11/02 – 2 x 0 San Lorenzo-ARG (Maracanã, Rio de Janeiro), gols: Ferreyra e Wallyson.
26/02 – 1 x 1 Unión Española-CHI (Santa Laura, Santiago), gol: Ferreyra.
12/03 – 1 x 2 Independiente del Valle (Sangolquí), gol: Bolívar.
18/03 – 1 x 0 Independiente del Valle-EQU (Maracanã), gol: Ferreyra.
02/04 – 0 x 1 Unión Española-CHI (Maracanã).
09/04 – 0 x 3 San Lorenzo-ARG (Nuevo Gasómetro).

COPA (TAÇA) LIBERTADORES DA AMÉRICA – 2017
01/02 – 2 x 1 Colo Colo-CHI (Engenhão). Gols: Aírton e Pavez (contra).
08/02 – 1 x 1 Colo Colo-CHI (Monumental, Santiago). Gol: Rodrigo Pimpão.
15/02 – 1 x 0 Olimpia-PAR (Nílton Santos, Engenhão). Gol: Rodrigo Pimpão, de bicicleta.
22/02 – 0 x 1 Olimpia-PAR (Defensores del Chaco). Nos pênaltis: Botafogo 3 a 1.
14/03 – 2 x 1 Estudiantes-ARG (Nílton Santos, Engenhão). Gols: Roger (de bicicleta) e Rodrigo Pimpão.
13/04 – 2 x 0 Atlético Nacional-COL (Atanásio Girardot). Gols: Camilo (de cabeça) e Guilherme.
20/04 – 1 x 1 Barcelona-EQU (Monumental). Gol: Sassá.
02/05 – 0 x 2 Barcelona-EQU (Nílton Santos, Engenhão).
18/05 – 1 x 0 Atlético Nacional-COL (Nílton Santos, Engenhão). Gol: Rodrigo Pimpão.
25/05 – 0 x 1 Estudiantes-ARG (Quilmes).
06/07 – 1 x 0 Nacional-URU (Central Parque). Gol: João Paulo.
10/08 – 2 x 0 Nacional-URU (Nílton Santos, Engenhão). Gols: Bruno Silva (de cabeça) e Rodrigo Pimpão.
13/09 – 0 x 0 Grêmio-RS (Nílton Santos, Engenhão).
20/09 – 0 x 1 Grêmio-RS (Arena do Grêmio).

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Várias Formações do Botafogo em 1949

pesquisa de Claudio Falcão

Iniciamos com a imagem do elenco botafoguense nos anos de 1948-1949.

Da esquerda para a direita, em pé: Rubinho, Sarno, Oswaldo 'Baliza', Ávila,
Ary, Marinho, Adão, Berascochéa, Juvenal e Gérson; agachados: Paraguaio,
Pirillo, Octavio, Geninho, Oswaldinho, Hamílton, Braguinha e Reynaldo
(imagem: Esporte Ilustrado) 

Em 30/01/1949 o Botafogo enfrentou o São Paulo F.C., campeão de seu Estado, em partida amistosa na capital paulista, com a seguinte formação: Ary, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, Pirillo (Oswaldinho, depois Hamílton), Octavio e Braguinha.

Da esquerda para a direita, em pé: Gérson, Ary, Nílton Santos,
Rubinho, Ávila e Juvenal; agachados: Paraguaio, Geninho,
Pirillo, Octavio e Braguinha
(imagem: Esporte Ilustrado) 

Nas comemorações do Dia do Trabalhador, a 01/05/1949, também em jogo amistoso, o Botafogo enfrentou o C.R. Flamengo atuando assim: Ary (Matarazzo), Gérson e Marinho; Rubinho (Ivan), Ávila (Nílton) e Juvenal (Adão); Nerino, Geninho (Demósthenes), Hamílton (Baiano), Jayme e Braguinha.

(Imagem: Esporte Ilustrado)

Já a 26/06/1949, realizou-se nas Laranjeiras o Torneio Início, tendo o Glorioso competido com seu time base, campeão carioca de 1948.

Da esquerda para a direita, em pé: Juvenal, Gérson, Oswaldo 'Baliza',
Nílton Santos, Ávila e Rubinho; agachados: Paraguaio, Geninho,
Pirillo, Octavio e Braguinha
(imagem: Esporte Ilustrado)

A 24/07/1949, pelo Campeonato Carioca, derrotamos por 4 a 0, nas Laranjeiras, o América F.C., gols de Octavio (2), Braguinha e César, formando assim: Oswaldo ‘Baliza’, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, César, Octavio e Braguinha.

Da esquerda para a direita, em pé: Gérson, Oswaldo 'Baliza',
Nílton Santos, Ávila, Juvenal e Rubinho; agachados:
Paraguaio, Geninho, César, Octavio e Braguinha
(imagem: Esporte Ilustrado)

Ainda pelo Campeonato Carioca, a 04/09/1949, derrotamos por 2 a 1 o C.R. Flamengo, no campo deste, gols de César e Octavio, atuando com: Oswaldo ‘Baliza’, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Souza, César, Octavio e Jayme.

Da esquerda para a direita, em pé: Gérson, Oswaldo 'Baliza',
Nílton Santos, Juvenal, Ávila e Rubinho; agachados:
Paraguaio, Souza, César, Octavio e Jayme
(imagem: Esporte Ilustrado)

Jogando a 18/09/1949 em General Severiano contra o C.R. Vasco da Gama, houve um empate em 2 a 2, marcando Jayme (2) para o Botafogo, que formou assim: Oswaldo ‘Baliza’, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, César, Jayme e Reynaldo.

Da esquerda para a direita, em pé: Gérson, Oswaldo 'Baliza',
Nílton Santos, Ávila, Juvenal e Rubinho; agachados:
Paraguaio, Geninho, César, Jayme e Reynaldo
(imagem: Esporte Ilustrado)

A 16/10/1949, em General Severiano, agora pelo returno do Campeonato Carioca, nova vitória do Botafogo sobre o América F.C., desta vez por 3 a 0, tendo marcado Jayme e Braguinha, além de 1 gol contra. O Alvinegro atuou com: Ary, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Zezinho, Geninho, Hamílton, Jayme e Braguinha.

Da esquerda para a direita, em pé: Gérson, Ary, Nílton Santos,
Rubinho, Ávila e Juvenal; agachados: Zezinho, Geninho,
Hamílton, Jayme e Braguinha
(imagem: Esporte Ilustrado)

Concluímos com a formação do Botafogo que a 27/11/1949 enfrentou em General Severiano o C.R. Flamengo: Salvador, Gérson e Marinho; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, Zezinho, Octavio e Braguinha.

Da esquerda para a direita, em pé: Marinho, Gérson, Salvador,
Rubinho, Ávila e Juvenal; agachados: Paraguaio,
Geninho, Zezinho, Octavio e Braguinha
(imagem: Esporte Ilustrado)